Reabertura das fronteiras do Chile: conheça os protocolos

cerro san cristobal teleferico santiago

Com a futura reabertura do Chile, turistas brasileiros poderão visitar o Cerro San Critóbal (e outros pontos) seguindo protocolos | Foto: Passagens Imperdíveis

A reabertura das fronteiras do Chile para turistas brasileiros traz consigo algumas dúvidas sobre os protocolos. Por isso, respondemos às principais perguntas:

Quando o Chile reabre as fronteiras?

Com as fronteiras totalmente fechadas as estrangeiros desde 5 de abril, o Chile flexibilizou levemente as medidas a partir de 26 de julho. Dessa forma, poderão entrar viajantes de outros países, mas não para turismo, então ainda não é possível planejar seu roteiro por Santiago.

Por outro lado, no fim de julho, quase 80% da população chilena estava vacinada contra Covid-19. Então isso dá uma expectativa de que em breve o país retomará o turismo, uma vez que os cidadãos estarão imunizados.

Encontre promoções de passagens aéreas para Santiago em 2021

Voltar ao sumário

Requisitos para viajantes brasileiros entrarem no Chile

Considerando que esteja se enquadre em uma das exceções publicadas pelo governo chileno, que não incluem turismo, devem seguir os seguintes protocolos:

  • Apresentar teste PCR negativo de Covid-19 realizado até 72 horas antes de embarcar (se tiver conexão, conta o último voo rumo a Santiago) – válido para adultos e crianças a partir de 2 anos de idade
  • Preencher o formulárioDeclaración Jurada Para Viajeros” até 48 horas antes do embarque
  • Contratar seguro-viagem que cubra gastos com coronavírus e tenha cobertura mínima de US$ 30 mil – faça uma cotação
  • Ficar em quarentena por 10 dias em hotel de trânsito,
  • Informar seu estado de saúde durante os 14 primeiros dias de viagem, por meio de um sistema de controle do governo chileno

Os requisitos detalhados estão disponíveis neste documento publicado pelo governo chileno (consulta em 22 de julho de 2021).

Se você estiver com destino a outro país e passar por Santiago, não precisa de teste PCR negativo de Covid-19 para conexão no Chile. Todavia, provavelmente seu destino final exige, portanto atente-se aos requisitos.

#DicaPI: além dessas medidas por causa da pandemia, veja outras dicas antes de viajar ao Chile!

Voltar ao sumário

Protocolos de biossegurança no Chile

Veja alguns protocolos de biossegurança nesta reabertura das fronteiras do Chile, tanto para turistas brasileiros quanto para moradores:

  • Desembarque só pelo aeroporto de Santiago, ou seja, outros ainda seguem fechados para voos internacionais
  • Uso de máscara em locais públicos, inclusive no voo (saiba quais máscaras se pode usar no avião)
  • Distanciamento social de ao menos 1 m
  • Emissão de “passaporte de saúde” para viajar dentro do país, por exemplo, ao deserto do Atacama, que está reabrindo – detalhes
  • Retomada das atividades gradualmente, em fases, cujos estágios estão detalhados no site oficial do governo chileno

A lista completa de protocolos está disponível no site oficial de turismo do Chile.

Voltar ao sumário

Casos de Covid-19 no Chile

Até 5 de abril de 2021 o Chile registrava os seguintes números:

  • Ativos: 42.794
  • Recuperados: 965.641
  • Totais: 1.032.612
  • Mortes: 23.677

Confira os números atualizados em tempo real no site oficial.

Voltar ao sumário

Retomada do turismo em Santiago e arredores

Por ora, a única porta de entrada nesta reabertura de fronteiras do Chile, a capital se encontra na fase 2 de retomada do turismo. Na prática, isso significa que não é possível curtir atividades turísticas:

  • Pontos turísticos fechados, mas, quando abrem, seguem protocolos, a exemplo das vinícolas Concha y Toro e Cousiño Macul, do mirante Sky Costanera e do parque Cerro San Cristóbal
  • Restaurantes com até 50% da capacidade e distância de ao menos 1 metro entre as mesas
  • Teatros, cinemas e afins com até 50% da capacidade, distância de ao menos 1 metro e sem consumo de alimentos
  • Circulação permitida entre 5h01 e 23h59
  • Viagens inter-regionais autorizadas a cidades nos estágios 3, 4 ou 5; então pode ir a Viña del Mar, Valparaíso, Cajón del Maipo e centros de esqui, mas atente-se às restrições em cada uma

Como as autoridades chilenas estão monitorando a evolução da pandemia, o estágio de reabertura das cidades tende a mudar com o tempo, avançando ou retrocedendo.

Sendo assim, recomendamos que, próximo à sua viagem, confira novamente no site oficial de turismo do Chile. Esta página informa também a situação em outros destinos turísticos, como as regiões da Patagônia e do deserto do Atacama.

#DicaPI: confira estes países abertos para turistas brasileiros no réveillon 2021!

Voltar ao sumário

Cias. aéreas que voam entre Brasil e Chile

São diversas as cias. que conectam o Brasil a terras chilenas. Nesse sentido, quando o Chile reabrir as fronteiras, confira algumas com passagens para Santiago à venda, saindo de todo o Brasil, com conexões:

  • LATAM
  • GOL
  • Sky Airline
  • Aerolíneas Argentinas

Encontrar promoções de passagens aéreas para Santiago até 2022

Outra forma de comprar passagem aérea barata para o Chile (e vários destinos) é acompanhar as promoções que compartilhamos. Para isso:

Desse modo, ficará sabendo de passagens aéreas promocionais em tempo real e conseguirá aproveitar as oportunidades antes que acabem!

Veja um exemplo de promoção de pacote de voo mais hotel divulgado em nosso Instagram:

Voltar ao sumário

Dicas de viagem para Santiago

Já que a reabertura das fronteiras do Chile nos devolveu a oportunidade de visitar esse país incrível, programe-se com estas dicas:

Voltar ao sumário

Teste de Covid-19 para entrar no Brasil

Desde o início de 2021, deve-se seguir alguns requisitos para entrar no Brasil:

  • Apresentar no embarque teste RT-PCR negativo para Covid-19, realizado até 72 horas antes do embarque
  • Preencher declaração eletrônica de saúde do viajante até 72 horas prévias à viagem – link do formulário na Anvisa

Lista de laboratórios para fazer teste de Covid-19 no Chile

A fim de realizar o teste de Covid-19 para o retorno ao Brasil, escolha uma das redes de laboratórios chilenos presentes em diversos pontos do país:

O preço médio de um teste RT-PCR no Chile é de 25.000 pesos chilenos, equivalente a cerca de R$ 200.

Há, inclusive, serviço de coleta na hospedagem, caso sua viagem dure menos tempo que a quarentena obrigatória.

Por lidar com turistas o tempo todo, a equipe dos hotéis também é capaz de indicar a melhor opção para realizar o teste de Covid-19 no Chile.

Voltar ao sumário

Mais sobre a retomada do turismo no mundo

A situação das fronteiras é dinâmica, mudando a todo momento. Então, para você se atualizar, veja também estes outros artigos:

América do Norte e Caribe:

América do Sul

Europa

Ásia

África