Reino Unido aberto para turistas vacinados do Brasil: veja os protocolos

londres, no reino unido

Reino Unido reabre fronteiras para turistas brasileiros | Foto: Pixabay

O Reino Unido, do qual a Inglaterra faz parte, está aberto para turistas do Brasil. Veja os requisitos de viagem:

Requisitos para viajar ao Reino Unido na pandemia

Veja a documentação relativa à Covid-19 necessária para turistas do Brasil viajarem ao Reino Unido durante a pandemia:

  • Teste negativo de Covid-19:
    • Primeiro: RT-PCR , realizado até 2 dias antes do voo – a partir de sexta-feira, 7 de janeiro de 2022, não será mais necessário fazer esse teste prévio
    • Segundo: Lateral flow, realizado até dois dias após a chegada e agendado com antecedência – agendar teste (a partir de 11 de fevereiro de 2022, não será mais necessário)*
  • Certificado de vacinação: comprovando esquema vacinatório completo pelo menos 14 dias antes da viagem – veja como emitir o seu
  • Formulário de localização: preencher até 48 horas antes do embarque – acessar documento
  • Seguro-viagem: não é obrigatório, mas recomendado – faça uma cotação

Estes requisitos estão listados no site oficial do Reino Unido e valem para brasileiros.

*A partir de 11 de fevereiro de 2022, às 4h do horário local, turistas totalmente imunizados contra C0vid-19 não precisarão fazer teste depois de chegarem ao Reino Unido.

Os não vacinados ou imunizados com vacina não reconhecida deverão fazer teste PCR até 72 horas antes do voo, agendar o teste para o segundo e oitavo dias de viagem e fazer quarentena de 10 dias, com opção de sair no quinto dia ao realizar novo teste de Covid-19. No entanto, a partir de 11 de fevereiro de 2022, deixará de ser obrigatória a quarentena.

Vacinas aceitas no Reino Unido

Estas são as vacinas aceitas contra Covid-19 reconhecidas para viajar ao Reino Unido, conforme lista no site oficial do governo:

  • Coronavac
  • AstraZeneca (inclusive Covishield, produzida pela Fiocruz)
  • Pfizer
  • Janssen (Johnson&Johnson)
  • Moderna
  • Sinopharm
  • Covaxin

Desde 22 de novembro de 2021, o Reino Unido passou a aceitar a Coronavac, bem como a Sinopharm e Covaxin. O país também aceita a entrada de turistas vacinados com doses mistas.

Um requisito extra é que o viajante tenha recebido a vacina em um país cujo programa de vacinação é aprovado pelo Reino Unido, o que inclui o Brasil. Veja a lista completa!

Devido ao dinamismo da situação, em que as regras podem mudar a qualquer momento, recomendamos consultar diversas fontes antes de embarcar, entre elas o site oficial de turismo do Reino Unido, onde você encontrará mais detalhes sobre a reabertura e protocolos.

Encontre passagens aéreas promocionais para o Reino Unido

Voltar ao sumário

Protocolos sanitários no Reino Unido

Algumas medidas preventivas contra o coronavírus adotadas no país:

Voltar ao sumário

Algumas cias. aéreas que voam para o Reino Unido

Com a reabertura do Reino Unido, veja algumas cias. aéreas disponíveis para visitar o país:

  • British Airways
  • TAP Portugal
  • Azul
  • Gol
  • LATAM

Encontre passagens aéreas promocionais para o Reino Unido

Voltar ao sumário

Teste de Covid-19 no Reino Unido para voltar ao Brasil

Desde o final de 2020, o Brasil exige teste negativo de Covid-19 para retornar ao país. Portanto, você precisará fazer um no retorno até 24 horas (antígeno) ou 72 horas (RT-PCR) antes do embarque de volta do Reino Unido. Peça no seu hotel indicações para fazer seu teste!

Busque indicações de laboratórios com o seu hotel, pois certamente eles indicarão onde fazer um teste de Covid-19 no país. Ao pesquisar, encontramos o The Doctors Laboratory, os valores podem variar e devem ser consultados no local!

Encontre passagens aéreas promocionais para o Reino Unido

Voltar ao sumário

Situação de outras fronteiras para brasileiros

A situação das fronteiras é dinâmica, mudando a todo momento. Então, para você se atualizar, veja também estes outros artigos:

América do Norte e Caribe:

América do Sul

Ásia

Europa

África

Encontre passagens aéreas promocionais para o Reino Unido

Voltar ao sumário