Home > Dicas de viagem > Como viajar para o Canadá a partir dos EUA economizando

Como viajar para o Canadá a partir dos EUA economizando

Ao viajar para o Canadá, não partimos diretamente do Brasil: na verdade, saímos dos Estados Unidos. Isso porque encontramos uma promoção de passagem aérea para a Philadelphia, na classe executiva, por R$ 2.177! Assim, curtimos um pouco a cidade e então embarcamos em um novo voo para a canadense Montreal.

Essa promoção foi divulgada, em primeira e em tempo real, pelo nosso APP. Para receber as ofertas, de forma gratuita, clique aqui e baixe o nosso aplicativo!

Entenda esse trâmite, por que vale a pena e como viajar barato também!

Diferença de conexão para 2 voos diferentes

Nossa viagem para o Canadá não foi com conexão nos EUA. O que fizemos foi embarcar em 2 voos diferentes, ou seja, compramos 2 passagens. Tanto que, na volta, voamos do Canadá aos Estados Unidos, para, então, seguir até o Brasil.

A diferença para conexão é que, nesse caso, teríamos comprado 1 passagem com destino ao Canadá e, eventualmente, trocado de avião nos EUA. Mas tudo organizado pela cia. aérea responsável, inclusive quanto ao despacho das bagagens. Já nos voos independentes, tivemos de organizar os horários e trâmites de embarque por nossa conta, de modo a evitar atrasos e transtornos.

Mas por que esse trabalho? A resposta é simples: pelo preço, valia a pena viajar de classe executiva para a Philadelphia e, de lá, seguir para o Canadá em outro voo. Afinal, o valor das 2 passagens separadas ficou menor que o preço médio de uma do Brasil ao Canadá.

Sendo assim, a dica de ouro é a seguinte. Preste atenção! Se você quer muito visitar um destino, mas está demorando aparecer promoção para ele, pesquise os locais mais próximos. Assim, pode aproveitar uma passagem aérea barata para o “vizinho” e pegar outro voo/transporte barato de lá. Na Europa, por exemplo, isso é bem comum, ainda mais com as companhias aéreas low cost.

Para viajar ao Canadá, além de fazer isso, ainda voamos de classe executiva no trecho entre o Brasil e EUA! Não só economizamos, como também viajamos com mais conforto que o normal.

#DicaPI: você sabe a diferença entre conexão e escala?

Como foi o voo do Brasil aos Estados Unidos

classe executiva delta airlines

Cabine de classe executiva da Delta Airlines | Foto: Passagens Imperdíveis

O voo da Delta Airlines partiu do Rio de Janeiro com destino à Philadelphia, fazendo conexões em Atlanta e Detroit. No total, essa viagem durou quase 18h, entre voos e trâmites de imigração.

Uma das diferenças da classe executiva para a econômica é o acesso automático às salas VIP dos aeroportos. Por isso, a espera foi mais do que tranquila, bem como o tempo voando, devido ao conforto dos assentos.

Desse modo, enquanto esperávamos o embarque, aproveitamos buffet livre, com salgadinhos, snacks, sanduíches e bebidas quentes, alcoólicas e não alcoólicas. Além disso, espaço com sofás e poltronas bem mais confortáveis que as cadeiras padronizadas do saguão.

Com a partida para os EUA, nossa viagem para o Canadá estava só começando!

#DicaPI: há outras formas de obter acesso às salas VIP dos aeroportos, saiba quais são!

Imigração nos Estados Unidos

O controle de imigração dos EUA é feito no primeiro aeroporto de desembarque. Por isso, é preciso retirar as malas e colocar na esteira de conexão. E embora o processo seja detalhado, basta estar com os documentos em dia e uma dose de paciência que tudo dará certo!

#DicaPI: para fazer conexão ou parada nos EUA, é necessário tirar seu visto americano.

Como funciona a imigração nos EUA

Primeiro entramos em uma fila. Na nossa vez, o agente pediu o passaporte com visto, recolheu nossas impressões digitais e tirou uma foto. Também perguntou nosso destino, quantos dias ficaríamos e quanto dinheiro levávamos (em espécie e cartões). A dica para o processo ser ainda mais tranquilo é ter comprovantes, como cópias da passagem de volta, da reserva do hotel, ingressos de atrações, etc. Dessa forma, consegue provar o que está falando.

Chegada à Philadelphia

cheesecake factory restaurante na filadelfia

Refeição rápida no Cheesecake Factory, na Philadelphia

Já no aeroporto de Philadelphia, demos uma volta pela cidade antes de seguirmos para Montreal, no Canadá.

A primeira parada foi em uma famosa loja de eletrônicos, a Best Buy, cujos preços e variedade costumam ser melhores que no Brasil. Em seguida, almoçamos no Cheesecake Factory, um restaurante com ótima relação entre custo e benefício. Já de tarde, voltamos ao aeroporto, afinal nosso objetivo era viajar para o Canadá!

Como foi o voo dos Estados Unidos ao Canadá

Agora iniciaria o segundo voo, da Philadelphia a Montreal. Compramos essa passagem separadamente daquela do Brasil aos EUA, portanto não se tratava de uma conexão, mas de outro voo. Dessa vez, a cia. aérea foi a American Airlines, cujo bilhete emitimos com milhas (saiba como acumular milhas também!).

Como é a imigração canadense

Desembarcamos em Montreal e a imigração foi muito tranquila! Fomos muito bem tratados pela agente imigratória. Assim como nos EUA, as perguntas foram as corriqueiras. Entre elas: para quais cidades viajaríamos, por quanto tempo ficaríamos e como andaríamos pelo país.

Visto para o Canadá

Quem tem visto americano ou já emitiu o canadense nos últimos 10 anos não precisa se preocupar com o visto para o Canadá, já que existe a Electronic Travel Authorization (eTA).

Esta é uma autorização eletrônica que entrou em vigor em 1º de maio de 2017, que permite acessar o Canadá de maneira simples. É muito fácil de conseguir pela internet: pagamos apenas 7 dólares canadenses (CAD) e o visto chegou no nosso e-mail pouquinho tempo depois de solicitado.

Neste post, explicamos tudo sobre o a eTA, o visto eletrônico canadense.

Para quem não tirou nem o visto canadense nem o americano, deve-se iniciar o processo para obter o visto tradicional para o Canadá.

Mais dicas para viajar ao Canadá

place jacques carties montreal canadá

Place Jacques-Cartier, em Montreal, nosso destino no Canadá | Foto: Passagens Imperdíveis

Você já viu que é possível viajar para o Canadá partindo dos EUA (e que pode sair mais barato) que o trajeto convencional. Agora anote mais estas dicas para aproveitar ao máximo as cidades canadenses.

Moeda no Canadá

A moeda oficial do Canadá é o dólar canadense, cujo código é o CAD. A sigla utilizada no dia a dia é o C$, bem parecida com nosso R$.

Você encontrará moedas de: 1 (loonie), 5 (toonies), 10, 25, 50 cents e 1 e 2 dólares canadenses. Já as notas são: 5, 10, 20, 50 ou 100 dólares canadenses. A quantia de 100 cents equivale a 1 dólar canadense.

Estações do ano no Canadá

Como o Canadá fica no hemisfério norte, as estações do ano não coincidem com as do Brasil. Logo, enquanto faz calor em nosso país, esfria em terras canadenses. Ainda no país estrangeiro: a primavera começa em março; o verão, em junho; o outono, em setembro; e o inverno, em dezembro.

Uma curiosidade bem bacana é que no verão anoitece por volta de 21h em algumas cidades canadenses. Dá a impressão de sobram mais horas para aproveitar o dia. Com isso, a viagem para o Canadá rende bem mais!

Maple syrup (xarope do Canadá)

Muito usado nas refeições locais (doces e panquecas, por exemplo), o maple syrup é um xarope extraído de uma planta típica do Canadá. No Brasil, recebe o nome de de xarope de ácer ou xarope de bordo.

Dividindo pratos

Durante nossa viagem para o Canadá, muitos seguidores no Instagram perguntaram se havia problema em dividir os pratos nos restaurantes. A boa notícia é que pode pedir 1 prato e dividir para mais pessoas tranquilamente!

Em bares mais descontraídos, costumam colocar no cardápio opções “to share”, ou seja, para compartilhar. Vêm até 2 pratos para facilitar a divisão. Desse modo, dá para economizar alguns dólares, quando viaja em casal, por exemplo.

Dicas de reservas de restaurantes

Para garantir seu lugar naqueles restaurantes que faz questão de experimentar, faça reserva on-line. Assim, você evita pegar um lugar desfavorável, perder tempo na fila ou se espremer no balcão.

O procedimento é basicamente o mesmo:

  • Entre no site oficial do restaurante
  • Busque pelas informações de reserva
  • Se for possível reservar com antecedência, reserve. Caso contrário, ligue ou entre em contato por e-mail, para saber da necessidade.

#DicaPI: a lista dos melhores restaurantes do mundo inclui o Alo, em Toronto, especializado em culinária francesa contemporânea.

Encontre passagens aéreas baratas também!

Assim como nós, você pode viajar barato não só para o Canadá, mas para qualquer lugar do Brasil e do mundo. Isso porque o Passagens Imperdíveis compartilha promoções de passagens aéreas para destinos nacionais e internacionais. Desse modo, pode fazer 2 voos ou viajar diretamente ao local – sempre economizando dinheiro!

Siga a gente nas redes sociais (Instagram, Facebook e Twitter) e baixe o aplicativo gratuito. Assim, receberá notificações em tempo real de passagens aéreas promocionais e conseguirá comprá-las antes que acabem!

Aqui tem mais dicas de viagem para o Canadá!