Home > Dicas de viagem > Companhias Low Cost na Europa: tudo o que você precisa saber

Companhias Low Cost na Europa: tudo o que você precisa saber

Já imaginou pagar cerca de R$ 50 para viajar para outro país? Parece um tanto absurdo, não é? Mas saiba que é totalmente possível, principalmente entre países europeus, graças as companhias Low Cost na Europa! Sendo assim, para ajudar você a viajar barato pelo Velho Continente (ou até mesmo outros), vamos contar tudo o que precisa saber sobre as linhas aéreas de baixo custo.

#DicaPI: está começando sua vida de viajante? Veja este guia de viagens internacionais para iniciantes!

O que é uma companhia Low Cost?

Low cost = baixo custo! Se você é do time que adora viajar barato, com certeza já ouviu falar das companhias Low Cost. Se ainda não conhece, saiba que elas são empresas que vendem passagens aéreas a preços baixos, se comparados ao padrão das companhias “comuns”. Apesar de serem bem mais populares nos países europeus, elas também estão em outros continentes.

#DicaPI: há certos países em que é obrigatório a contratação de um seguro viagem para turistas. Entenda como funciona!

Para ter uma ideia do quão barato pode ser um bilhete, em companhias Low Cost na Europa é possível encontrar passagens a 10 € o trecho! Sim! Dez euros 😯! Isso equivale a mais ou menos R$ 45, dependendo da cotação do dia.

É muito tentador, mas também é necessária atenção para as taxas não passarem despercebidas. Tecnicamente, essas empresas só vendem o básico, que é um assento no voo. Todos os serviços adicionais são pagos à parte. Alguns exemplos:

  • Marcação antecipada de poltrona.
  • Embarque prioritário
  • Bagagem despachada.
  • Lanche a bordo.

Mas pagar pelos serviços extras não significa desembolsar uma fortuna que elevará o preço da passagem aos valores convencionais. Por exemplo, o custo para escolher a poltrona com antecedência varia de 2 € a 10 €. O de despacho das malas gira em torno dos 10 €, conforme a companhia.

Por isso, a dica é sempre se planejar bem para saber com antecedência quais serviços você vai precisar e comprá-los no mesmo momento da passagem.

Então, mesmo com os adicionais, sobretudo de bagagem (que provavelmente você terá de pagar), os voos ainda sairão mais baratos que a média!

#DicaPI: sabia que o passaporte europeu facilita o acesso aos países nesse continente? Veja se você tem direito a reivindicar o seu!

Dicas para viajar em companhias Low Cost na Europa

Entenda as regras de bagagem

As companhias Low Cost possuem regras bem específicas (e rígidas) sobre a franquia da bagagem. Mas nada que seja um bicho de 7 cabeças! Sem contar que estamos ficando mais acostumados com regras parecidas, já que no Brasil, desde 2017, as empresas aéreas também cobram para despachar mala.

Em geral, é preciso se atentar e sempre ter em mente que cada companhia aérea Low Cost possui sua própria política quanto ao peso e tamanho da mala.

Por exemplo, a EasyJet não cobra para bagagem de mão até 15 kg, contanto que ela se enquadre nas dimensões de 56 x 45 x 25 cm (há um medidor de bagagem da empresa no aeroporto). Já na Ryanair, o limite desce para 10 kg.

Então lembre-se: sempre leia as regras da empresa antes de comprar a passagem. No site das companhias, há uma página dedicada somente às taxas.

Programe on-line o despacho das malas

A nossa dica é que caso você precise despachar a bagagem, o melhor é escolher essa opção no momento da compra da passagem ou em até 24h antes do voo (também pelo site).

Só não deixe para informar a companhia no momento do embarque, pois é aí que o preço aumenta significativamente. Algumas empresas chegam a cobrar até € 60 para despachar mala de última hora. Fazendo o procedimento pelo site, o preço cai até pela metade.

Excedeu o peso da bagagem?

Bom, aqui de novo você vai precisar ficar de olho nas regras da companhia aérea que escolheu. Algumas permitem despachar até 25kg, mas em algumas o peso máximo é de 15kg.

Ainda usando como exemplo as duas principais companhias Low Cost da Europa, saiba que Ryanair cobra € 11 euros por quilo adicional, e a EasyJet, € 15.

Como nesses casos só se verifica o excesso de peso no próprio aeroporto, não é possível tentar um valor menor pelo site.

Foque nos serviços on-line

Check-in, adicionar bagagem para ser despachada, marcar assento… tudo isso (e mais um pouco) deve ser feito on-line para economizar tempo e dinheiro. Faça o check-in pelo app da companhia aérea ou pelo site e imprima.

Parece bobo, mas a maioria dessas companhias aéreas cobram para realizar os procedimentos no balcão. Para se ter ideia, a taxa de check-in no aeroporto cobrada pela Ryanair é de 55 €.

#DicaPI: fazer check-in pelo site ou aplicativo é mais fácil do que parece; ensinamos tudo neste post! (Mesmo os exemplos deste post sendo de empresas brasileiras, os procedimentos são bem semelhantes nas companhias Low Cost na Europa ou em outros continentes.)

Procure viajar durante a semana

Uma dica muito legal é levar em conta o dia que você vai viajar, pois aqueles com menor fluxo de passageiros costumam ser os melhores para garimpar uma passagem mais em conta. Isso porque, se há menos passageiros viajando, há mais vagas sobrando nas aeronaves.

Se você pesquisar com atenção, verá que terça, quarta e quinta-feira são os dias com as menores tarifas. Também se atente aos aeroportos menores, pois é neles que as empresas Low Cost se concentram.

Conheça as principais companhias

Bom, de fato existem companhias aéreas Low Cost em vários lugares do mundo, mas é indiscutível que é a maioria se concentra na Europa. Ainda assim é possível encontrar voos baratos em todos os continentes.

Companhias Low Cost na Europa

Existem várias, porém as mais conhecidas são:

  • Ryanair (fomos de Dublin a Amsterdam por ela!)
  • EasyJet
  • Air Europa
  • Vueling
  • Eurowings
  • Aer Lingus (viajamos de Londres para Dublin por ela!)

Companhias Low Cost na América Latina

Infelizmente não contamos com nenhuma companhia aérea Low Cost no Brasil. Na América Latina, temos poucas opções, entre elas:

  • VivaColombia
  • Volaris

Companhias Low Cost nos Estados Unidos

Algumas das mais conhecidas:

  • Spirit
  • Jet Blue
  • Southwest
  • Frontier

Companhias Low Cost na África

No continente africano, temos referência de três grandes companhias Low Cost:

  • Kulula
  • FlySafair
  • FastJet

Companhias Low Cost na Oceania

  • Tiger Air
  • Virgin Austrália
  • Jet Star (também atende a Ásia)

Companhias Low Cost na Ásia

  • Bangkok Airways
  • Air Asia

Assista aos vídeos para sentir na prática!

Em nosso canal do YouTube, mostramos nossa eurotrip por Londres, Dublin e Amsterdam, em que voamos por duas companhias Low Cost na Europa: Aer Lingus e Ryanair.

Na introdução dos vídeos de Dublin e Amsterdam, mostramos um pouco sobre como funcionam esses voos. Então vale a pena assistir para sentir na prática!

Comprando passagem em companhias Low Cost na Europa

Não precisa se aventurar pelos sites das diversas companhias disponíveis. Basta usar o buscador do Passagens Imperdíveis para encontrar passagens aéreas baratas na Europa ou em qualquer lugar do mundo!

Os resultados já mostrarão as regras e taxas aplicáveis à passagem, portanto só resta ler com atenção!

Basta selecionar a origem, o destino e a data. Caso não tenha uma data de volta, sem problemas. Marque o campo “Somente ida” e pronto!

Buscador fica no site do Passagens Imperdíveis

Buscador fica no site do Passagens Imperdíveis

E claro, para conseguir passagens aéreas baratas, mesmo nas companhias aéreas brasileiras, aproveite uma das diversas promoções divulgadas diariamente pelo aplicativo e redes sociais do PI.

Faça o download gratuito (Android, iOS e Windows Phone) e siga (Instagram, Facebook e Twitter). Assim, você poderá pegar uma promoção antes que ela acabe!