Home > Dicas de viagem > Regras de bagagem: tudo o que você precisa saber!

Regras de bagagem: tudo o que você precisa saber!

Desde 2017, as cias. aéreas adotaram regras de bagagem para embarques nacionais e internacionais diferentes das então válidas. O objetivo, segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), foi melhorar a qualidade dos serviços prestados aos passageiros. Sendo assim, explicaremos quais normas são essas, de modo que você não tenha nenhuma dificuldade para entendê-las.

O que são regras de bagagem?

As regras de bagagem dizem sobre peso, tamanho e conteúdo das malas de mão e despachadas. Ora são estabelecidas pela ANAC, ora pelas próprias companhias aéreas. Por isso, algumas são padronizadas para todas as cias., enquanto outras mudam.

#DicaPI: bagagem de mão é aquela pequena, que você leva consigo para dentro do avião; já a despachada é a mala maior, que vai no porão da aeronave.

Assim, é importante conhecer as normas gerais e as particulares da companhia aérea, para evitar transtornos e gastos extras. Mas não se assuste com a variedade de números e detalhes, pois basta entender a lógica para se virar bem.

Regras para bagagem de mão

O peso limite de 5 kg passou para 10 kg em voos domésticos e internacionais (saindo ou pousando no Brasil). Isso de acordo com as regras da ANAC.

Quanto às dimensões das bagagem de mão, não há uma regra fixa, visto que são as cias. aéreas que definem. Contudo, a média geral aceita pelas empresas é de 115 cm (somadas altura, largura e profundidade).

Escrevemos um post detalhado sobre o que pode ou não levar na bagagem de mão. Todavia, aqui vai um resumo sobre os itens que mais causam dúvida.

Os itens proibidos são armas, objetos cortantes e produtos inflamáveis e explosíveis, entre outros que representem risco à segurança do voo. Objetos de valor e eletrônicos são até recomendados, pois tablets, celulares e notebooks ajudam a se distrair em viagens longas de avião.

O transporte de líquidos varia. Em voos nacionais, pode-se levar aerossóis para higiene pessoal ou uso médico de até 300 ml ou 300 g cada; perfumes, em recipientes de até 500 ml; bebidas alcoólicas, em garrafas de até 1 litro, totalizando 5 litros no máximo.

#DicaPI: dúvida sobre como trazer alimentos e bebidas do exterior para o Brasil?

Nos voos internacionais, as regras são mais rígidas. Isso porque o limite para qualquer tipo de líquido é de 100 ml por frasco, totalizando o máximo de 1 litro. Ainda devem estar em sacos ou vasilhas plásticas transparentes, além da própria embalagem. Bebidas compradas em free shops, no dia do embarque, fogem à regra, mas só lacrados e com apresentação da notinha.

#DicaPI: vale consultar diretamente com a cia. aérea sobre transporte de bebidas alcoólicas na bagagem de mão. Isso porque há regras específicas ao redor do mundo.

Remédios podem ser levados, desde que acompanhados de receita. Comida para bebés também é autorizada, respeitando-se a porção diária que a criança come.

#DicaPI: vai viajar com crianças? Veja estas dicas de viagem em família!

Regras para bagagens despachadas

Separamos este tópico em duas seções, visando facilitar a sua compreensão: extravio de bagagem e taxa para despachar malas. Nessa última, pesquisamos as regras nas principais cias. aéreas do Brasil, de maneira que você perceba as diferenças e semelhanças entre elas.

Regras para extravio de bagagem

As regras de bagagem da ANAC também dizem respeito ao extravio das malas despachadas:

– Em caso de extravio, o passageiro tem até 7 dias para comunicar à cia. aérea, por escrito, sobre o prejuízo.

– Ao encontrar a bagagem, a companhia deve devolvê-la. Caso contrário, o passageiro recebe uma indenização da empresa.

– Até a mala ser encontrada, a companhia tem de fornecer ao passageiro um recurso para cobrir gastos imediatos, caso não esteja em sua cidade de moradia.

#DicaPI: esse foi um resumo sobre a questão. Acesse nosso post específico sobre extravio de bagagem para informações detalhadas.

Para bagagem de mão, ou seja, aquela que você leva consigo para o avião, as cias. aéreas não têm responsabilidade. Logo, se perdê-las ou danificá-las, deverá arcar com os custos, afinal estavam sob o seus próprios cuidados.

Regras de bagagem: taxas e franquias para despacho

As companhias aéreas não são mais obrigadas a incluir a franquia de despache de bagagens no valor da passagem. Portanto, é liberado que cobrem à parte pelo serviço. Nesse caso, os valores e condições são definidos por cada empresa e informados no momento da compra dos bilhetes aéreos.

Sendo assim, você vai notar que a mesma passagem aérea pode ter tarifas diferentes. Isso significa que, por uma diferença de preço, você pode incluir bagagem despachada, marcar assento, antecipar voo, etc.

Via de regra, em voos nacionais a tarifa mais simples não inclui bagagem despachada. Por isso, deve-se pagar uma taxa extra. Já em voos internacionais, geralmente a bagagem é incluída, mesmo na tarifa mais barata. Contudo, isso não é uma regra definida pela ANAC, então não é garantido.

#DicaPI: saiba mais sobre os tipos e diferenças entre as tarifas aéreas e entenda qual é a melhor para você!

Desse modo, como as tarifas variam de acordo com a companhia aérea, listamos a principais em vigência no Brasil. Assim, você terá uma boa noção antes de comprar sua passagem aérea.

#PIInforma: quando falamos em “franquia de bagagem”, nos referimos ao volume que se pode despachar sem custo extra.

Regras de bagagem LATAM

Voos nacionais: as tarifas Promo e Light não incluem franquia de bagagem, mas é possível despachar as malas pagando à parte pelo primeiro volume despachado de até 23 kg. A tarifa Plus inclui 1 mala de 23 kg, e a Top permite despachar 2 volumes de 23 kg.

Voos internacionais: na classe econômica, a franquia de bagagem varia conforme o destino e o tipo de tarifa, ou seja, há diversas exceções e casos específicos. Para viagens nas cabines Business ou Premium Economy, pode-se despachar até 3 malas de 23 kg em qualquer rota.

#DicaPI: assista ao vídeo de um voo na classe executiva da LATAM, publicado em nosso canal do YouTube!

Veja detalhes sobre os preços e regras de bagagem da LATAM.

Regras de bagagem Azul

Voos nacionais: a tarifa Azul é mais barata, mas não inclui despacho, que pode ser pago à parte. Já a tarifa Mais Azul inclui a franquia de 1 bagagem de 23 kg.

Voos internacionais: para destinos na América do Sul, vale a mesma regra dos voos nacionais. Em voos para Estados Unidos ou Europa, é permitido levar 3 bagagens de 23 kg, na categoria Business, e 2 bagagens de 23Kg, na categoria Economy.

Veja mais detalhes sobre os preços e regras de bagagem da Azul.

Regras de bagagem Avianca Brasil

Voos nacionais: a tarifa Promo não inclui franquia de bagagem, portanto é paga à parte. Por sua vez, a Economy permite despachar 1 bagagem de até 23 kg, já a Flex dá direito a 2 de até 23 kg cada.

Voos internacionais: todos os voos internacionais garantem o mínimo de 1 bagagem incluída na tarifa Promo. As demais franquias de bagagem variam conforme a tarifa e o destino.

Veja detalhes sobre os preço e as regras de bagagem da Avianca Brasil.

Regras de bagagem GOL

Voos nacionais: as tarifas Promo e Light da GOL não incluem despacho de bagagens, que pode ser adquirido à parte. A tarifa Plus inclui 1 mala de até 23 kg, e a Max permite o despacho de 2 bagagens de até 23 kg cada.

Voos internacionais: mesmo esquema de franquias dos voos nacionais. A diferença é a tarifa Premium Economy, que dá direito a despachar 2 bagagens de até 23 kg cada.

Veja mais detalhes sobre preços e regras de bagagem da GOL.

Compre passagem aérea barata

Seja com franquia de bagagem, seja sem, você pode comprar passagem aérea barata para destinos nacionais e internacionais. Isso porque o Passagens Imperdíveis divulga promoções de passagens para o Brasil e o mundo afora.

Para ficar sabendo dessas passagens aéreas promocionais e aproveitá-las antes que acabem, é simples. Siga a gente nas redes sociais (Instagram, Facebook e Twitter) e baixe o aplicativo gratuito.

Assim, você receberá notificações em tempo real de passagens aéreas com desconto. E, dependendo do trecho e da tarifa, ainda com franquia de bagagem incluída!

Esperamos que tenha entendido as regras de bagagem para voos nacionais e internacionais. Em nosso blog, publicamos mais dicas de viagem como essas.