Home > Dicas de viagem > Boleto turístico de Cusco: tudo o que você precisa saber

Boleto turístico de Cusco: tudo o que você precisa saber

Se o boleto turístico de Cusco vinha causando dúvidas para você, pode se acalmar, pois esclareceremos tudo. Assim, entenderá quando, por que e qual modalidade deve comprar. Com isso, o mais importante: não pagará nenhum centavo a mais que o necessário!

#DicaPI: para se dar bem durante a viagem toda, siga estas dicas práticas de turismo no Peru!

Dúvida específica? Vá direto!

O que é o Boleto Turístico de Cusco

boleto turistico cusco

Boleto turístico | Foto: Passagens Imperdíveis

Basicamente, o Boleto Turístico de Cusco é um passe de entrada para até 16 pontos turísticos da cidade e arredores, dentro de um período determinado. Dessa maneira, um só documento serve para mais de um local, conforme especificado na modalidade.

Nem todo passeio exige o boleto turístico. Por exemplo, a Montanha de 7 Cores e a Laguna Humantay dispensam, bem como outras opções de o que fazer em Cusco. Mais à frente, listaremos aquelas que pedem o documento.

Aqui, uma questão importantíssima de se esclarecer: ao fechar seu passeio numa agência de turismo, pergunte se o boleto está incluído no preço. A maioria não inclui, portanto você deve comprá-lo à parte. Sendo assim, o custo dos passeios engloba o preço destes (transporte e refeição) mais o do boleto turístico, quando a atração visitada o exige.

Atrações incluídas

Muito bem, você já entendeu que o boleto turístico de Cusco funciona como ingresso para determinadas atrações. Agora saberá o que está incluído e a diferença das modalidades. Com isso, evitará de comprar à toa!

chinchero peru vale sagrado

Chinchero é um dos locais incluídos | Foto: Passagens Imperdíveis

As atrações se dividem em 3 circuitos, cada um com diversos pontos turísticos (não se preocupe em decorar todos os nomes):

  • Circuito I (Saqsayhuaman) – também chamado de “City Tour”: Parque Arqueológico de Saqsayhuaman, Qenqo, Puka Pukara y Tambomachay
  • Circuito II (Ciudade y Valle Sur): Museo de Sitio de Qoricancha, Museo Histórico Regional, Museo de Arte Contemporáneo, Monumento a Pachacuteq, Museo de Arte Popular, Centro Qosqo de Arte Nativo, Parque Arqueológico de Tipon, Parque Arqueológico de Pikillacta
  • Circuito III (Valle Sagrado): Parque Arqueológico de Ollantaytambo, Parque Arqueológico de Písac, Parque Arqueológico de Chinchero, Parque Arqueológico de Moray

Mapa das atrações e circuitos

Cada cor representa um circuito, coberto conforme as modalidades explicadas mais à frente.

Modalidades do boleto

Como você pode escolher quais visitará, de acordo com sua disponibilidade de tempo e interesse, há 4 modalidades do boleto:

  • Integral: vale por 10 dias e dá acesso a todos os circuitos
  • Parcial I: vale por 1 dia e dá acesso só ao circuito I (City Tour)
  • Parcial II: vale por 2 dias e dá acesso só ao circuito II
  • Parcial III: vale por 2 dias e dá acesso só ao circuito III

É fácil entender que a modalidade integral serve para todos os circuitos e que cada parcial só dá direito àquele escolhido, ou seja, apenas 1 circuito. Dessa forma, você já sabe qual escolher de acordo com sua necessidade.

Exemplo prático: você pode usar o boleto parcial durante 2 dias para entrar nos sítios arqueológicos do Valle Sagrado dos Incas (circuito III). Mas se tiver mais tempo na cidade e quiser visitar todos os circuitos, é só comprar o integral e fechar os passeios numa agência.

boleto turistico cusco usado

Marcação de uso do boleto turístico | Foto: Passagens Imperdíveis

A questão da quantidade de dias, por sua vez, pode causar confusão. Logo, explicamos: o fato de o parcial valer por 2 dias não dá direito a repetir a entrada, nem de ir a um circuito diferente, mas de visitar parte das atrações daquele mesmo circuito em um dia, parte no outro.

Já o integral dá 10 dias (sem direito a repetição); ah, dá para visitar tudo em menos de 1 semana, então provavelmente você não precisará de todo esse prazo.

Outro ponto: não vale a pena comprar 2 boletos parciais para visitar 2 circuitos, visto que o integral sai mais barato e cobre tudo.

Onde comprar o boleto turístico de Cusco

Então você viu que a modalidade do boleto turístico que você comprará depende do circuito que te interessou. Isso é importante saber porque, caso visite só 1 circuito, economizará dinheiro comprando o parcial em vez do integral! Certo, mas onde comprá-los, então?

O boleto turístico de Cusco só está à venda presencialmente, em Cusco, isto é, não é possível comprar on-line (pelo menos pelo site oficial).

Estes são os pontos de venda oficiais (os 2 primeiros ficam bem próximos à Plaza de Armas, ponto principal de Cusco):

ponto compra boleto turistico cusco

Portaria da Cosituc | Foto: Passagens Imperdíveis

  • Cosituc: El Sol, 103, Galerías Turísticas; todos os dias, das 8h às 18h
  • Oficina de Información Turística (DIRCETUR): calle Mantas, 116; seg. a sáb., das 8h às 12h e das 14h às 18h
  • Portaria de todos os lugares incluídos no boleto (exceto o Museo de Arte Contemporáneo e o Monumento de Pachacutec)

Sabendo disso, você pode passar em um dos escritórios oficiais ou comprar o boleto na entrada do primeiro sítio arqueológico visitado. Em todos os casos, adquira no mesmo dia do passeio, porque o prazo é de dias corridos. Desse modo, se comprar com muita antecedência, pode perder antes de usá-lo.

venda boleto turistico ollantaytambo

Bilheteria em Ollantaytambo | Foto: Passagens Imperdíveis

Preço do boleto turístico

Esta é a hora em que compensa todo o esforço de entender o funcionamento do boleto turístico de Cusco. Isso porque você saberá quanto economizará caso conclua que só precisa do parcial:

  • Boleto integral: S/. 130 (R$ 156)
  • Boleto para estudantes de 18 a 25 anos: S/. 70 (R$ 84) – preço único para integral e parcial, mediante apresentação de carteira de identidade ou passaporte e carteira de estudante ISIC
  • Boleto parcial: S/. 70 (R$ 84) por 1 circuito
  • Crianças até 9 anos: não pagam, mediante apresentação de carteira de identidade ou passaporte
  • Crianças e adolescentes de 10 a 17 anos: S/. 70 (R$ 84) – preço único para parcial e integral, mediante apresentação de carteira de identidade ou passaporte

#PIInforma: os valores e cotação (R$ 1,20 = S/. 1) correspondem a maio/2019. Como podem mudar com o tempo, use-os só como referência para a sua viagem.

Para economizar não só na modalidade correta do boleto turístico, mas também na passagem aérea para o Peru, siga o passagens imperdíveis nas redes sociais (Instagram, Facebook e Twitter) e baixe o aplicativo gratuito.

Veja um exemplo de passagem aérea barata para o Peru postada em nosso Instagram:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Passagens Imperdíveis (@passagensimperdiveis) em

Você receberá notificações de passagens aéreas promocionais para destinos nacionais e internacionais, além de dicas de viagem com esta!