Home > Dicas de viagem > O que fazer em Tel Aviv: roteiro com pontos turísticos, restaurantes, hotéis e dicas

O que fazer em Tel Aviv: roteiro com pontos turísticos, restaurantes, hotéis e dicas

Atenção! Esta lista de o que fazer em Tel Aviv contém agradáveis surpresas. Isso porque, ao contrário do que muitos pensam, essa cidade tem vida noturna agitadíssima, praias maravilhosas e atmosfera supermoderna. Além disso, separamos dicas práticas de viagem, sugestões de restaurantes e indicações de hotéis!

tel aviv a noite israel

Você imaginava que Tel Aviv tem vida noturna vibrante? | Foto por Unsplash

Então, para montar seu roteiro em Tel Aviv, navegue como quiser!

Roteiro resumido de até 2 dias em Tel Aviv

Tenha uma visão rápida de o que visitar em cada dia do seu roteiro em Tel Aviv. Você pode remanejar como quiser, tirando ou acrescentando pontos turísticos por dia, desde que adeque a seu ritmo.

Outro ponto de atenção: há muitas opções de passeios bate-volta, os quais pode fazer no lugar de passar o dia na cidade, caso não tenha tempo sobrando.

Dia 1

  • Praias
  • Old Jaffa

Dia 2

  • Carmel Market
  • Rothschild Boulevard

Mapa do roteiro em Tel Aviv

De modo a deixar mais claras as sugestões de roteiro, criamos um mapa para você visualizar as possibilidades de roteiro em Tel Aviv. Assim, facilita planejar sua viagem!

O que fazer em Tel Aviv

Dividimos esta lista em pontos turísticos de Tel Aviv e opções de passeios próximos. Afinal, a maioria dos viajantes gasta, no máximo, 2 dias na cidade, e dedica os demais para visitar lugares próximos, como Mar Morto e Jerusalém.

#DicaPI: monte seu roteiro por Jerusalém com estas dicas!

Praias de Tel Aviv

gordon beach tel aviv

A areia das praias é bem fofinha | Foto por Flickr

Para você ter ideia, são mais de 10 km de costa, ou seja, muitas praias em Tel Aviv! Nesse sentido, você pode caminhar despretensiosamente pela orla admirando a vista ou escolher uma para tomar sol e relaxar.

Algumas praias e a característica principal de cada:

  • Gordon Beach: ampla faixa de areia com quadras de vôlei, barracas, restaurantes e bares; excelente para curtir de dia ou de noite
  • Frishman Beach: lado a lado com a Gordon e Bograshov, é a mais frequentada por turistas e locais, sobretudo às sextas e sábados
  • Hilton Beach: tem clube de surf, restaurantes e bares e é uma das mais descoladas da cidade
  • Gay Beach: uma parte da Hilton Beach virou point do público LGBT, o que fica visível pelas bandeiras coloridas na orla
  • Maravi Beach: última praia antes de chegar a Jaffa, popular entre surfistas por causa das ondas fortes

Old Jaffa

old jaffa israel

É um canto mais charmoso que o outro em Old Jaffa | Foto por Flickr

Em Jaffa, o antigo contrasta com o moderno, já que a milenar cidade portuária se tornou “bairro” da centenária Tel Aviv.

E o melhor, você pode chegar por meio de uma agradável caminhada pela orla da praia. Assim, dará de frente com o porto, de onde, como narra a Bíblia, o profeta Jonas partiu antes de um grande peixe engoli-lo.

Pelas ruelas afora, você passará por charmosas lojinhas e galerias de arte, bem como pontos históricos. Então anote alguns destaques:

  • Igreja de São Pedro
  • Ponte dos Desejos
  • Mercado de Pulgas (Flea’s Market)
  • Torre do Relógio (Watchtower)

Jaffa deve entrar no seu roteiro de Tel Aviv porque há muito o que fazer de dia e de noite. Quando o sol se põe, bares, restaurantes e casas de show seguem até tarde, fazendo valer a fama da vida noturna.

Carmel Market (Shuk HaCarmel)

carmel market tel aviv

São infinitas as iguarias vendidas na Carmel Market, também chamada de Shuk | Foto por Flickr

O maior mercado da cidade merece lugar na sua lista de o que fazer em Tel Aviv. Conhecido localmente como “Shuk HaCarmel”, chama a atenção pela sinfonia de cores, odores, formas, sons e sabores. Difícil será andar pelos corredores sem comprar nada, porque dezenas de lojas, restaurantes e lanchonetes pipocam oferecendo amostras grátis e boas ofertas.

Dessa forma, se você aprecia comida de rua ou pratos típicos, dê uma chance àquelas que lhe saltarem aos olhos. Alguns tradicionais para experimentar:

  • Humus: pasta de grão de bico
  • Falafel: bolinho de grão de bico
  • Shawarma: sanduíche de carneiro ou peru com pão pita, vegetais e pastas
  • Baklava: sobremesa com pasta de nozes
  • Burekas: pãozinho recheado, podendo ser de queijo, espinafre, berinjela, etc.

Por fim, mais informações úteis para visitar o Carmel Market:

  • Funcionamento: segunda a sábado, durante o dia todo
  • Endereço: Hanger 12, no Namal Tel Aviv
  • Lista de lojas, mapas e eventos: site oficial

Rothschild Boulevard

rothschild boulevard

Arquitetura Bauhaus é o ponto forte nos arredores da Rothschild Boulevard | Foto por Wikimedia Commons

Admirar a arquitetura também é parte do roteiro em Tel Aviv. Afinal, a rua Rothschild Boulevard e seus arredores reúnem diversos prédios no estilo Bauhaus. Essa escola alemã de arquitetura se caracteriza pela simplicidade no design. Além disso, chamam a atenção as fachadas assimétricas, janelas pequenas e a pintura branca.

Tanto que as regiões nas quais se concentram esses prédios ganharam o nome de “White City” (Cidade Branca) e foram tombadas como Patrimônio Mundial da UNESCO.

Indo além desses prédios – construídos na década de 1930, ou seja, entre as primeiras construções de Tel Aviv –, você encontrará arranha-céus modernos na Rothschild. A maioria pertence a riquíssimos bancos e instituições financeiras. Logo, decerto uma das regiões mais caras e elegantes da cidade.

#DicaPI: voltando ao Brasil, visite o conjunto arquitetônico da Pampulha, incluído neste roteiro em Belo Horizonte!

Passeios próximos a Tel Aviv

Os pontos turísticos em Tel Aviv propriamente dita cabem tranquilamente num roteiro de 2 dias. Por isso, considere visitar outros lugares também.

A boa notícia é que a maioria cabe em passeios bate-volta. Assim, você consegue estabelecer sua base em Tel Aviv, caso não queira ficar trocando de hotel ou tenha poucos dias em Israel.

  • Mar Morto: águas muito salgadas e fáceis de flutuar
  • Jericó: muito citada na Bíblia, é uma das mais antigas cidades do mundo
  • Belém: onde nasceu Jesus Cristo
  • Nazaré: Jesus passou boa parte da infância nessa cidade
  • Mar da Galileia: lago em Jesus teria caminhado por sobre as águas

Para visitar esses lugares, a opção mais cômoda é contratar agência de passeios. Desse modo, você não terá trabalho planejando o transporte e ainda receberá explicações detalhadas sobre cada local.

Mas se você quiser economizar, navegue pelo site da viação Egged, que realiza viagens diárias a partir de Tel Aviv para diversas cidades. Você consegue visualizar o horário e itinerário de todos os trechos. Em alguns, dá até para comprar on-line antecipadamente.

#DicaPI: explore nosso roteiro por Israel para saber mais detalhes dos passeios!

Restaurantes e vida noturna em Tel Aviv

Seja para comer, seja para bons drinks, com certeza você achará um lugar com a sua cara para curtir Tel Aviv à noite.

Beit Kandinof

Em plena região histórica de Old Jaffa, um restaurante descontraído para tomar cerveja ou drinks e provar da autêntica culinária local. Então, caso encerre seu dia na área e não saiba em qual dos estabelecimentos entrar, considere esta opção para a noite!

  • Especialidade: culinária israelense
  • Faixa de preço: média de 130 ILS
  • Funcionamento: segunda a quinta, a partir das 17h; sexta e sábado, a partir das 11h
  • Endereço: HaTsorfim St 14
  • Cardápio e reservas: site oficial

Sarona Market

Mercado gourmet repleto de restaurantes, barracas e pubs, o local se destaca não só pela variedade de delícias disponíveis, como também pela infraestrutura. O ambiente é todo coberto e climatizado, com acabamento fino, o que dá um toque extra de requinte à sua refeição. De fato, você se sentirá numa gigantesca (porém charmosa) praça de alimentação de shopping.

  • Especialidade: mercado gastronômico
  • Funcionamento: domingo a quarta, das 10h às 22h; quintas, das 10h às 23h; sextas e feriados, das 8h às 15h; sábados, das 9h às 23h
  • Endereço: Kalman Street Magen 3
  • Faixa de preço: a partir de 100 shekels por pessoa
  • Mais informações: site oficial (use o Google Tradutor, porque está em hebraico)

#DicaPI: sabe um lugar incrível, que lembra o Sarona Market? O Chelsea Market, um dos mercados gastronômicos de Nova York!

HaKosem

Comida boa e barata em Tel Aviv. Esse restaurante especializado em falafel (bolinho de grão de bico) é simples e aconchegante. Portanto, vale a pena para um jantar sossegado ou para recarregar as energias antes de cair na noite.

  • Especialidade: culinária israelense
  • Faixa de preço: média de ILS
  • Funcionamento: domingo a quinta, das 12h às 0h; sextas, das 9h às 16h30
  • Endereço: Shmolo HaMelech 1
  • Mais informações: site oficial

Oasis

Talvez você esteja num clima mais romântico e deseje algo refinado. Nesse sentido, avalie se tem lugar para o restaurante Oasis no seu roteiro por Tel Aviv.

  • Especialidade: cozinha mediterrânea
  • Faixa de preço: média de 250 ILS
  • Funcionamento: domingo a quinta, das 18h às 23h
  • Endereço: Mapu 9
  • Cardápio e reservas: site oficial

Taizu

Yuval Bem Neirah, chef do restaurante Taizu, é famoso em toda a Israel. Mas será que faz jus ao sucesso? A única maneira de saber é provando as criações dele no cardápio inspirado nos 5 movimentos do chi – água, madeira, fogo, terra e metal (equivalentes aos 4 elementos ocidentais).

  • Especialidade: gastronomia asiática contemporânea
  • Faixa de preço: cerca de 230 ILS
  • Funcionamento no almoço: quinta e sexta, das 12h às 15h; sábados, das 12h30 às 15h30
  • Funcionamento no jantar: segunda a quinta, das 18h30 às 23h30; sábado e domingo, das 19h às 23h30; sexta, das 18h às 23h30
  • Endereço: Menachen 23
  • Cardápio e reservas: site oficial

Restaurantes e bares na orla da praia

Aqui a dica não se volta a nenhuma casa em especial, mas para a atmosfera de beira-mar à noite. Logo, permita-se andar sem rumo e entrar no bar ou restaurante que mais lhe parecer convidativo. Se não gostar, vá ao próximo, sempre aproveitando o clima da vida noturna em Tel Aviv!

Restaurantes e bares na Rothschild Boulevard

Que tal unir o útil ao agradável? Se no seu roteiro em Tel Aviv não sobrar tempo de dia para essa rua repleta de prédios Bauhaus, reserve uma noite para explorar os bares e restaurantes de lá. Dessa maneira, pode apreciar a arquitetura e curtir a vida noturna local ao mesmo tempo!

Onde ficar em Tel Aviv

tel aviv israel

Para o seu roteiro em Tel Aviv, procure hotéis perto da praia ou do centro | Foto por Unsplash

Apesar do transporte público conectar a cidade toda, você ganhará bastante tempo se reservar sua hospedagem perto dos pontos turísticos de Tel Aviv que pretende visitar.

Sendo assim, consideramos que estas duas regiões são as mais interessantes onde ficar em Tel Aviv:

  • Centro da cidade: lojas e vida noturna
  • Próximo da costa, mas ainda na região central: lojas, vida noturna e praias

Hotéis em Tel Aviv

Algumas sugestões de hotéis de diferentes estilos e faixas de preço para você ficar em Tel Aviv.

Hostels

Hospedagens baratas e ideais para socializar:

Hotéis intermediários

Considerando a média para 2 pessoas:

Hotéis com quarto para famílias

Opções para até 4 adultos:

Hotéis de luxo

Para experiências acima da média:

Caso nenhum desses te agrade, continue navegando pelo Booking ou procure também no hotéis.com. Certamente você encontrará o hotel perfeito para sua viagem!

#DicaPI: veja mais detalhes sobre hospedagem em Tel Aviv!

Como andar em Tel Aviv

onibus tel aviv empresa dan

Para andar de ônibus, compre o cartão Rav Kav na estação e coloque créditos nele | Foto por Wikimedia Commons

Felizmente, é muito fácil andar pela cidade. Logo, para completar sua lista de o que fazer em Tel Aviv, seu único trabalho será escolher o meio de transporte que mais gostar:

  • A pé: caminhe entre um ponto turístico e outro, ainda mais quando for possível fazer isso pela orla da praia
  • Ônibus: gerenciados pela empresa Dan, a passagem custa 5,90 ILS; para usar, você deve comprar o cartão magnético Rav Kav na estação central de ônibus ou em qualquer de trem, por 5 ILS (não reembolsáveis), e carregá-lo, depois é só passar na leitora quando embarcar
  • Táxi: chame pelo app Gett; se chamar na rua, negocie antes ou peça para ligar o taxímetro
  • Uber: na maioria, são táxis; então priorize o aplicativo Gett
  • Carro alugado: só vale a pena se for para viajar entre as cidades, porque dentro de Tel Aviv é melhor andar a pé

A fim de se deslocar por Tel Aviv, use os aplicativos de mobilidade Google Maps e Moovit, porque lhe mostrarão as melhores rotas.

Quando ir a Tel Aviv

A melhor época para ir a Tel Aviv depende do seu objetivo. Por exemplo, se a ideia é curtir praia, prefira o verão. No entanto, se pretende ir a outras regiões, inclusive desérticas, melhor em temporadas mais amenas:

  • Alta temporada: verão (junho a agosto)
  • Média: outono (setembro a novembro) e primavera (março a maio)
  • Baixa: inverno (dezembro a fevereiro)

De toda forma, as épocas mais equilibradas são no outono e primavera, porque o tempo estará firme, mas sem calor extremo.

Documentação para entrar em Israel

Para entrar em Israel, seja qual for o aeroporto em que desembarcar ou fronteira que atravessar:

  • Passaporte com validade mínima de 6 meses: obrigatório (saiba como tirar o seu)
  • Certificado internacional de vacina: não exigido
  • Visto para Israel: não exigido para permanência de até 90 dias
  • Seguro viagem: não exigido, mas recomendamos se assegurar

#DicaPI: não embarque antes de anotar estas 11 dicas de turismo em Israel!

Mais dicas de viagem Israel

Completou seu roteiro em Tel Aviv? Então continue o planejamento da sua viagem com mais estas dicas de Israel: