O que fazer em Foz do Iguaçu: roteiro resumido e dicas práticas

cataratas iguacu foz do iguacu

Visitar as cataratas é o item número 1 da lista de o que fazer em Foz do Iguaçu! | Foto: Flickr

Você, que se pergunta “o que fazer em Foz do Iguaçu?”, acabou de encontrar um roteiro resumido, pontos turísticos detalhados e dicas práticas para a sua viagem, inclusive com crianças. Confira!

Roteiro em Foz do Iguaçu: resumo de 5 dias

Este roteiro resumido dá uma noção de o que fazer em Foz do Iguaçu em 5 dias, incluindo o da chegada. Mas se trata apenas de uma sugestão, já que você pode organizar a sua viagem como quiser!

Dia 1 – Chegada

  • Câmbio de reais para pesos em supermercado
  • Compra de capa de chuva para as Cataratas
  • Bar de gelo

Dia 2 – Cataratas brasileiras

Dia 3 – Cataratas argentinas

Dia 4 – Itaipu

Dia 5 – Dreamland

#DicaPI: saiba quanto custa viajar para Foz do Iguaçu com gastos detalhados dia a dia!

Voltar ao sumário

O que fazer em Foz do Iguaçu

Monte seu roteiro com a ajuda desta lista de o que fazer em Foz do Iguaçu!

Voltar ao sumário

Cataratas do Iguaçu

macuco safari barco cataratas iguacu

Passeio de barco nas Cataratas do Iguaçu para vê-las mais de perto: você tem coragem? | Foto: Flickr

Sua viagem só começará oficialmente quando você estiver cara a cara com as famosas Cataratas do Iguaçu. As brasileiras ficam dentro do Parque Nacional do Iguaçu, Patrimônio Natural da Humanidade desde 1986, local muito bem organizado e seguro, fácil de visitar.

Uma vez no parque, você embarcará no ônibus gratuito saindo Centro de Visitantes. São 3 paradas:

  • Trilha do Poço Preto (paga à parte)
  • Macuco Safari (passeio de barco pago à parte)
  • Trilha das Cataratas (incluída no ingresso)

A seguir, vamos abordar cada uma em detalhes. Mas, desde já, um aviso: programe todas essas atividades para o mesmo dia, de modo a pagar só uma vez pelo ingresso de entrada no parque; caso volte no dia seguinte, deverá comprar outro bilhete.

Trilha das Cataratas

Você percorre um circuito panorâmico com 1,2 km de extensão, onde estão as famosas quedas d’água, incluindo a Garganta do Diabo, principal atração.

Chegando ao final da trilha, hora de sentir a força da natureza! Há uma passarela que leva a bem pertinho das cataratas. Você se molhará, mas vale a pena!

Sendo assim, leve capa de chuva, de preferência comprada fora do parque. Afinal, o preço pode triplicar se você deixar para última hora: média de R$ 5 na cidade; média de R$ 15 nas cataratas.

O circuito panorâmico é relativamente curto. Em 1 hora e meia, é possível fazer todo o trajeto, parando para tirar fotos, observando o local com a atenção e sem pressa. Dessa maneira, você poderá aproveitar mais o dia, curtindo também os passeios de Macuco Safari e Poço Preto.

  • Ingresso do parque, incluindo a Trilha das Cataratas: R$ 43
  • Funcionamento: terça a domingo, das 9h às 16h
  • Endereço: rodovia BR-469, km 18
  • Mais informações: site oficial

Macuco Safari

Há 33 anos dentro do Parque Nacional do Iguaçu, propicia momentos de adrenalina e aventura. Isso porque, a bordo de um bote, você navega ao leito do rio Iguaçu, até as quedas dos Três Mosqueteiros.

Sobre isso, você poderá escolher até onde ir:

  • Bem perto das cascatas, onde o banho é garantido
  • Mais distante, onde dá para observar a queda, mas longe o suficiente para não se molhar

Por ser um passeio que possui número de visitantes limitados ao dia, compre com antecedência, pelo site do Macuco Safari. Entretanto, mesmo com os bilhetes adquiridos antes da viagem, não há como marcar horário. O passeio é por ordem de chegada.

Ao todo, você gastará cerca de 2 horas para curtir o momento, sempre com muita aventura e segurança.

Trilha do Poço Preto

Ainda dentro do Parque Nacional do Iguaçu, você poderá fazer a Trilha do Poço Preto, cuja extensão é de 9 km e leva até 4 horas para ser completada, a depender do meio escolhido:

  • A pé
  • Bicicleta
  • Carro elétrico

Ao final, os grupos se encontram para uma volta de barco a motor pelo rio Iguaçu. Há uma parada inclusa para quem quiser explorar um trecho a bordo de um caiaque.

  • Preço: verifique no local a tarifa vigente, caso a trilha esteja ativa

Voltar para roteiro resumido

Parque das Aves

parque aves foz do iguaçu

O Parque das Aves não é uma simples exposição, mas um esforço para preservar as espécies locais | Foto: Flickr

O Parque das Aves fica a 500 metros do Parque Nacional do Iguaçu. Por isso, indicamos que inclua esse passeio no mesmo dia do parque.

Mais de 1.400 aves, de 150 espécies diferentes, vivem nessa área de preservação. São tucanos, guarás, maritacas, araras e outras. Além disso, há jacarés e iguanas no parque.

Um dos pontos altos desse tour é a experiência de entrar nos viveiros, ficando bem próximo aos pássaros, que não oferecem perigo.

  • Preço: R$ 60
  • Funcionamento: terça a domingo, das 9h às 17h
  • Endereço: rua das Cataratas, km 17.1
  • Mais informações: site oficial

Voltar para roteiro resumido

Cataratas argentinas

cataratas iguacu foz do iguacu

As quedas d’água nas Cataratas do Iguaçu são intimidadoras, porém lindas, inclusive na Argentina! | Foto: Flickr

Não pense que o fato de ter visitado o lado brasileiro das Cataratas do Iguaçu esgotou as possibilidades de explorar essa maravilha da natureza. De fato, a parte situada na Argentina, na cidade fronteiriça de Puerto Iguazu, oferece até mais atrações do que a nacional.

A grande diferença é que o parque argentino tem mais trilhas no meio da mata e próximas às quedas d’água. Portanto, uma dose extra de aventura e contato com a natureza. Diante disso, você pode:

  • Percorrer até 3 circuitos diferentes a pé
  • Passear no barco Gran Aventura (pago à parte)

Enquanto no lado no Brasil o transporte interno é de ônibus, nas Cataratas argentinas um trenzinho conecta as atrações. Mas, atenção, porque há menos horários de partida e os trajetos entre uma trilha e outra podem ser demorados, conforme o número de paradas.

Por sua vez, o Gran Aventura é um passeio pago à parte. Trata-se de botes que chegam bem perto das quedas d’água. Logo, prepare-se para emoções fortes. Isso porque navegam em velocidade considerável e sua proximidade das cascatas chega a dar medo. Mas, calma, que todo o esquema é bem seguro!

Para esse passeio que dura cerca de 2 horas, indicamos que, com o ingresso em mãos, faça a sua reserva assim que chegar ao parque, em um quiosque voltado a isso.

Conforme seu ritmo e gosto, a fim de explorá-lo ao máximo, você pode visitar o parque 2 dias seguidos. Nesse sentido, ao comprar os ingressos, você receberá 50% de desconto para o dia seguinte.

Como chegar às Cataratas argentinas

Apesar da travessia de fronteiras, é fácil chegar às Cataratas na Argentina:

  • Ônibus: primeiro, na rua mesmo, embarque na EasyBus ou Rio Uruguay e peça para descer no ponto para o ônibus que segue para o parque, já em Puerto Iguazu; esse ponto é bem sinalizado (e cheio de turistas); na volta, o trajeto é o mesmo – tudo não passa de R$ 40, pagos em reais ou pesos argentinos; os últimos ônibus partem para Foz na faixa das 22h
  • Passeio: contrate uma agência com guia, espere no seu hotel e curta o dia; a desvantagem é a inflexibilidade de horário
  • Táxi ou transfer privativo: possibilidade mais cara, porém dá autonomia para explorar a Puerto Iguazu após aproveitar o parque

Já que você estará em outro país, lembre-se de fazer câmbio de reais por pesos argentinos ainda no Brasil, porque a cotação é melhor do que na Argentina. E ainda que alguns estabelecimentos aceitem pagamento em real, é mais lucrativo pagar na moeda local, visto que a cotação é desfavorável nesses casos.

Voltar para roteiro resumido

Marco das 3 Fronteiras

marco tres fronteiras foz iguacu

O Marco das 3 Fronteiras celebra a paz entre Brasil, Argentina e Paraguai | Foto: Flickr

Esse ponto turístico de Foz do Iguaçu celebra a tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina. Sendo assim, em cada um desses países há uma espécie de praça com monumentos homenageando a união entre os povos.

No lado brasileiro, você encontrará um mirante com vista para o rio Paraná, que une os 3 países. Ainda nesse espaço, há diversos espaços, shows de luz e apresentações culturais à noite mostrando belezas e histórias dessas nações. Em meio a tudo isso, uma certeza: não faltarão cenários para belas fotos!

  • Preço: R$28,50
  • Funcionamento: terça a domingo, das 15 às 21h
  • Endereço: avenida General Meira, s/n, Jardim Eldorado
  • Mais informações: site oficial

Voltar para roteiro resumido

Templo Budista Chen Tien

templo budista foz do iguacu

Estátua sorridente dá as boas-vindas no Templo Budista em Foz do Iguaçu | Foto: Flickr

Não só as fronteiras próximas, mas também a diversidade étnica faz seu roteiro em Foz do Iguaçu rico e diferenciado. Agora, o mérito é das comunidades chinesas que ergueram o Templo Budista Chen Tien.

Logo na entrada, você se deparará com diversas imagens no jardim: Buda Sorridente, responsável pelas boas-vindas; Buda Reclinado, muito parecido com o Buda Deitado, do templo Wat Pho, na Tailândia; e o pátio composto por 108 budas celestiais que representam japamala, artefato budista empregado em meditações, por exemplo.

Para além das imagens no exterior, aproveite para entrar no templo, acender uma vela, fazer um pedido e agradecer. Com certeza, será uma visita mais que especial!

Se você já visitou templos budistas na Ásia, esse passeio será um retorno à viagem. Por outro lado, se ainda não embarcou para tão longe, é uma introdução e tanto ao que lhe espera no outro lado do mundo.

Como cada minuto numa viagem é sagrado, recomendamos que você aproveite para visitar o Templo Budista Chen Tien no mesmo dia de Itaipu. Desse modo, aproveitará melhor o seu tempo, uma vez que a construção religiosa fica no meio do caminho para a usina hidrelétrica.

Na hipótese de deixar o templo para depois da usina, organize-se para chegar antes das 16h30, horário em que fecha a novos visitantes. A maneira mais fácil de conciliar é usando aplicativo de transporte, como Uber, 99 e Garupa.

Voltar para roteiro resumido

Itaipu

usina itaipu foz do iguacu

Em geração de energia, a usina hidrelétrica Itaipu é a maior do mundo! | Foto: Flickr

Itaipu é um dos atrativos mais populares entre o que fazer em Foz do Iguaçu. Isso porque é a maior hidrelétrica do mundo em produção de energia.

diversas opções de passeios, então você pode passar o dia inteiro por lá ou escolher só os que lhe interessarem:

  • Vista Panorâmica: tour convencional, com foco na área da barragem; você aprenderá sobre a geração de energia e verá a usina a partir de diferentes ângulos
  • Ecomuseu: conta a história do local
  • Refúgio Ecológico: visita à mata protegida desde o início da usina

Quanto à logística do passeio, tão logo passar pelo portão de entrada, chegará ao Centro de Visitantes, localizado em uma pequena rodoviária, de onde saem os ônibus internos. Daí, você embarcará para o ponto de partida do passeio.

Independentemente do tour escolhido, compre on-line e agende um horário!

  • Preços:
    • Vista Panorâmica: R$ 42
    • Ecomuseu: R$ 30
    • Refúgio Ecológico: R$ 18
  • Funcionamento: todos os dias, das 8h às 16h
  • Endereço: avenida Tancredo Neves, 6702
  • Detalhes e ingressos: site oficial

Voltar para roteiro resumido

Complexo Dreamland

Um só lugar, diversas atrações para crianças de todas as idades (inclusive adulta!), devido à abordagem lúdica, criativa e divertida. Confira!

Vale dos Dinossauros

vale dos dinossauros foz iguacu

Experiência no Vale dos Dinossauros é ideal para crianças de todas as idades | Foto: Flickr

O Vale dos Dinossauros é um pequeno parque com réplicas e explicações sobre a época em que os gigantes animais habitaram o planeta Terra. De forma didática, ensinam sobre as espécies, assim como seus hábitos. Para fechar a brincadeira, muitos ainda emitem som, o que torna tudo ainda mais real!

  • Preço: R$ 94 (consulte o passaporte Dreamland para ter descontos)
  • Funcionamento: todos os dias, das 10h às 18h
  • Endereço: avenida das Cataratas, 8100
  • Detalhes e ingressos: site oficial

#DicaPI: você também pode incluir o Vale dos Dinossaouros em seu roteiro por Gramado, pois há uma unidade do parque lá também!

Voltar para roteiro resumido

Dreamland Museu de Cera

Este é conhecido como o museu de cera brasileiro, no qual você verá estátuas de artistas, personalidades e personagens do Brasil e do mundo. Por exemplo, E.T., Bob Esponja, Rainha Elizabeth e Ayrton Senna. Aproveite para tirar fotos em família, selfies e se divertir!

  • Preço: R$ 94 (consulte o passaporte Dreamland para ter descontos)
  • Funcionamento: terça a domingo, das 10h às 17h
  • Endereço: avenida das Cataratas, 8100
  • Detalhes e ingressos: site oficial

Maravilhas do Mundo

Diversas salas guardam uma coleção de maquetes representando lugares famosos do globo, como Torre Eiffel, Torre de Pisa, Praça Vermelha e Casa Branca. Se você estiver viajando com crianças, um excelente lugar para introduzi-las às maravilhas que as aguardam para futuras viagens.

  • Preço: R$ 94 (consulte o passaporte Dreamland para ter descontos)
  • Funcionamento: todos os dias, das 10h às 20h
  • Endereço: avenida das Cataratas, 8100
  • Detalhes e ingressos: site oficial

Dreamland Ice Bar

Temperatura abaixo de 0 °C, estrutura toda de gelo e ótimos cenários para fotos. É o que você encontra no bar de gelo anexo ao Dreamland.

  • Preço: R$ 94 (consulte o passaporte Dreamland para ter descontos)
  • Funcionamento: todos os dias, das 8h às 23h30
  • Endereço: avenida das Cataratas, 8100
  • Mais informações: site oficial

Voltar para roteiro resumido

Icebar Brasil

Semelhante àquele da Dreamland, esse outro bar de gelo em Foz do Iguaçu também é uma ótima opção para beber drinks alcoólicos ou não, curtir música e se divertir bastante.

  • Preço: R$ 75
  • Funcionamento: todos os dias, das 13h às 23h
  • Endereço: avenida das Cataratas, 3570, Shopping Catuaí Palladium
  • Mais informações: página no Facebook

Voltar para roteiro resumido

Como chegar a Foz do Iguaçu

A maneira mais prática de chegar ao destino é desembarcando no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu/Cataratas. Nesse sentido, pousam voos diretos de diversas capitais brasileiras, como:

  • São Paulo
  • Curitiba
  • Porto Alegre

Sendo assim, caso sua cidade de origem não tenha voo direto, você terá de fazer conexão em outra, a exemplo das citadas acima. E como era de se esperar, as principais cias. aéreas nacionais voam para Foz do Iguaçu:

  • GOL
  • Azul
  • LATAM

Tais companhias costumam vender passagens aéreas promocionais para Foz do Iguaçu. Vejo um exemplo de promoção que divulgamos para esse destino:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Passagens Imperdíveis (@passagensimperdiveis) em

Se você quiser economizar dinheiro, aproveite oportunidades de passagens aéreas baratas para Foz do Iguaçu fazendo o seguinte:

Há 7 anos, o Passagens Imperdíveis divulga promoções de passagens aéreas para milhões de seguidores!

Voltar ao sumário

Quando ir a Foz do Iguaçu

Seja qual for a época, água, caindo do céu ou na terra, faz parte de qualquer roteiro em Foz do Iguaçu, visto que as principais atrações – Cataratas do Iguaçu e usina de Itaipu – ganham certo charme com as chuvas.

  • Verão (janeiro a março): calor (máximas de 33 °C) e chuvas frequentes; Cataratas mais volumosas
  • Outono (abril a junho): temperatura amena (média de 20 °C) e menos chuvas; Cataratas ainda volumosas, mas não tanto quanto no verão
  • Inverno (julho a setembro): frio (mínimas de 10 °C) e poucas chuvas; Cataratas ganham contornos definidos, devido à menor vazão de água – julho e agosto são os mais secos do ano
  • Primavera (outubro a dezembro): calor (máximas de 33 °C) e chuvas voltando – outubro é o mais chuvoso do ano; Cataratas voltam a ter grande vazão de água

Note, nesse contexto, que cada época tem sua particularidade. Então, resumindo:

  • Cataratas e usina bem cheias: vá nas épocas chuvosas, isto é, verão e primavera
  • Formas mais definidas, porque estarão menos cheias: outono e inverno

Ambas as épocas valem a pena a visita, por isso não desperdice qualquer oportunidade, principalmente se encontrar passagem aérea barata para Foz do Iguaçu que coincida com o período que você pode visitar.

Voltar ao sumário

Quantos dias ficar em Foz do Iguaçu?

Se você tiver a chance de fazer um roteiro em Foz do Iguaçu, de 3 a 7 dias inteiros, ou seja, 5 a 9 dias contando ida e volta, vá, pois decerto visitará lugares interessantes nesse meio tempo:

  • Básico, com Cataratas, Itaipu e compras: 3 dias inteiros
  • Visitar Argentina ou Paraguai: 4 dias inteiros
  • Curtir Argentina + Paraguai, com calma: 5 dias inteiros
  • Básico, países vizinhos e parques temáticos: 7 dias inteiros

#DicaPI: outra cidade turística no Sul em que roteiros curtos também funcionam é Gramado!

Voltar ao sumário

Onde ficar em Foz do Iguaçu

Por pura e simples conveniência para turismo, leia-se, facilidade de transporte, pontos de interesse próximos e ampla oferta de hotéis, recomendamos ficar:

  • Centro da cidade
  • Avenida das Cataratas

Essas regiões concentram diversos tipos de hospedagem, das mais baratas às mais luxuosas. Por exemplo:

A escolha da hospedagem é tão importante para a viagem, que até escrevemos um artigo repleto de dicas de onde ficar em Foz do Iguaçu!

Voltar ao sumário

Transporte em Foz do Iguaçu

Tanto para sair do aeroporto quanto para andar pela cidade, o transporte em Foz do Iguaçu serve bem. Isso porque os pontos turísticos são facilmente acessíveis e há diversos meios públicos e particulares com boa relação entre custo e benefício.

Como ir do aeroporto de Foz do Iguaçu ao seu hotel

Da mais barata e raiz à mais confortável e conveniente, veja como sair do aeroporto de Foz do Iguaçu:

  • Ônibus: linha 120; custa R$ 3,95; horários detalhados
  • Uber, 99 e Garupa: viagens na média de R$ 20 a R$ 25; atente-se à aérea permitida para embarque em carros de aplicativo
  • Táxi: procure pela fila dos taxistas e confira se usam taxímetro; a média das corridas é de R$ 60 (cotação até o Centro)
  • Transfer: agências de receptivo oferecem serviço e cobram, em média, R$ 20 por pessoa
  • Carro alugado: você pode reservar um veículo on-line e retirá-lo no aeroporto ou fazer o pedido tão logo desembarcar. Faça sua cotação!

Como andar em Foz do Iguaçu

Em todos os casos, você não encontrará dificuldades. O que manda aqui é seu gosto e orçamento:

  • Ônibus: o transporte público serve os principais pontos da sua lista de o que fazer em Foz do Iguaçu; planeje-se com o Google Maps ou Moovit; a tarifa custa R$ 3,95
  • Uber, 99 e Garupa: a única queixa é quanto à possibilidade de demora, mas se você tentar em mais de um aplicativo, pode contornar o problema
  • Passeios: buscam no hotel e cumprem itinerários definidos, inclusive com guia; total comodidade, mas tira sua autonomia na criação do roteiro
  • Táxi: disponíveis por telefone, app ou pontos, embora cobrem mais caro do que os aplicativos de mobilidade
  • Carro alugado: apenas se fizer muita questão de dirigir, porque os demais meios de transporte atendem bem

Como atravessar as fronteiras para Argentina e Paraguai

fronteira foz do iguacu argentina paraguai

Em Foz do Iguaçu, você pode atravessar as fronteiras andando | Foto: Wikimedia Commons

Mesmo que por algumas horas apenas, você pode visitar esses países vizinhos de Foz do Iguaçu:

  • Ônibus: viações, como Easybus e Rio Uruguay conectam Foz do Iguaçu à Ciudad del Este (Paraguai) e Puerto Iguazu (Argentina); as passagens custam menos de R$ 20; aceitam em reais ou moeda estrangeira; o embarque é na rua – veja no seu hotel o ponto mais próximo
  • Uber, 99 e Garupa: embora não atravessem a fronteira, servem para os free shops, já que, no Paraguai, é parar na fronteira e andar 5 minutos a pé, enquanto na Argentina, o shopping fica antes da imigração, daí você desce na porta mesmo
  • Passeios: apesar de mais caros, dão toda a assistência nos trâmites migratórios, câmbio de moeda e compras
  • Táxi: têm a vantagem de flexibilidade do horário e conforto
  • Transfer privativo: o motorista fica por sua conta, o que dá liberdade para explorar pontos turísticos nos países vizinhos
  • Carro alugado: na locadora, você deve solicitar autorização para ir a outros países e conferir a necessidade de seguro adicional (na Argentina, por exemplo, é obrigatório para motoristas)

Existe um acordo de facilitação que permite a travessia da fronteira com CNH para visitas de curta duração. Mas, por precaução, leve seu passaporte ou identidade (RG). Assim, evita qualquer transtorno na imigração.

Mais um detalhe importante: em Puerto Iguazu, na Argentina, cobra-se uma taxa de ecoturismo no valor de ARS 90 (mais ou menos R$ 7).

Enfim, há casas de câmbio em supermercados de Foz do Iguaçu, como aqueles da rede Super Muffato e Big.

#DicaPI: veja países que não exigem passaporte para a entrada de brasileiros!

Voltar ao sumário

Compras internacionais

free shop argentina foz do iguacu

O free shop de Puerto Iguazu, na Argentina, fica antes da fronteira, então você pode ir de Uber | Foto: Flickr

Na sua lista de o que fazer em Foz do Iguaçu, provavelmente entrarão as compras, seja no Paraguai/Argentina, seja nos free shops, que vendem produtos mais baratos que a média. Por isso, ao voltar para casa, você deverá, antes do embarque, passar seus pertences pelo raio X da Receita Federal.

A medida visa garantir que turistas não comprem além do permitido sem que os devidos impostos sejam pagos. Sobre isso, a cota por pessoa é de US$ 500,00 (os quais você deverá converter em reais conforme a cotação do dia).

Voltar para roteiro resumido

Mais dicas de viagem para o Sul do Brasil

Continue explorando destinos incríveis no Sul do Brasil:

Foz do Iguaçu

Beto Carrero

Gramado e Canela

Florianópolis

Voltar ao sumário