Home > Dicas de viagem > Templos budistas em Bangkok: informações e dicas úteis

Templos budistas em Bangkok: informações e dicas úteis

Bangkok possui mais de 400 templos budistas espalhados em todo o seu território. Assim, eles vão de grandes estruturas até altares mais simples. Por isso, é possível que, ao conhecer a capital tailandesa, você fique perdido em relação a esse tema.

Estivemos em Bangkok por uma semana e listamos os principais templos a serem visitados, te contando mais detalhes agora, neste texto. A nossa escolha foi feita a partir da importância que cada um deles carrega, sendo, sim, os mais imprescindíveis para quem vai à cidade pela primeira vez.

templo budista bangkok

Wat Arun, o Templo do Amanhecer | Foto: Passagens Imperdíveis

Navegue pelo menu ou siga o texto. E, claro, depois que conhecer os principais templos de Bangkok, fique à vontade para explorar outros que não são tão famosos, combinado?

Ah! Antes, uma curiosidade: sempre que você ver o termo “Wat”, significa que é um templo. Por isso, todos os eles começam com essa palavrinha.

Como se vestir para visitar os templos budistas de Bangkok

Para visitar os templos budistas, é importante se atentar aos costumes locais. Mesmo sendo lugares turísticos, é indicado se vestir de forma adequada, também se portando de acordo com a tradição. O budismo é a religião tailandesa e os templos representam a crença de todo um povo.

A nossa dica é ir com as pernas e ombros cobertos, sempre! Mulheres podem, inclusive, levar um lenço para cobrir os ombros e uma saia bem leve na bolsa. Em muitos templos, inclusive, há lojas de aluguel de calças e venda de blusas. Se a vestimenta não estiver de acordo, você não entra, ok?

Por fim, evite também decotes e chinelos.

Visitando os templos budistas de Bangkok

Wat Pra Kaew, Buda Esmeralda no Grand Palace

o templo do buda esmeralda no grand palace

O Wat Phra Kaew, que significa “Capela Real”, é considerado importante ponto turístico da capital tailandesa | Foto: Passagens Imperdíveis

Esse será, provavelmente, o primeiro templo que você irá visitar, tamanha é a sua importância. O Wat Pra Kaew, o Templo do Buda Esmeralda, está localizado dentro do Grande Palácio de Bangkok, local que pertence à família real.

O Wat Pra Kaew é uma linda capela dourada, que tem como intuito reproduzir referências de um antigo templo de Ayutthaya (a velha capital da Tailândia), que, infelizmente, foi destruído por invasores da Birmânia.

Por lá, você encontrará uma imagem de 66 centímetros de Buda, essa descoberta no século 14, na cidade de Chiang Rai. A estátua é toda feita de Jade, pedra rara de ser encontrada e muito valorizada no país.

Apesar de seu tamanho, esse é um dos Budas mais admirados de toda a Tailândia e isso se deve pela sua história e, também, pelo material do qual foi lapidado – como contamos acima.

Importante: não é permitido fotografar dentro da capela. Respeite e apenas aprecie.

Além do Wat Pra Kaew, aproveite para conhecer as outras partes do Grand Palace, que traz construções ricas em detalhes, de encher os olhos.

Informações

Horários: todos os dias, de 8h30 às 15h30

Ingressos: consulte valores e datas no site oficial

Importante: a entrada ao Grand Palace está inclusa a visita ao Buda Esmeralda.

Wat Pho, Buda Deitado

Esse foi um dos nossos templos budistas preferidos em Bangkok! O Wat Pho é um complexo de templos, sendo que o principal deles é onde está a famosa estátua de 43 metros de comprimento, o Buda Deitado. Ela simboliza o último momento da iluminação de Buda, minutos antes da sua morte aos 80 anos.

templo do buda deitado - templos budistas de bangkok

O Templo do Buda Deitado é considerado um dos mais importantes da capital da Tailândia | Foto: Passagens Imperdíveis

Além de ver a imagem de perto, aproveite para jogar moedinhas (disponíveis no local) nas coletoras que também estão posicionadas por lá. A crença budista diz que esse ritual atrai prosperidade. Para isso, é preciso uma pequena contribuição de cerca de 20 baht (menos de 1 dólar).

Para além do grande Buda, o Wat Pho é um local de muita paz e vale ficar um tempo apreciando toda a sua beleza.  Há, inclusive, um jardim onde está a Bodhi Tree, uma espécie de árvore que, de acordo com a história, foi onde Buda atingiu a iluminação pela primeira vez.

O Wat Pho também é uma escola de massagem tailandesa, das mais tradicionais. Você pode fazer uma sessão relaxante ou, até mesmo, cursar a técnica. Há cursos de curta e longa duração.

buda deitado - templos budistas de bangkok

Mais detalhes do Buda Deitado, dessa vez, do pé da imagem | Foto: Passagens Imperdíveis

Informações

Horários: todos os dias, de 8h às 18h30

Ingressos: consulte valores e datas no site oficial

Wat Arun, Templo do Amanhecer

Para ir ao Wat Arun, você irá atravessar o rio Chao Phraya, já que ele fica do lado oposto ao Wat Pho e ao Grand Palace. Só por isso, já vale a ida ao local, certo? Não mesmo!

O passeio de barco é, sim, uma delícia. Mas o Templo do Amanhecer é lindo, sendo uma das paisagens mais icônicas da Tailândia. Aprecie todos os detalhes do santuário que foi construído no lugar de outro que existia ali, em 1768, ainda na época em que a capital do país acabava de sair de Ayutthaya.

Dos templos budistas, o Wat Arun é dos poucos que não possui uma imagem histórica de Buda. O atrativo é a sua construção e seus demais espaços, todos grandiosos e rico em detalhes.

templo do amanhecer em bangkok

O Wat Arun e sua linda arquitetura | Foto: Passagens Imperdíveis

As torres, por exemplo, são de conchas e porcelana colorida, trazendo também estátuas de animais. Se tiver fôlego, suba até a torre mais alta, com seus 80 metros, que promete proporcionar umas das imagens mais lindas de Bangkok.

Informações

Horários: todos os dias, de 8h às 17h30

Ingressos: 50 baht (média de R$7)

Wat Traimit, Buda de Ouro

O Wat Traimit pode ser incluído no seu dia de roteiro por Chinatown, já que ele está localizado na região. O santuário também está na lista dos nossos preferidos, tamanha é a energia boa que sentimos ao visitá-lo.

Sim, ele é muito turístico e está sempre cheio, mas vale a pena. A dica é ir logo cedo, assim que abrir. Ao subir as escadas da estrutura, você será convidado (após a compra do ingresso), a conhecer o museu que conta a história da estátua do Buda de Ouro. Na saída, há uma lojinha para comprar lembranças da visita.

Após, siga em direção à capela onde está a imagem de Buda, a maior feita em ouro maciço, que possui mais de 3 metros de altura e cerca de 5 toneladas e meia! Além de toda a sua grandiosidade, há muita história, já que a mesma tem mais de 700 anos.

wat traimit, templo do buda de ouro - templos budistas de bangkok

A estátua é a maior de ouro maciço no mundo e um dos mais preciosos tesouros da Tailândia e do budismo | Foto: Passagens Imperdíveis

Curiosidade: a estátua era, inicialmente, coberta de gesso, como forma de protegê-la contra os invasores. A sua forma original feita de ouro só foi descoberta quando a mesma foi quebrada, por acidente, na década de 50.

Informações

Horários: todos os dias, de 8h às 17h

Ingressos: 40 Bahts (média de R$5)

Wat Saket, Templo da Montanha Dourada

O Wat Saket, inicialmente, estava em nossos planos de viagem. Mas, por uma questão de tempo (ficamos cerca de 3 dias em Bangkok e 2 em Koh Samet), não conseguimos visitar. Incluímos ele, nesta lista, por ser um dos templos budistas mais antigos da cidade.

Wat-Saket-flickr-SEBASTIEN-SCHNEIDER

Templo do Amanhecer, localizado no alto da montanha | Foto: Flickr, Sebastien Schneider

O santuário, conhecido no Brasil como Templo da Montanha Dourada, como o próprio nome diz, está no topo de uma pequena montanha de Bangkok, essa que é artificial e foi construída a partir dos destroços de uma grande estupa que ficava ali.

Para chegar ao Wat Saket, prepare a sua água e a energia, já que são 318 degraus de subida, em espiral, ao redor da montanha. Ainda sobre o Templo, diz a lenda que lá estão os restos mortais de Buda, trazidos da Índia!

Informações

Horários: todos os dias, de 9h às 17h

Ingressos: o ingresso é gratuito, mas para entrar na estrutura é preciso pagar 10 baht (R$1 ). Veja mais informações aqui.

Dica PI para visitar os templos budistas de Bangkok

  • Bangkok é uma cidade muito quente em todas as épocas do ano, mesmo quando chove. Por isso, a nossa dica é levar água com você, sempre! Se hidrate e evite comprar garrafinhas de marcas desconhecidas, já que a água da Tailândia não é confiável;
  • Visite os templos budistas na parte da manhã ou no fim da tarde. Evite horários entre 12h e 15h, já que a sensação de calor aumenta nesse período;
  • Como contamos no início, vá com roupas adequadas e evite constrangimento, além de demonstrar que se informou sobre a cultura local;
  • Em vários templos há espaço para orações, onde as pessoas se concentram para tal. Não filme ou tire fotos desse momento;
  • Por fim, ainda sobre fotos e filmagens, quando tiver placas indicando para não fotografar, respeite e guarde a imagem na memória.

Gostou das dicas? Saiba mais sobre como visitar a Tailândia em um texto completo que preparamos. Se tiver mais dicas de templos budistas, nos conte aqui nos comentários também!

Agora que você já conhece mais sobre os templos budistas, fique de olho nas nossas promoções !

Viajar para a Tailândia ficou mais fácil e barato. Siga as nossas redes sociais (InstagramFacebook e Twitter) e, baixe, também, o nosso aplicativo gratuito.  Todos os dias, tem ofertas de passagens aéreas e pacotes de viagem pra você. Bora viajar!