Home > Dicas de viagem > Viajar para a Tailândia: dicas e informações úteis

Viajar para a Tailândia: dicas e informações úteis

Viajar para a Tailândia é o sonho de muitos brasileiros! Por ser um país localizado, literalmente, do outro lado do mundo, surgem muitas dúvidas antes do embarque: precisa de visto? É perigoso? Como funciona a rede 3/4G?

Então, vamos falar sobre esses e outros assuntos, o que irá tornar a sua aventura pela Ásia bem mais fácil e gostosa. Mas antes, um leve spoiler sobre esse destino: ele é, sim, apaixonante, com pessoas queridas que vão te proporcionar lindos e leves sorrisos na alma!

Abaixo, navegue pelo menu ou siga o texto!

Documentos obrigatórios para viajar para a Tailândia

Abaixo, está a lista dos documentos necessários para a entrada de brasileiros no país.

passaporte brasileiro (com validade de 6 meses antes do vencimento e folha em brando para o carimbo);

certificado de vacinação é obrigatório para viajar à tailândia

O Cartão Internacional de Vacinação é obrigatório na Tailândia | Foto: Passagens Imperdíveis

– CIVP – cartão internacional de vacinação (obrigatório comprovar a vacinação contra a febre amarela);

seguro viagem (não é obrigatório, mas indicado ir assegurado);

– comprovante de hospedagem ou carta-convite (esse segundo, caso fique na casa de algum conhecido);

– reserva do voo de retorno.

Tailândia precisa de visto?

Não. Assim, brasileiros podem permanecer no destino, sem a necessidade de pedido de visto, por até 90 dias.

Conexão em Pequim e Xangai: visto chinês

Há a necessidade de visto apenas se a pessoa sair do aeroporto. Se for o caso, a emissão será feita no ato, sendo um visto de trânsito por até 72 horas.

No entanto, em caso de conexões curtas, onde você não sairá do aeroporto, é indicado estar apenas com o comprovante do voo seguinte em mãos, de preferência impresso.

Imigração na Tailândia

É provável que você chegue pelo Suvarnabhumi, que é o Aeroporto Internacional de Bangkok (sigla BKK). Aqui, uma curiosidade: ele está entre os 20 aeroportos mais movimentados do mundo!

Assim, ao desembarcar, antes de entrar na fila da imigração, pergunte a um funcionário, ou vá em um dos balcões de informação, sobre o posto de verificação de vacinação. Isso é MUITO, mas muito importante! Sem esse primeiro passo, você será barrado na fila de imigração, combinado?

Então, ao chegar nesse posto, preencha o formulário que estará disponível por lá mesmo. Apresente-o junto ao seu CIPV. Assim, após essa validação, siga para a imigração.

Na imigração, esteja com todos os documentos, citados acima, em mãos. Assim, geralmente esse é um momento demorado, já que são muitos turistas chegam à Tailândia a todo o momento.

Quando chegar a sua vez, entregue o passaporte ao agente e espere que ele peça os demais papéis. A comunicação será feita em inglês e geralmente serão perguntas básicas. Então, não se preocupe se não houver fluência no idioma.

No nosso caso, nos perguntaram sobre quanto tempo iríamos ficar no país, onde iríamos nos hospedar e qual era o intuito da viagem.

Assim, passada essa etapa, será a vez de retirar a sua mala na esteira.

Moeda e câmbio

A moeda da Tailândia é o Thai Baht, e é indicado levar dólar ou euro para fazer o câmbio já no país.

Sobre o Baht, a cotação em relação ao real, em setembro de 2019 é: 1 Baht = 0,14 centavos. Já em relação ao euro, 1 Baht = 0,030 centavos de euro. Perceba que a moeda tailandesa é desvalorizada, o que conta pontos na hora de escolher viajar para o local.

casa de câmbio currency exchange

A Currency Exchange é uma das casas de câmbio do país| Foto: Passagens Imperdíveis

Sobre o câmbio, a Tailândia é um dos poucos lugares onde vale a pena fazer a troca da moeda já no aeroporto. Para isso, indicamos a Superrich Thailand ou a Kasikornbank, ambas localizadas no aeroporto de BKK.

Chip de internet

Uma outra dica é já comprar o seu chip de internet no aeroporto. Viajar para a Tailândia requer, sim, estar sempre conectado. Isso porque ter, na palma da mão, aplicativos como o Google Maps, Google Tradutor e outros irá facilitar muito a sua vida.

Abaixo, listamos as principais empresas para a aquisição do seu Thai Chip:

As operadoras mais indicadas são: True e Dtac. Utilizamos a Dtac, com um plano para 7 dias (4,5 Gb velocidade). Pagamos 299,00 Baht (cerca de R$ 30,00) – valores de novembro de 2018. Testado e aprovado!

senha do wi-fi disponível

É comum encontrar a senha do Wi-Fi em restaurantes e demais estabelecimentos | Foto: Passagens Imperdíveis

No mais, a Tailândia é um país conectado, já que 80% dos restaurantes oferecem wi-fi gratuito. Sobre o acesso em hospedagens, 90% dos hostels/hotéis oferecem internet de boa qualidade, rápida e gratuita. Por fim, algumas lojas também oferecem a facilidade para os clientes.

Idioma

Você conseguirá, sim, se comunicar em inglês, mas em locais turísticos como hotéis, templos e restaurantes.

Os tailandeses, que não trabalham nesses setores, não são fluentes na língua e, por isso, indicamos que pegue táxi, por exemplo, com o endereço escrito em tailandês, que é o idioma local.

Como sempre, indicamos que utilize o Google tradutor para não passar aperto! Mas, a boa notícia é que cardápios, placas e demais indicações possuem escritas em inglês, ok?

Telefones úteis

Anote os números abaixo em caso de necessidade ao viajar para a Tailândia:

  • Polícia turística: 1155/1699;
  • Polícia e urgências médicas: 191;
  • Bombeiros: 199.

Tomada

Leve um adaptador universal. Em caso de esquecimento, compre o seu em lojas como a 7-Eleven, que é um mercado de conveniência visto aos montes por lá!

A voltagem padrão de 220V, e as tomadas mais encontradas são mistas Tipo A (dois pinos achatados) e Tipo C (dois pinos redondos).

Gorjeta

Na Tailândia, a gorjeta não é obrigatória e não há taxa de serviço incluída na conta. Porém, principalmente em locais mais turísticos, é de bom grado oferecer a gentileza aos atendes em caso de serviço de qualidade.

Fuso horário

O fuso é o de Bangkok, que em relação ao horário de Brasília são 9 horas de diferença, para mais, durante o horário de verão. No horário normal, há um aumento de +1, passando para 10 horas.

Quando viajar para a Tailândia

Há calor em todas as épocas do ano, acredite! Então, não se preocupe em encaixar essa viagem em um determinado momento. Veja as dicas:

De novembro a março, o clima é mais fresco, sendo um dos períodos preferidos para o turismo. O mês seguinte, abril, é considerado o mais quente, então, prepare-se para suar muito!

Já de junho a setembro, há as monções asiáticas, que é um período mais chuvoso. Então, consulte as condições climáticas antes da sua viagem.

Transporte na Tailândia

A Tailândia disponibiliza vários meios de transporte. Então, tome nota!

Grab

O Grab é o aplicativo de carro utilizado no país, que também tem opção para entregas de comida e outras comodidades. Ele funciona como o Uber e o pagamento pode ser feito em dinheiro ou em cartão de crédito – esse segundo cadastrado no aplicativo.

grab tailândia

Aplicativo Grab, que também funciona para pedir comida e outras comodidades | Foto: Passagens Imperdíveis

Utilizamos por diversas vezes e aprovamos – inclusive também pedimos comida pelo APP!

Porém, em horários de pico, tivemos muita dificuldade em encontrar um carro. Então, tenha paciência!

Já o Uber não está em funcionamento no momento e, por isso, indicamos sempre pesquisar sobre o assunto antes do embarque.

Táxi

A Tailândia tem a fama de ser um destino onde é necessário negociar bastante e ficar de olho para não ser extorquido quando se pega um táxi. Isso é um fato (bem triste, por sinal).

Então, sempre que utilizá-lo, peça para ligar o taxímetro. Na saída do aeroporto, todos os táxis, como são fiscalizados, já fazem isso, o que torna o trajeto mais seguro em termos financeiro.

Ainda sobre a saída do aeroporto, vá com dinheiro local, isso porque há pedágios que não estão incluídos na corrida e você deverá pagar assim que o motorista fizer a indicação.

O valor do pedágio (também válido para quem pegar o Grab) é de, em média, 50 baht. Pode haver aumento sem aviso prévio, então, leve um pouco a mais para não passar nenhum aperto.

Ônibus

Os ônibus são um bom transporte para o dia a dia, com valores que vão de 0,90 e 1,50 baht. De fato, esse é um meio mais aventureiro, principalmente para quem não fala a língua local. Mas, vale o teste!

Tuk-Tuk

tuk-tuk é um meio de transporte ao viajar para a tailândia

O Tuk-tuk é um dos meios de transporte mais famosos da Tailândia | Foto: Passagens Imperdíveis

Por ser turístico, esse é o transporte mais caro e indicamos sempre fazer pequenas rotas e já negociadas.

Barco

Vários templos e pontos turísticos de Bangkok estão próximos ao rio Chao Phraya, o que torna viável curtos caminhos de barco. Valores entre 8 e 40 bath.

Metrô

O Metrô de Bangkok é formado por dois sistemas: O MTS e o BTS.

O MTS tem duas linhas (azul e roxa). A linha azul é subterrânea e liga o centro da cidade à zona norte. Por lá, ele faz conexão com a linha roxa, que é suspensa e abrange regiões próximas a Bangkok – fora da cidade.

O BTS também tem duas linhas, a verde claro e a verde escura, sendo um metrô suspenso, que passa pelo centro da cidade rumo a algumas partes do sul e leste.

Os dois sistemas se complementam e muitas estações fazem conexão entre si. Porém, elas não são integradas. Sendo assim, você terá que comprar outro bilhete em caso de integração entre as linhas do MTS e BTS.

Sobre os bilhetes, eles também são diferentes: o MTS é uma moeda, já o BTS é um cartão. Pelo que tudo indica, tudo é feito para que não haja confusão.

Por fim, ainda existe a Airport Train Link, que é a linha do Aeroporto Internacional Suvarnabhumi. Essa é mais uma dica para quem chega ou sai de Bangkok por vias aéreas!

Veja mais informações e mapas aqui!

Cuidados com a alimentação na Tailândia

barracas de rua tailândia

As barracas de rua são tradicionais e estão espalhadas por toda a parte | Foto: Passagens Imperdíveis

A Tailândia é muito famosa pelas suas barraquinhas de rua. Porém, tome cuidado e fique atento para evitar intoxicação alimentar.

Opte por frutas descascadas e legumes cozidos. Já a água, compre marca conhecida e lacrada. A água do país não é de qualidade e muitos turistas passam mal por conta disso.

Agora que você já conhece mais sobre a Tailândia, fique de olho nas promoções que publicamos, diariamente!

Viajar para a Tailândia ficou mais fácil e barato. Siga as nossas redes sociais (InstagramFacebook e Twitter) e, baixe, também, o nosso aplicativo gratuito.  Todos os dias, tem ofertas de passagens aéreas e pacotes de viagem pra você. Bora viajar!