Home > Dicas de viagem > O que fazer em Marrakech: medina, jardins, mesquita e palácios

O que fazer em Marrakech: medina, jardins, mesquita e palácios

Com quase mil anos de existência, é o destino mais popular entre os turistas no Marrocos. Não à toa, pois há muito o que fazer em Marrakech! A “cidade vermelha”, como é chamada, devido à cor predominante das construções, tem uma energia diferente. Então prepare-se para experimentá-la com este roteiro!

Também gravamos um vídeo para você sentir ainda mais o clima de Marrakech. Veja!

O que fazer em Marrakech

Arquitetura marcante, sabores exóticos, pessoas vibrantes. Isso é só um pouco do que você encontrará em Marrakech. Navegue por estes pontos turísticos e os inclua no seu roteiro como quiser!

#DicaPI: uma das maneiras de chegar a Marrakech é viajando de trem pelo Marrocos. Saiba como funciona!

Medina

entrada medina marrakech marrocos

Uma da entradas na Medina de Marrakech | Foto: Passagens Imperdíveis

Medina (ou Almedina) é o nome de antigas cidades muradas, que hoje são a parte histórica do centro urbano. É onde se concentram mercadinhos, mesquitas, jardins e restaurantes em torno de ruas bem estreitas, pelas quais não passam carros.

A Medina é “o retrato” das cidades árabes que você tem no imaginário, portanto indispensável na lista de o que fazer em Marrakech.

Para viver uma experiência mais imersiva no universo árabe, cogite se hospedar em um riad na Medina. Nesta lista de hotéis em Marrakech, você encontrará boas sugestões.

Não se irrite caso se perca nas ruelas da Medina – é muito provável que aconteça, afinal são muitas (e bem parecidas). Desse modo, use o Google Maps on ou off-line. E se pedir ajuda a alguém, certamente vão te cobrar para isso, então dê algumas moedas em troca.

E quanto à segurança, relaxe, pois não há assalto nem violência na medina, mesmo se estiver só. O único ponto de atenção é com os batedores de carteira, que podem furtar algum bem sem que você perceba.

#DicaPI: organize sua viagem com estas dicas práticas de turismo no Marrocos, como internet, idioma, moeda, transporte, etc.

  • Funcionamento: todos os dias, dia e noite
  • Preço: entrada gratuita

Praça Jemaa El Fna

Essa praça é outro item fundamental no seu roteiro por Marrakech, pois é um lugar autêntico, intenso e curioso. Localizada na medina, reúne figuras de todos os tipos, que interagem com turistas e moradores. Você notará uma espécie de caos autorregulado, no qual, apesar de todo o movimento, tudo flui e todos se entendem.

praca jamaa el fna marrakech marrocos

Praça Jamaa el Fna | Foto: Passagens Imperdíveis

Só atente-se às pessoas que disputarão a sua atenção. Assim como na Times Square, em Nova York, os personagens cobram para tirar foto com turistas. E também comparável aos ambulantes do Caminito, em Buenos Aires, alguns marroquinos são insistentes, mas é só ignorá-los, se for o caso.

De dia, a Praça Jeema El Fna reúne vendedores, encantadores de serpentes, adestradores de macacos, dentistas a céu aberto, tatuadoras de rena e por aí vai. Já de noite, se instalam barraquinhas de comida de rua. Os de estômago mais resistente experimentam as iguarias. Você terá coragem?

Se quiser uma experiência gastronômica mais “segura”, ande alguns metros até o Nomad, excelente restaurante em Marrakech. Melhor ainda se tiver reservado um lugar na parte externa do terraço, de onde observará o movimento na praça.

  • Funcionamento: todos os dias, dia e noite
  • Preço: entrada grátis; depende das suas compras

Souk Semmarine

souk semmarine medina marrakech

Souk Semmarine | Foto: Passagens Imperdíveis

Antes de tudo, que fiquem claras 2 coisas: (1) souk significa “mercado”, em árabe; (2), a personagem Jade, da nostálgica novela “O Clone”, caminhou por esses mesmos corredores; portanto você unirá ficção e realidade!

Ainda dentro da Medina, a Souk Semmarine é uma das várias ruas repletas de lojinhas tradicionais. Ali você se encantará com a riqueza de cores, aromas e formas. São joias, tecidos, temperos e produtos em geral, vendidos por comerciantes que adoram negociar, não importa em qual idioma.

Sendo assim, ao ouvir um preço, faça cara de paisagem, reclame, peça desconto. A barganha faz parte da cultura marroquina. Logo, negociar com os vendedores nos milenares souks é algo a se fazer em Marrakech!

  • Funcionamento: todos os dias, durante o dia
  • Preço: varia conforme a loja

Jardim Majorelle

jardim majorelle marrakech

Jardim Majorelle | Foto: Passagens Imperdíveis

Obra mais famosa do pintor francês Jacques Majorelle, que passou 40 anos trabalhando nas pinturas e na jardinagem. Reúne espécies de diversos lugares do mundo, mas a estética remete ao estilo tradicional dos jardins marroquinos. Por isso, é uma explosão de cores e formas incríveis.

Na década de 1980, o designer de moda Yves Saint Laurent adquiriu o jardim, que hoje guarda as cinzas dele.

Também no Jardim Majorelle, um dos mais populares pontos turísticos de Marrakech, ficam 2 museus: o de Yves Saint Laurent e o dos povos Berberes. Em ambos os espaços, você encontrará objetos diversos que remetem às suas respectivas histórias.

Nesse sentido, você pode escolher visitar só o jardim ou combinar o passeio com 1 ou os 2 museus.

#PIInforma: os valores divulgados correspondem à época da nossa viagem (abril/2019), quando Dh 1 = R$ 0,41. Compartilhamos os preços para você ter uma noção no seu planejamento. Assim, quando programar seu passeio, pesquise a cotação atualizada!

  • Funcionamento: todos os dias, mas horários variam ao longo do ano
    • 1º de outubro a 30 de abril: das 8h às 17h30
    • 1º de maio a 30 de setembro: das 8h às 18h
    • Mês do Ramadã: das 9h às 17h
  • Preço:
    • Jardim: 70 Dhs (R$ 28,70)
    • Museu dos Berberes: 30 Dhs (R$ 12,30)
    • Museu Yves Saint Laurent: 130 Dhs (R$ 53,30)
    • Todas as atrações juntas: 180 Dhs (R$ 73,80)
  • Endereço: rua Yves Saint Laurent
  • Mais informações: site oficial do Jardim

Bahia Palace

entrada palacio bahia marrakech marrocos

Entrada do Palácio Bahia | Foto: Passagens Imperdíveis

Pense em um símbolo de ostentação e luxo, em todos os sentidos. É o caso (ou pelo menos foi) do Bahia Palace. Esse palácio, construído no final dos anos 1800 numa área de 8 mil m², serviu de moradia para o sultão. Mas, com a morte dele, poucos anos depois da construção, os moradores saquearam todo o interior.

Diz-se que só o harém tinha dezenas de concubinas à disposição do sultão, que também era casado com mais 4 mulheres. Joias e ornamentos completavam os “troféus” do soberano.

Localizado dentro da Medina, a arquitetura e estética são típicas do estilo marroquino, repleto de detalhes, cores e curvas. Talvez isso baste para te deslumbrar, já que nada resta no local senão o próprio palácio, com suas salas vazias.

  • Funcionamento: todos os dias, das 8h às 17h
  • Preço: 70 Dhs (R$ 28,70)

El Badi Palace

el badi palace marrakech marrocos

El Badi Palace | Foto: Wikimedia Commons

O que outrora foi o mais grandioso, majestoso e luxuoso palácio do Marrocos, hoje são ruínas. Assim, a visita a esse ponto turístico de Marrakech ressalta outro tipo de beleza.

No El Badi, o vermelho das paredes, em contraste com o verde das plantações e o azul do céu, dá um tom desértico. Todo esse visual mostra como grandes eras vão e vêm com o passar do tempo.

  • Funcionamento: todos os dias, das 9h às 17h
  • Preço: 70 Dhs (R$ 28,70)
  • Endereço: Ksibat Nhass

Foto por M0tty, na Wikimedia Commons, sob Creative Commons 2.0.

Mesquita Koutoubia

A maior mesquista de Marrakech tem 1 mil anos e até hoje funciona como templo religioso. Para uma noção do tamanho da Koutoubia, o minarete (torre) tem 70 metros de altura, quase o dobro do nosso Cristo Redentor. Completa esse cartão-postal a pintura avermelhada, que contribui com o apelido de “cidade vermelha”.

mesquita koutoubia marrakech marrocos

Mesquita Koutoubia | Foto: Passagens Imperdíveis

De fato, a Koutoubia não é necessariamente um ponto turístico de Marrakech, visto que é proibida a entrada de turistas. O acesso ao templo é restrito aos muçulmanos praticantes locais. Logo, o que resta é apreciar a fachada da mesquita, que à noite tem uma bela iluminação.

Outro característica da Koutoubia que intensifica a experiência local são os chamados para oração, realizados 5 vezes ao dia: antes do sol nascer, ao meio-dia, durante a tarde, depois do pôr do sol e à noite. Nesses momentos, você sentirá, ao menos um pouco, como é a vida cotidiana em Marrakech.

  • Funcionamento: todos os dias, dia a noite
  • Preço: grátis, já que não pode entrar

Hotel La Mamounia

fachada hotel la mamounia marrakech marrocos

La Mamounia | Foto: Wikimedia Commons

O hotel La Mamounia foi cenário do filme “Sex And The City 2” (2010). Na ficção, a história se passa em Abu Dhabi. Mas, na realidade, gravaram muitas cenas em Marrakech, com destaque para esse luxuoso prédio.

Além de contemplar a belíssima fachada do hotel em forma de palácio, você pode se hospedar lá. A experiência de luxo inclui restaurantes, casino, spa, entre outros mimos para os hóspedes.

Foto por Abderrahman Ait Ali, na Wikimedia Commons, sob Creative Commons 2.0.

Saadian Tombs (Tumbas Saadianas)

tumulos saadianos marrakech

Túmulos Saadianos | Foto: Passagens Imperdíveis

Nesse mausoléu, repousam em 60 tumbas os membros da dinastia Saadiana, que reinou o Marrocos nos anos entre 1500 e 1600. Contudo, não é a parte histórica que chama a atenção, mas a beleza arquitetônica do lugar.

As Tumbas Saadianas são outro ícone da arquitetura marroquina, com seus pilares, arcos e pinturas detalhadas. Assim, se você se impressionar, não se sinta só. Isso porque o próprio sultão que sucedeu os Saadianos mandou destruir todos os vestígios dessas tribos, menos as tumbas, pois também se encantou com suas formas.

  • Funcionamento: todos os dias, das 9h às 17h
  • Preço: 70 Dhs (R$ 28,7)
  • Endereço: medina

Passeio no deserto do Saara

deserto saara mezourga marrocos

Deserto do Saara em Mezourga | Foto: Pixabay

Pela proximidade, uma das opções de o que fazer em Marrakech é visitar o deserto do Saara, um dos maiores do mundo. Tal experiência é uma aventura à parte, que normalmente exige pelo menos 2 dias e 1 noite para um passeio básico.

De modo geral, a recomendação é contratar uma empresa de turismo para realizar o passeio. E como não temos nenhuma para sugerir, a dica é olhar com o pessoal do seu hotel.

Nesse trecho do deserto do Saara, você pode optar pelas regiões de Mezourga ou Zagora. A escolha depende do seu tempo e orçamento disponíveis. Adiantamos: o de Zagora costuma ser a opção de quem quer gastar menos e ir mais rapidamente.

Em ambos os casos, além de apreciar as gigantescas dunas de areia, poderá dormir em tendas no deserto, experimentar comidas típicas, passar por feiras locais, andar de dromedário e apreciar vistas incríveis. Uma delas é na cidade de Ait-Ben-Haddou, cenário da série Game of Thrones!

Foto por danydeseure, no Pixabay, sob domínio público.

Mapa de o que fazer em Marrakech

Para você ter uma ideia da localização dos pontos turísticos de Marrakech, bem como os meios de deslocamento entre eles, veja este mapa. Uma coisa é certa: dentro da medina você andará bastante a pé, porque não entram carros lá.

Mais dicas para curtir os pontos turísticos de Marrakech

O idioma mais falado em Marrakech é o francês, entretanto você também conseguirá se comunicar em inglês. Dependendo do local, até espanhol e português as pessoas arranham. Em todos os casos, há o Google Tradutor para te ajudar!

Para começar seu roteiro no Marrocos, veja estas dicas de Marrakech: aeroporto, moeda, internet, transporte, hotel, restaurante e trem para outras cidades.

Marrakech não tem Uber, portanto o meio de transporte mais usual para os turistas é o táxi. Dessa maneira, recomendamos sempre pechinchar o valor e combiná-lo antes de entrar no carro. Uma média de preço para corridas dentro da cidade é Dh 20 (R$ 8,2).

Quando pesquisar passagem aérea barata para o Marrocos, atente-se ao Passagens Imperdíveis, pois frequentemente divulgamos promoções para lá. Para ficar sabendo, siga a gente nas redes sociais (Instagram, Facebook e Twitter) e baixe o aplicativo gratuito.

Veja um exemplo publicado em nosso Instagram:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Passagens Imperdíveis (@passagensimperdiveis) em

Dessa forma, conseguirá comprar passagens aéreas promocionais para o Marrocos (e outros destinos nacionais e internacionais) antes que acabem os descontos!