Home > Dicas de viagem > Gorjetas pelo mundo: dicas para a sua viagem

Gorjetas pelo mundo: dicas para a sua viagem

Gorjetar ou não gorjetar, eis a questão! Quando o assunto é gorjetas, cada país tem as suas próprias tradições. Nós, brasileiros, não temos esse costume, já que na maioria das vezes a taxa de serviço já está inclusa no preço final.

Mas, em lugares como os Estados Unidos, China e Canadá, elas são levadas muito a sério, e dependendo, pode gerar até um desconforto. Por isso, vamos te contar como funciona o sistema de gorjetas por alguns destinos ao redor do mundo.

Se quer saber como funcionam no exterior e no Brasil, acesse e confira o funcionamento dessas gratificações por meio do menu, logo abaixo, ou leia o texto completo!

Gorjetas pelo mundo

É preciso deixar gorjeta para o garçom? E para o recepcionista do hotel que carrega sua mala ou o taxista que te ajuda? Essas situações sempre geram dúvidas nos turistas. Em um país novo, é ainda mais difícil saber se é ou não uma prática comum.

gorjeta em restaurante

Os tips são obrigatórios em Nova York | Foto: PublicDomainPictures.net 

Muitas vezes tem gente que passa, inclusive, por mal-educado, ou por alguém muito generoso sem necessidade. E o pior: se é pra deixar gorjeta, quanto deixar?

A ideia deste texto é te orientar em relação ao que é praticado nos principais países do mundo quando esse assunto está em pauta.

Gorjetas em países da América do Norte

Para te guiar e auxiliar quando o tema são as polêmicas gratificações, selecionamos alguns destinos da América do Norte para você conferir se essas taxas realmente são obrigatórias.

Estados Unidos

As gorjetas, mais conhecidas como “Tips”, são importantíssimas no país americano. Mas, para os milhares de brasileiros e viajantes do mundo todo, ainda são motivo de dúvidas.

Nossa sugestão é: ao viajar para Nova York, ou qualquer outra cidade do país, coloque um valor no seu orçamento exclusivo para esses complementos. Em média, a gratificação é de 10 a 20% por serviço, mas pode chegar a mais, conforme o lugar. Em algumas contas, o estabelecimento sugere de 18% a 22%.

Nos Estados Unidos, você deve dar tips em corridas de táxi, restaurantes, bares, cafeterias, hotéis, entre outros serviços em que você é diretamente servido por alguém.

  • 10% de gorjeta: valor pago para um atendimento insatisfatório.
  • 15% de gorjeta: extra pago para um atendimento satisfatório.
  • 20% de gorjeta: valor adicionado em caso de atendimento ótimo, que superou as expectativas.

Esses valores servem para quem for visitar Nova York e Las Vegas.

Taxi Nova York

Modelo de táxi em Nova York | Foto: Pixabay

E não para por aí! As gorjetas cobradas nos restaurantes ou pubs aparecem como sugerido, ou seja, é necessário que inclua o valor no pagamento final, de acordo com sua satisfação com o atendimento.

Já para entregadores, manobristas, carregadores de malas e camareiras, entre outros, o valor médio da gorjeta é de US$ 5 (R$ 20,70), para um bom auxílio. Caso a sua experiência não tenha sido tão legal, pode ser de US$ 2 (R$ 8,30).

Ah, para sobrar mais para a gorjeta, você pode economizar  nas passagens. Fique de olho nas nossas redes sociais (Instagram, Facebook e Twitter) e confira todas as ofertas! Você também pode baixar o nosso aplicativo, que é gratuito, e te notifica em tempo real!

#DicaPI: Preparamos algumas dicas de Nova York com o que você precisa saber antes de viajar. Mas, não se esqueça: é necessário se adequar à cultura do país, quando embarcar para o exterior. Nos Estados Unidos, tips são coisa séria, por isso, o nosso conselho é que pague todas essas taxas!

Canadá

No Canadá, os garçons também contam muito com as gorjetas para complementar seus salários. O pagamento pode ser feito em dinheiro, junto com a conta ou no cartão de crédito. A ausência desse dinheiro pode ser vista como falta de educação, e você ainda pode ser questionado por isso.

Os valores e as regrinhas são muito similares aos dos EUA. Eles têm preferência por receber sempre em dólar canadense, mas o americano também é aceito.

Mas, se por acaso você não ficou satisfeito com o serviço, também tem o direito de não deixar o valor. Em situações como essa, é bom falar os seus motivos para o gerente do estabelecimento. Você poderá ajudar a melhorar o serviço e outras pessoas não vão passar pela mesma situação que você.

Em Vancouver, os taxistas esperam por gorjeta, ainda mais se eles te ajudarem com malas ou compras. Quando o trecho for curto, fica ao seu critério. Mas, se quiser, só arredonde o valor para o número que facilita o pagamento.

Gorjetas em países da América do Sul

A regra da gorjeta funciona em diversos países. Cada um conta com processo diferente na hora de dar a bonificação. Confira alguns dos países do continente sul-americano!

Argentina

A gorjeta na Argentina pode gerar certa confusão para turistas brasileiros. Isso porque alguns restaurantes mais turísticos fazem questão de avisar aos seus clientes que “Propina no incluída”.

Mas, calma! Pode parecer estranho, mas isso quer dizer “Serviço não incluído”. A palavra propina significa gorjeta, e é de 10%, só que se paga em efectivo, conhecido por nós, brasileiros, como dinheiro.

O pagamento dessa forma é para beneficiar o garçom e/ou equipe que atendeu você. Em alguns restaurantes, inclusive, todos juntam no final do expediente e dividem igualmente entre os atendentes, staff e time da cozinha. Por isso, tenha sempre um pouco de dinheiro vivo para deixar a gorjeta.

Uma informação importante: algumas vezes, alguns restaurantes podem cobrar por “cubiertos”, que significa, literalmente, “talheres”. Não é gorjeta, mas, sim, um valor relativo ao serviço: pãezinhos, mesa posta, água, etc. Neste caso, vem incluído na conta e, por isso, fica para o estabelecimento.

Geralmente, você deixa o valor em cima da mesa e o garçom retira depois que você vai embora. Se você se sentir mais à vontade, pague tudo junto, esclarecendo quanto você deseja deixar de “propina”.

Nos táxis de Buenos Aires, a gorjeta não é obrigatória, mas se você considera que recebeu um serviço satisfatório e o taxista foi atencioso, pode completar o valor para facilitar o troco. Vale lembrar que é uma decisão pessoal!

Santiago

Nos restaurantes de Santiago, no Chile, é obrigatório que o valor do serviço (de 10%) seja indicado no final da conta. Você pode escolher ou não acrescentar esta gorjeta, já que dependerá do que achar do serviço.

Assim como no Brasil, é importante a cobrança dessa taxa e que você a dê, claro, se estiver sido bem atendido.

Em caso de serviços de táxis, é comum que eles inteirem o valor da sua corrida para mais, por isso é considerado de bom grado que você aceite o valor como forma de gorjeta. Outra situação recorrente é se o taxista lhe ajudar com malas, compras, abrir a porta e mostrar gentilezas como estas.

Nesse caso, é comum no Chile, e principalmente em Santiago, dar uma gorjeta de 10% do valor da sua corrida.

Brasil

Táxis, restaurantes, hotéis… esses são alguns dos serviços que contam com a inclusão da taxa de serviço no nosso país. Porém, como em muitos lugares, não é obrigatório.

Caso não goste do atendimento prestado, você pode solicitar a retirada do acréscimo. Em alguns estabelecimentos, porém, esse valor não chega a ser incluído.

comanda Jericoacoara

Exemplo de comanda em Jericoacoara | Foto: Passagens Imperdíveis

No Rio de Janeiro, os bares e restaurantes estão cobrando mais caro. O valor para a taxa de serviço aumentou há dois anos e passou a ser de 12% e não mais os 10% tradicionais. O percentual não é obrigatório, e cada espaço poderá cobrar o que considerar adequado, podendo chegar a 13%.

Em Jericoacoara, um dos paraísos do nordeste brasileiro, as gorjetas são bem-vindas, mas nem sempre obrigatórias. Então, vai depender se você se sentir à vontade para pagar, em qualquer local que estiver.

O arquipélago de Fernando de Noronha é considerado por todos os brasileiros um destino dos sonhos, com suas paisagens naturais e 21 belíssimas ilhas. A gorjeta neste destino também é considerada opcional.

Em alguns lugares você receberá o adicionamento dos 10%, já em outros, não. Então fica ao seu critério. A gorjeta depende da sua opinião sob o que foi ofertado.

Mas, ao visitar o local, vale ficar atento: para manter o trabalho e assegurar a saúde da vida natural da ilha, algumas taxas são cobradas para os turistas que desejam conhecer seus encantos. Confira esses valores e aproveite uma das mais belas paisagens do nordeste.

Gorjetas em países da Europa

A gorjeta é cultural apenas em determinados destinos e em outros, já é velha conhecida. Na Europa, cada país tem suas próprias tradições. Veja!

Paris

Como dissemos, o pagamento de gorjeta funciona de diferentes formas em cada canto do país. Na cidade luz, por exemplo, o valor final da conta é, de fato, o valor final mesmo. Ao contrário de muitos lugares, como os Estados Unidos, que citamos acima, eles não adicionam uma quantia extra como taxa de serviços.

Mesmo não sendo obrigatório, muitas pessoas costumam dar e é interessante que você faça o mesmo, caso achar que foi muito bem atendido por algum profissional. Assim, eles se sentirão recompensados e valorizados.

Separamos uma média de valores que podem ser pagos a cada tipo de serviço:

  • Ao pagar um café com leite (ou outra bebida), você pode deixar o troco ou arredondar para o número inteiro mais próximo da conta total.
  • A gorjeta para o garçom do restaurante, como falamos, não é incluída na conta final. Mas se o serviço excedeu suas expectativas, você pode arredondar ou deixar de 5 a 10% para mostrar sua gratidão ao atendente.
  • Para os taxistas, diferentemente dos EUA, as gorjetas não são comuns. Porém, você pode arredondar sua corrida para cima ou oferecer 5% da tarifa final se o motorista ajudar com a sua bagagem ou providenciar uma viagem rápida e segura.
  • A gorjeta para o motorista de transfer do aeroporto não é obrigatória, mas é costume dar 1€ a 2€ por mala.

#DicaPi: O seguro viagem é obrigatório na França. Então, quando for viajar pro país, vale a pena conferir nosso texto sobre essa contratação e quais os benefícios da cobertura.

Portugal

Portugal é mais um país em que não existe a obrigatoriedade da gorjeta pelos serviços. Isso quer dizer que os atendentes e funcionários não esperam receber e não ficarão chateados se você não deixar.

Mas, em Lisboa, por exemplo, é bastante usual dar uma bonificação como agradecimento pelo atendimento. Mas é algo que vai muito de cada um, assim como o valor. O normal é deixar até 1€, dependendo do serviço feito. No geral, depende muito da pessoa, circunstância e vontade.

atendimento Portugal

Atendimento de um garçom em Portugal | Foto: Passagens Imperdíveis

O pagamento de dinheiro extra acontece em situações quando os viajantes e moradores do local optam por arredondar a conta, inclusive pagando com cartão. Se a conta der 27€, a pessoa na hora de pagar já fala “pode cobrar 30€”.

Mas, não se preocupe, se você não quiser dar a gorjeta, e também se quiser, ninguém vai achar estranho. Pode acreditar! Só vão se surpreender se o valor for realmente alto. A gratificação aos taxistas também não é esperada, mas um adicional de €1-2 pode ajudar.

Espanha

Nos restaurantes das cidades espanholas, além do serviço, incluir 5 ou 10% em dinheiro é sempre esperado. Em bares, deve-se dar $0,20 de euros por drink consumido.

Já nos hotéis, dê sempre $1 euro por bagagem carregada ou por serviço prestado no quarto. Os taxistas não esperam gorjeta, por isso, fique à vontade para decidir.

Grécia

As gorjetas também não são esperadas pelos profissionais da Grécia. Todavia, se achar que foi muito bem atendido, nada impede de dar umas moedas a mais.

O mesmo vale para os restaurantes, os quais incluem as taxas na conta, mas aceitam gorjeta extra aos garçons.

Reino Unido

Nos países que fazem parte do Reino Unido, é comum arredondar a conta ou deixar uma pequena quantidade de libras em restaurantes.

Muitos restaurantes de Londres, capital da Inglaterra e do Reino Unido, incluem na conta um adicional de 12,5% a título de gorjeta. Neste caso, haverá no menu uma observação do tipo: A discretionary 12.5% gratuity will be added to your bill.

A gorjeta (em inglês “gratuity”, “servisse charge” ou “tip”) é “discretionary”, ou seja, é discricionária, opcional. As pessoas normalmente pagam, a não ser que tenha acontecido algum problema com serviço. Se estiver incluída na conta, não é preciso deixar nada a mais.

Nos táxis, também costuma-se completar o valor da corrida ou deixar uma quantia de 5 libras para o motorista. Já em hotéis, 1 a 2 libras por noite pelos serviços prestados é suficiente. Não se esqueça de sempre usar libras!

Gorjeta em países da Ásia

As culturas nas nações asiáticas tendem a ser variadas. Enquanto em alguns lugares essas bonificações são muito apreciadas, em outros oferecer essa quantia pode até ser considerado um ato rude.

Tailândia

Os tailandeses não costumam esperar gorjetas, de modo geral, seja em restaurantes, táxis ou hotéis. O valor final é realmente o que deve ser pago. Mas, caso você se sinta à vontade, pode incluir um extra pelo atendimento oferecido.

pagamento da conta

Nos países Asiáticos o valor final é o mesmo apresentado na conta | Foto: Pexels

Todos os atendentes são muito simpáticos e educados, o que acaba resultando em uma agradável experiência visitar o país.

Japão

Enquanto em alguns países dar gorjeta é um ato de reconhecer e agradecer por um serviço bem prestado, em outros, nem tanto.

O Japão é aquele país que recebe o troco certinho e o valor extra não é esperado, nem bem-vindo, e você não vai ser agradecido por isso.

Em boa parte dos países asiáticos, não há muito esse hábito. Isso pode, inclusive, ser visto como um insulto por lá. Então nem se preocupe!

China

Assim como no Japão, os chineses não esperam receber nenhum tipo de gratificação. Inclusive, pode ser muito ofensivo em alguns lugares.

A prática é historicamente ilegal e, em algumas regiões, ainda é. Em áreas rurais, o turista pode causar pânico ao tentar dar esse dinheiro extra. Mas, excepcionalmente, os guias turísticos costumam aceitar situações em que são oferecidas gorjetas, de cada uma das pessoas no tour. Ah, e presentes também são muito bem-vindos por eles.

Gorjetas em países da África

Cape Town (Cidade do Cabo)

Assim como no Brasil, é comum que os restaurantes adicionem 10% do valor consumido na conta. Por outro lado, fica à sua escolha as gorjetas extras, diretamente a garçons, motoristas e outros profissionais.

Marrocos

Visitamos Marrakech e Casablanca, e sobre o assunto, nos restaurantes, paga-se uma taxa de pelo menos 10% do valor como gorjetas, assim como ocorre no Brasil.

Não se esqueça de anotar todas as dicas quando for incluir um desses destinos no seu roteiro. É sempre importante lembrar: cada país conta com um hábito diferente. Então, ao viajar para o exterior temos que nos adequar a cada um deles. Boa viagem!!