Home > Dicas de viagem > O que fazer em Casablanca em 1 dia ou conexão longa

O que fazer em Casablanca em 1 dia ou conexão longa

Com 5,5 milhões de habitantes, esta é a maior cidade do Marrocos. Contudo, não é tão turística, já que foca mais nos negócios. Por isso, listamos o que fazer em Casablanca em 1 dia ou conexão longa. Afinal, é o tempo suficiente para conhecer os principais pontos turísticos antes de seguir para o próximo destino.

Neste vídeo, mostramos o nosso dia em Casablanca, para você ter uma boa noção de o que fazer nessa cidade:

Monte seu roteiro em Casablanca de 1 dia ou conexão longa com estas dicas de pontos turísticos, hotel, restaurante, aplicativo de transporte e táxi na maior cidade do Marrocos!

Pode ser que você chegue a Casablanca numa conexão longa com hotel grátis pela Royal Air Maroc, desembarque lá visando chegar a outra cidade no Marrocos, entre outras muitas possibilidades. Nesse sentido, pode até pegar um trem para Marrakech, Fez, Tânger, etc. Entretanto, nada impede de dar uma volta antes de partir – caso tenha tempo suficiente!

Quer ir direto a algum tópico?

O que fazer em Casablanca

Não se deixe enganar pelo pequeno apelo turístico de Casablanca, pois há belas paisagens e monumentos a se admirar. Então siga este roteiro rápido pela cidade!

#DicaPI: organize sua viagem pelo país com estas dicas práticas de turismo no Marrocos!

Mesquita Hassan II

mesquita hassan ii casablanca marrocos

Mesquita Hassan II | Foto: Passagens Imperdíveis

Nada mais, nada menos que a maior mesquita do Marrocos, com o minarete (torre) de 200 metros de altura. A construção é recente, inaugurada em 1993, e combina arquitetura tradicional marroquina com um toque moderno, demonstrando a abertura às inovações tecnológicas.

A Hassan II é uma das únicas abertas à visitação de não muçulmanos. Por isso, você pode admirá-la por fora e por dentro! E haja espaço, pois o local tem capacidade para 120 mil pessoas!

Mulheres não precisam cobrir o rosto nem usar roupas tradicionais muçulmanas. Por uma questão de respeito, o recomendado é apenas cobrir os ombros, busto e joelhos. Também vão te pedir para tirar os calçados e, caso necessário, emprestarão lenços para se cobrir.

Uma vez lá dentro, o passeio consiste numa visita guiada em francês e inglês, na qual o guia conta sobre a mesquita, religião e cultura muçulmanas.

  • Visitações: o horário varia conforme o ano e o Ramadã
  • Preço: 120 Dhs (R$ 49,20)
  • Mais informações e horários: site oficial

#PIInforma: os valores divulgados correspondem à época da nossa viagem (abril/2019), quando Dh 1 = R$ 0,41. Compartilhamos os preços para você ter uma noção no seu planejamento. Assim, quando programar seu passeio, pesquise a cotação atualizada!

Old Medina (Velha Medina)

medina de casablanca marrocos

Medina de Casablanca | Foto: Passagens Imperdíveis

Antiga parte murada da cidade de Casablanca, a Velha Medina concentra comércios, casas e restaurantes num estilo bem original, sem muita pompa para turistas. Por isso, divide opiniões daqueles que esperam um lugar mais “arrumado”.

O apelo da Velha Medina como algo a se fazer em Casablanca é a oportunidade de vivenciar uma autêntica experiência do dia a dia marroquino. Talvez fazer compras pechinchando, experimentar iguarias e tomar chá de menta em alguma lanchonete. Como ponto de referência, use a Old Clock Tower, uma torre bem grande que fica em um dos portões de entrada.

Dentro da medina, atente-se às motonetas que passam aceleradas pelas ruelas e aos batedores de carteira, que podem furtar bens sem você perceber. Caso se perca, é de praxe os locais cobrarem para ensinar o caminho de volta.

  • Funcionamento: durante o dia
  • Preço: depende do local, mas produtos costumam ser mais baratos que nas lojas

Rick’s Café

Trata-se da réplica do restaurante cenário do clássico filme “Casablanca” (1942). Muitos confundem achando que de fato as cenas rodaram lá, quando, na verdade, se gravaram em um estúdio nos Estados Unidos.

É um dos mais famosos pontos turísticos de Casablanca. Tem visual chamativo e variada oferta de drinks alcoólicos, raros de se encontrar na cidade.

  • Funcionamento: seg. a sáb., das 12h às 15h e das 18h30 às 1h; dom., das 11h às 16h e das 18h30 às 01h
  • Endereço: 248, Boulevard Sour Jdid
  • Preço: média de 250 Dhs (R$ 102,50)
  • Mais informações: site oficial

Orla da praia La Corniche

praia casablanca marrocos

Orla de La Corniche, em Casablanca | Foto: Wikimedia Commons

Avenida à beira-mar, repleta de restaurantes, clubes, piscinas e a própria praia. Embora poucos se aventurem a tomar banho no mar, a La Corniche é atrativa pela beleza natural. Assim, o programa é se sentar na orla e apreciar a vista.

  • Funcionamento: dia e noite
  • Preço: acesso gratuito; varia no restaurante ou bar visitado

#DicaPI: escolha restaurantes para comer em Casablanca durante sua visita!

Foto por Patrick Nouhailler’s, na Wikimedia Commons, sob Creative Commons 3.0.

Patisserie Bennis Habous

Uma das padarias mais famosas de Casablanca, oferece enorme variedade de receitas típicas. Atenção para os detalhes no visual, tanto das guloseimas quanto do interior da loja.

  • Funcionamento: todos os dias, das 9h às 21h
  • Preço: faixa de 30 Dhs (R$ 12,30)
  • Mais informações: página do Facebook

Oliveri

sorvete oliveri casablanca marrocos

Sorvete Oliveri | Foto: Passagens Imperdíveis

Dizem que esta é a melhor sorveteria da cidade. Mas, ao experimentá-la, achamos que é apenas razoável. De tudo, uma coisa é certa: é bem tradicional, pois existe desde os anos 1950.

A incluímos nesta lista de o que fazer em Casablanca para que você, caso tenha curiosidade, prove por si e avalie.

  • Funcionamento: todos os dias, das 8h às 1h
  • Endereço: boulevard Ben Abdellah
  • Preço: faixa de 30 Dhs (R$ 12,30)
  • Mais informações: site oficial

Mapa dos pontos turísticos de Casablanca

Para facilitar o seu rápido roteiro por Casablanca, colocamos no mapa todos os pontos turísticos da cidade. Assim, você terá uma noção da distância deles para o seu hotel ou aeroporto.

Dicas rápidas de Casablanca

O meio de transporte mais viável na cidade são os táxis. Mas atenção, pois eles cobram mais caro dos turistas. Sendo assim, sempre negocie o preço antes de entrar no carro. Dessa forma, conseguirá abaixar até a metade do valor, dependendo do caso. Coloque como média de 15 Dhs (R$ 6,15) a 20 Dhs (R$ 8,20), conforme explicamos neste post sobre como andar no Marrocos.

carro no marrocos

Andando de táxi no Marrocos | Foto: Passagens Imperdíveis

O Uber não funciona no Marrocos, apesar de o site oficial afirmar que roda em Casablanca. Tivemos essa má surpresa. Mas com a ajuda de uma seguidora, descobrimos um app de carro alternativo.

Trata-se do Careem, bem semelhante ao Uber, no qual você pede táxis pelo celular. Com ele, é possível simular o preço da viagem, conferir a placa e o modelo do carro. Para tanto, precisa de conexão com a internet, seja por Wi-Fi, seja com chip marroquino. O pagamento é por dinheiro mesmo. O app está disponível para Android e iPhone.

O idioma mais falado na cidade é o francês, enquanto o inglês fica bem restrito aos hotéis e pontos turísticos de Casablanca. Porém, você não precisa passar sufoco, basta usar o Google Tradutor.

Veja mais detalhes sobre internet, moeda, fuso horário, tomada, etc., neste post com dicas de viagem no Marrocos.

Passagem aérea barata para Casablanca e Marrocos

Como esta é uma boa cidade de partida para outros destinos no Marrocos, considere aproveitar uma promoção para Casablanca! O Passagens Imperdíveis divulga passagens aéreas com desconto nas redes sociais e aplicativo móvel.

Veja este exemplo de promoção de passagem aérea para Casablanca compartilhada em nosso Instagram:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Passagens Imperdíveis (@passagensimperdiveis) em

Então siga a gente no Instagram, Facebook e Twitter e baixe o aplicativo gratuito. Dessa maneira, receberá notificações de passagens aéreas promocionais no seu feed e celular. Com isso, conseguirá comprá-las antes que os descontos acabem. As promoções incluem destinos nacionais e internacionais, como o Marrocos!