Rio de Janeiro: um roteiro com as atrações mais imperdíveis da cidade carioca

A Cidade Maravilhosa é um dos destinos brasileiros mais amados pelos turistas. A junção de lindas praias com atrações incríveis deixa, a quem visita, apaixonado. Prova disso são as inúmeras músicas que imortalizaram o Rio de Janeiro em suas letras.

o rio de janeiro com suas infinitas belezas conta com inúmeros pontos turísticos para seu roteiro

O Rio de Janeiro, um dos estados mais bonitos do país, recebeu o título de Cidade Maravilhosa e não foi à toa | Foto: Pixabay

Então, antes de viajar para o Rio de Janeiro não deixe de ler o nosso texto e conferir todas as dicas que separamos para você. Vamos lá?!

Para ficar por dentro de tudo, navegue pelo menu abaixo:

Roteiro resumido no Rio de Janeiro

Importante: essa é apenas uma sugestão de roteiro, você pode remanejar como quiser, tirando ou acrescentando pontos turísticos para a sua viagem. Afinal, nem todas estas sugestões podem te interessar.

O nosso objetivo aqui é trazer opções para você aproveitar a cidade do Rio de Janeiro e oferecer novas possibilidades, que podem ser desconhecidas por você.  Sendo assim, você terá uma base mais sólida para organizar os seus dias pela cidade maravilhosa.

Dia 1:

  • Cristo Redentor
  • Copacabana
  • Ipanema
  • Arpoador

Dia 2:

  • Pão de Açúcar
  • Bairro Santa Teresa e Parque das Ruínas
  • Museu do Amanhã
  • Escadaria Selarón

Dia 3:

  • Jardim Botânico
  • Parque Lage
  • Vista Chinesa
  • Maracanã

#DicaPI: veja também quanto custa viajar para o Rio de Janeiro!

O que fazer no Rio de Janeiro: pontos turísticos detalhados

Há muito o que fazer no Rio de Janeiro. Disso não temos dúvidas! Por isso, montamos um roteiro de três dias para que você possa aproveitar os melhores pontos turísticos cariocas. Três dias podem parecer pouco tempo, mas, com um trajeto compacto, dá para aproveitar bem a cidade.

Ah! Ficou algum ponto turístico de fora? Não deixe de programar mais uma ida ao Rio. A cidade é, de fato, encantadora, independentemente do número de vezes que você a visitar.

Cristo Redentor

cristo redentor é um dos lugares que merecem ser incluídos no roteiro pelo rio de janeiro

Um dos mais icônicos pontos turísticos do Rio de Janeiro, é o Cristo Redentor, famoso por ser uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno | Foto: Pixabay

Que tal começar a viagem fazendo um dos passeios mais clássicos pelo Rio de Janeiro? Sugerimos acordar cedo e, logo pela manhã, visitar o símbolo máximo da cidade: o Cristo Redentor! Você com certeza vai se apaixonar de cara pela vista lá de cima. É realmente emocionante!

Para chegar até o Cristo, você pode ir de trem, táxi ou van. A subida de trem é um dos passeios mais clássicos. E uma super dica: se estiver de carro ou táxi, aproveite e dê uma passadinha no Mirante Santa Marta. A belíssima paisagem partir do Corcovado é imperdível.

Os ingressos para o Cristo variam na alta e na baixa temporadas, sendo que idosos e crianças até 11 anos pagam preços diferenciados. No hotel em que estiver hospedado, você saberá quais são os pontos de embarque. Se você estiver pela região de Copacabana, encontrará facilmente uma van autorizada.

  • Endereço: Rua Cosme Velho, 513, Santa Teresa
  • Preços de 2020:
    • Alta temporada: R$ 82
    • Baixa temporada: R$ 67
    • Crianças até 5 anos (gratuito)
    • Criança de 6 a 11 anos: R$ 52
    • Idoso: R$ 26
  • Locais e horários de embarque: site oficial

Praia de Copacabana

praia de copacabana faz parte do roteiro de todo turista que visita o rio de janeiro

A Praia de Copacabana é uma das mais procuradas pelos turistas | Foto: Wikipedia

Depois do tour pelo Cristo, aproveite para conhecer uma das praias mais icônicas do Rio e dar um mergulho. Copacabana, conhecida carinhosamente como “A princesinha do mar”, é um dos lugares mais visitados da cidade.

As famosas estátuas de Dorival Caymmi e Carlos Drummond de Andrade, que são sempre mostradas nas novelas da TV Globo, estão ali. Aproveite e dê uma passadinha no Forte de Copacabana, aquele lugarzinho charmoso do Rio que não dá para deixar de conhecer. Além do visual show, vale a pena visitar a Cafeteria Colombo, bem próxima dali.

Praia de Ipanema e Praia do Leblon

Para dar continuidade no roteiro, é só seguir pelas Praias de Ipanema e Leblon. A Praia do Leblon é uma continuação de Ipanema. Aliás, por ali é possível encontrar o Mirante do Leblon, localizado na Avenida Niemeyer, ao lado esquerdo da praia. O lugar permite uma visão privilegiada das duas praias, e ainda é perfeito para relaxar, curtir a paisagem e, claro, tomar uma água de coco.

Pedra do Arpoador e Arcos da Lapa

pôr do sol na praia do arpoador

A Praia do Arpoador é considerada um dos mais lindos para ver o nascer e o pôr do sol | Foto: Commons Wikipedia

Mais adiante, na altura do Posto 7, em Ipanema, você vai se deparar com as Pedras do Arpoador. Assistir ao espetáculo promovido pelo pôr do sol já é um clássico programa carioca. No fim das tardes de verão, você encontrará várias pessoas reunidas por lá à espera desse momento. Afinal, ver o sol se pondo no mar, com o Morro Dois Irmãos e a Pedra da Gávea ao fundo, é um privilégio!

Para finalizar o dia, vale a pena aproveitar para curtir a vida noturna em uma das atrações mais famosas: os Arcos da Lapa. Curte uma badalação?  O lugar é super eclético e perfeito para quem gosta de agitar. Com inúmeras opções de barzinhos, botecos e restaurantes, é possível curtir muita música ao vivo e samba.

Mais uma dica amiga: o Circo Voador, tradicional casa de shows da cidade, fica nessa região. Então, vale a pena conferir se haverá algum espetáculo na data da sua estadia.

Pão de Açúcar

pão de açúcar no rio de janeiro

O Pão de Açúcar é um complexo de morros localizado no bairro da Urca, na cidade do Rio de Janeiro | Foto: Wikipedia

Os atrativos turísticos no Rio de Janeiro são tantos que é até difícil escolher, não é mesmo?! Mas, começar o segundo dia com um passeio de bondinho até o Pão de Açúcar é, com certeza, uma boa escolha.

De lá, é possível ter uma visão espetacular da cidade: dá para ver os barcos na Praia de Botafogo, o Cristo Redentor, o Morro Dois Irmãos e a Pedra da Gávea. A subida de bondinho e o visual lá de cima são imperdíveis. O passeio é cobrado e o ingresso pode ser comprado pela Internet no site do bondinho.

  • Endereço: Avenida Pasteur, 520, Botafogo
  • Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h às 21h
  • Preços de 2020: R$104,40 (inteira) e R$52,20 (meia)

Bairro Santa Teresa e Parque das Ruínas

uma visita pelo bairro de santa teresa merece ser incluída no seu roteiro

O bonde de Santa Teresa, é a tradicional atração turística do bairro do centro do Rio de Janeiro | Foto: Wikipedia

Se deseja conhecer os bairros mais tradicionais do Rio de Janeiro, Santa Teresa merece ser incluído em seu roteiro. Passear por lá é um ótimo programa, seja você carioca da gema ou turista. Com uma localização privilegiada e seus casarões antigos, o bairro nos dá uma referência de como era a cidade antigamente.

Por ali, é possível encontrar os famosos bondes de Santa Teresa, que ligam o centro do Rio ao bairro. O transporte, inclusive, é uma atração da cidade e faz parte do cenário local, tornando-se, inclusive, cartão postal.

Ainda em Santa (para os mais íntimos), se você deseja conhecer um parque público, com uma das vistas mais bonitas do bairro, e um centro cultural, basta chegar até o Parque das Ruínas. O casarão foi a casa de Laurinda dos Santos Lobo, personalidade carioca, e já serviu de ponto de encontro para Tarsila do Amaral e Villa-Lobos. O local foi inaugurado recentemente (vai render lindas fotos) e tem entrada gratuita.

  • Endereço: Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa
  • Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h às 18h
  • Entrada: gratuita

Museu do Amanhã

museu do amanhã é mais uma opção para o roteiro no rio de janeiro

O Museu do Amanhã, projeto do arquiteto espanhol Santiago Calatrava, foi erguido ao lado da Praça Mauá, na zona portuária | Foto: Pixabay

Na região do Centro, o Museu do Amanhã é mais um dos lugares que vale conhecer. O espaço erguido sobre os pilares éticos da sustentabilidade e da convivência, explora a época de profundas transformações. Com seu cenário futurístico, fica às margens da Baía de Guanabara.

  • Endereço: Praça Mauá, 1, Centro, Rio de Janeiro
  • Horário de funcionamento: terça a domingo, das 10h às 18h (com a última entrada às 17h – *sujeito a lotação)
  • Entrada: R$20 (inteira) e R$10 (meia-entrada)
  • Compra de ingressos: site oficial

Escadaria Selarón

A multicolorida Escadaria Selarón merece ser incluída no roteiro. A escada tem 215 degraus e 125 metros e é um dos pontos mais procurados no Centro do Rio de Janeiro. A visita vai ser rápida e, com certeza, vai render várias fotos lindas. Por ali, se você quiser um outro passeio cultural, tem o Theatro Municipal.

Jardim Botânico

o jardim botânico do rio de janeiro é incluído no roteiro de boa parte dos turistas que visitam a cidade

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro é considerado um dos mais ricos e importantes do mundo | Foto: Pixabay

Uma visita ao Rio de Janeiro merece um passeio pelo Jardim Botânico, considerado um dos mais lindos e antigos do país. A programação é válida para todos os tipos de turista: casal acompanhado com crianças ou apenas para estar no meio da natureza. Além do ponto turístico, o Botânico ainda é um instituto de pesquisa e um centro de preservação da Mata Atlântica.

  • Endereço: Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico
  • Horário de funcionamento: segundas-feiras, das 12h às 18h, e de terça a domingo, das 8h às 18h
  • Entrada: R$15
  • Mais informações: site oficial

Dentro do Parque, há opções de cafeterias e restaurantes. Então, se desejar passar o dia todo conhecendo o local, não se preocupe em como e onde se alimentar, tanto para o café-da-manhã quanto para o almoço e as outras refeições.

Parque Lage

o parque lage é um passeio para todas as idades e que merece ser incluído no roteiro pela cidade maravilhosa

O Parque Lage é um parque público da cidade do Rio de Janeiro, localizado aos pés do morro do Corcovado | Foto: Wikipedia

Se tem algo que não falta no Rio de Janeiro são lugares fotogênicos. E o Parque Lage, ao lado do Jardim Botânico, é uma excelente escolha.

O lugar faz parte do Parque Nacional da Tijuca e abriga ainda a Escola de Artes Visuais, que conta com cursos e exposições. Aproveite para garantir belas fotos!

  • Endereço: Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico
  • Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h às 17h
  • Entrada: gratuita

Vista Chinesa

Saindo do Parque Lage, vale subir até a Vista Chinesa, um dos mirantes cariocas mais bonitos.  Mas, antes, certifique-se, juntos aos guardas locais, sobre a segurança, já que pode ocorrer assaltos nas trilhas.

O pôr do sol é imperdível, mas, em qualquer momento do dia a vista é inesquecível. É possível subir até uma ponta de carro ou caminhando.

a vista chinesa é um importante ponto turístico da cidade

A Vista Chinesa é um mirante em estilo chinês localizado no bairro do Alto da Boa Vista | Foto: Commons Wikimedia

O percurso do Parque Lage até a Vista Chinesa não é longo se percorrido de carro ou táxi. Em cerca de 10 a 20 minutos você já estará lá em cima.

  • Endereço: Estrada Dona Castorina, S/N, Alto da Boa Vista
  • Mais informações: Riotur

Maracanã

o tour pelo maracanã é um dos passeios que estão incluídos nos roteiros dos turistas

O Tour pelo Maracanã leva você aos bastidores do estádio do Maracanã, o templo mundial do futebol | Foto: Wikipedia

Mesmo um pouco distante das atrações acima, uma visita à cidade do Rio de Janeiro merece ser encerrada com um tour pelo Maracanã. O passeio, que é um dos mais conhecidos, tem duração de 40 minutos. E engana-se quem pensa que é um programa apenas para experts em futebol. Vale a pena a visita!

  • Endereço: Av. Pres. Castelo Branco, Portão 3, Maracanã
  • Horário de funcionamento: Todos os dias, das 9h às 17h
  • Ingressos (atualizado 2020):
    • Tour Guiado Inteira: R$65
    • Tour Guiado Meia-Entrada: R$32,50
    • Tour NÃO Guiado Inteira: R$55
    • Tour NÃO Guiado Meia-Entrada: R$27,50

Agora, se você prefere incluir mais praias no roteiro, uma dica para sair do óbvio e dar um mergulho – mesmo sendo mais distantes é a Praia da Barra da Tijuca e a Prainha, no Recreio dos Bandeirantes. Fica a seu critério. O importante é aproveitar!

#DicaPI: acesse o site da prefeitura carioca para conferir as medidas de distanciamento social adotadas nas praias do Rio na época da sua viagem!”

Mapa de pontos turísticos

Gostou das nossas dicas para um roteiro de 3 dias? Veja a localização de todos os pontos turísticos citados neste post!

Aeroportos do Rio de Janeiro

Para dar início à viagem, você pode optar pelos dois aeroportos comerciais do Rio de Janeiro: Galeão e Santos Dumont. Apenas 14km separam os dois e ambos ficam próximos de áreas de interesses turísticos, culturais, empresariais, acadêmicos e de lazer.

Além disso, caso você precise se deslocar entre um aeroporto e outro, no caso de alguma escala, por exemplo, o trajeto não é tão extenso. Só é necessário ficar atento aos horários para evitar momentos de grande fluxo.

Aeroporto Santos Dumont

Conhecido internacionalmente pela vista privilegiada, o Aeroporto Santos Dumont, está localizado no coração da Cidade Maravilhosa. Ele contempla o mar e o Pão de Açúcar, tanto na decolagem quanto no pouso. De dia ou à noite, encanta os viajantes. Por esse motivo, é considerado um dos aeroportos mais bonitos do Brasil.

Localizado no centro da cidade, é possível sair utilizando táxis comuns (que estão, normalmente, no terminal de desembarque, saindo da sala de retirada de bagagens).

Também estão disponíveis os táxis por aplicativos, como Uber, Cabify e 99 Táxi. Os táxis especiais são mais uma opção, e contam com preços tabelados e fechados por destino.

Além disso, existem outras alternativas, como ônibus executivo, VLT e metrô.

#DicaPI: é  possível alugar um carro no aeroporto e dirigir pelo Rio de Janeiro. Confira a cotação!

Aeroporto do Galeão

aeroporto galeão no rio de janeiro

Aeroporto Galeão no Rio de Janeiro | Foto: Wikipédia

O Aeroporto Internacional Tom Jobim (GIG), conhecido popularmente como Aeroporto do Galeão, fica localizado na Ilha do Governador, fora do eixo turístico. O Galeão é considerado a principal porta de entrada da cidade e o segundo maior aeroporto do Brasil em movimento internacional, atrás apenas do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

As opções para sair do Galeão são muitas! Os táxis comuns, especiais e Uber estão à disposição do turista.

Mas, atenção! As empresas 99 e Cabify também atendem no local, porém, não contam com um lugar específico. Também é possível sair de lá de BRT, linhas de ônibus e metrô.

Transporte no Rio de Janeiro

transporte coletivo no rio de janeiro

O BRT é um sistema de transporte coletivo do município do Rio de Janeiro | Foto: Wikipedia

O Rio de Janeiro conta com várias opções de transporte por toda a cidade. O metrô, por ser o mais rápido, é um dos meios mais utilizados. Com vagões limpos, operam em três linhas e interligam todos os bairros da Zona Sul, Centro, boa parte da Zona Norte e da Barra da Tijuca, localizada na Zona Oeste. Funciona 24 horas por dia e a passagem custa R$ 5. Confira as opções!

O BRT (Transporte Rápido por ônibus), hoje, é uma das principais opções de transporte rápido, pois os ônibus se deslocam através de corredores exclusivos. São oferecidas três linhas, que atendem a praticamente toda a cidade: TransOeste, TransCarioca e TransOlímpica. Veja as linhas disponíveis!

As linhas de ônibus são divididas entre as comuns e as especiais, com preços de passagem que variam entre R$4,05 e R$71,18, vai da sua escolha. Também são disponibilizados para os visitantes, o ônibus frescão e o VLT.

Melhor época para viajar

Primeiro que o Rio é maravilhoso de janeiro a janeiro! Essa é velha, não é? Porém é muito real. Durante o ano inteiro você terá muito samba, caipirinhas e poderá aproveitar um dia de praia. Isso mesmo, até no inverno você pode desfrutar de um belo dia de praia, se tiver sorte.

Dentre as opções, nos meses de dezembro a março, no verão, você encontrará as praias mais cheias, além de ser considerada alta temporada. Já entre maio e novembro, uma estação relativamente mais seca, é possível encontrar as praias e pontos turísticos mais vazios.