Nomad: conta digital em dólar nos Estados Unidos para brasileiros economizarem em viagens

bairro dumbo brooklyn vista para ponte manhattan nova york

Ao abrir conta digital nos EUA com a Nomad, você não paga IOF de 6,38% nas compras (na imagem, Brooklyn – NYC) | Foto: Passagens Imperdíveis

Manter conta digital nos Estados Unidos é uma forma de economizar nas suas viagens internacionais sem passar perrengue. Nesse contexto, a fintech Nomad lançou um serviço 100% gratuito para você abrir conta corrente em dólar no exterior, mesmo morando no Brasil!

Fintech? Conta digital? Nomad?

Junção das palavras inglesas “finance” e “technology”, fintech é a categoria de empresas que oferecem serviços financeiros (fin) baseados em alta tecnologia (tech), como as contas digitais, muito semelhantes às de bancos tradicionais, porém totalmente on-line. Entre as mais conhecidas fintechs no Brasil, figuram Nubank e Inter, que há anos atendem milhões de usuários.

Sendo assim, diante de um mercado altamente receptivo às fintechs, cujo número cresceu 28% em 2019, a Nomad lançou o serviço de conta digital nos Estados Unidos. Um de seus criadores é Patrick Sigrist, cofundador do iFood, consagrado aplicativo de delivery de alimentos.

Nesse sentido, a Nomad é uma empresa brasileira que, em parceria com um banco americano (Evolve Bank & Trust, que tem 95 anos de existência), possibilita a não residentes criarem uma conta digital nos Estados Unidos gratuitamente e movimentarem o dinheiro em dólar.

Voltar ao início

Como funciona a conta digital nos Estados Unidos da Nomad?

saldo conta digital nomad

A conta digital americana da Nomad é bem semelhante às brasileiras | Foto: Divulgação Nomad

Basicamente, você tem a mesma estrutura de uma conta corrente normal, no entanto é internacional:

  • Até US$ 250 mil protegidos pelo fundo garantidor de depósitos (FDIC) do governo americano – diferencial em relação a outras contas internacionais oferecidas no Brasil, como BS2 e C6
  • Saldo
  • Extrato
  • Notificação das transações
  • Envio e recebimento de remessas internacionais ou nacionais (no caso de transferência de outra conta americana)
  • Compras no débito on-line e presencial (somente cartão virtual no momento, em breve cartão físico)
  • Investimentos em bolsa de valores americana (disponível em breve)

Todas essas e outras funções típicas de uma conta corrente são acessíveis via aplicativo no seu celular. E quanto aos serviços diferenciados, detalhamos o funcionamento a seguir.

Transferência internacional (envio e recebimento)

O processo é simples, fácil de executar e econômico:

  1. Confira a cotação do dólar comercial no aplicativo da Nomad e contrate
  1. Envie o dinheiro da sua conta brasileira para a Nomad fazendo uma TED do seu banco para o banco parceiro da Nomad no Brasil
  1. Receba seu dinheiro em dólar na sua conta Nomad nos EUA em até 1 dia útil
  2. Pague apenas IOF de 1,1% (vs. 6,38%) e spread de 2% sobre a transação

Uma vez terminada a transferência, seu dinheiro aparece na conta internacional em até 1 dia útil.

Para saber detalhadamente todas as tarifas e limites para envio e recebimento de dinheiro para a conta digital, acesse a tabela atualizada da Nomad.

Cartão de débito virtual

No aplicativo da Nomad, você gera seu cartão de débito virtual, aceito em compras on-line e físicas nos Estados Unidos sem pagamento extra de IOF (aqueles 6,38% não descontam nas compras). Para tanto, você pode integrá-lo às carteiras digitais:

  • Apple Pay
  • Samsung Pay
  • Google Pay

Voltar ao início

Vantagens da conta digital internacional Nomad

cambio nomad

Você confere a cotação do dólar no aplicativo Nomad e contrata o câmbio comercial | Foto: Divulgação Nomad

Você já sabe o que é a Nomad, como funciona a conta e quais os principais serviços. Agora veja por que vai economizar nas suas viagens internacionais, sobretudo para os Estados Unidos.

Muita economia no câmbio

Numa situação comum de viagem internacional, você:

  • Compra dólar com cotação turismo, mais cara que a comercial
  • Paga IOF de 6,38% caso use cartão de crédito/débito

Com a conta digital no exterior Nomad:

  • Compra dólar na cotação comercial, a mais barata
  • Não paga IOF ao usar seu cartão de débito nos EUA, ou seja, o único IOF é o de 1,1% ao transferir para a conta, depois não paga ao usá-lo

Garantia do governo americano

Assim como existe o Fundo Garantidor de Créditos (FGC) no Brasil, que assegura quantias de até R$ 250 mil depositadas ou investidas em instituições financeiras, há nos Estados Unidos a Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC), que cumpre função parecida.

A FDIC protege até US$ 250 mil depositados/investidos em bancos americanos associados, como é o caso do parceiro da Nomad. Logo, a sua conta digital nos Estados Unidos, além de gratuita, tem proteção do governo para o seu dinheiro, da mesma forma que acontece no Brasil.

Das principais contas digitais internacionais disponíveis para residentes do Brasil, a Nomad é a única a ofertar garantia da FDIC.

Proteção do dinheiro

No modo tradicional, ao embarcar, você:

  • Leva muito dinheiro em espécie, correndo risco de perdê-lo, receber nota falsa no troco ou ser vítima de furto

Já ao tê-lo depositado e usar seu cartão de débito:

  • Mantém o dinheiro guardado na conta, protegido contra perda – acabou o drama de ter várias notas soltas na carteira e ficar refém da variação cambial

Porta para investir no exterior

Em breve, as maiores bolsas de valores do mundo – NYSE e Nasdaq – estarão à disposição dos correntistas da Nomad. Isso porque será possível investir no mercado internacional por meio do aplicativo, operando (e rendendo) em dólares.

Só em 2020, chegaram 1,3 milhão novos investidores à bolsa de valores brasileira, crescimento de 82,4% em relação a 2019, segundo a B3. Tal fenômeno se deve, em muito, à facilidade de operar, inclusive por aplicativo móvel. Portanto, o público já está se acostumando à tendência de vincular conta digital à investimento. A grande novidade agora é poder atuar nos Estados Unidos.

Spread gratuito (por tempo limitado)

O spread, porcentagem cobrada por transação internacional, no caso da Nomad, 2%, será gratuito até 18 de dezembro de 2020. Portanto, a economia com o câmbio fica ainda maior, fazendo seu dinheiro render mais que o processo tradicional de comprar papel-moeda e levar em espécie na viagem.

Voltar ao início

Como abrir sua conta digital nos EUA pela Nomad

Criar uma conta digital no exterior pela Nomad é tão fácil quanto outros serviços digitais que já fazem parte de nossa vida. Então você não terá dificuldade nenhuma.

Requisitos

O que você precisa para abrir a conta:

  • Passaporte brasileiro válido (caso não tenha, veja como emitir o seu em 7 passos fáceis) – a Nomad pretende flexibilizar esse item no futuro
  • Mínimo 18 anos de idade
  • Endereço fixo no Brasil
  • Número de CPF
  • Telefone celular

Passo a passo

  • Baixe o aplicativo gratuito para Android ou iPhone
  • Informe seus dados, como nome, sobrenome e telefone e siga as instruções de cadastro
  • Aguarde a aprovação, em até 2 dias úteis
  • Comece a utilizar sua conta digital nos Estados Unidos

Abra sua conta digital nos EUA com a Nomad e economize nas suas viagens internacionais!

Voltar ao início