Ilha de Malta: um destino medieval e paradisíaco no mediterrâneo

07-08-17 às 2:17 pm 3 comentários

Por Iara Vilela – A ilha de Malta faz parte de um deslumbrante arquipélago no mediterrâneo, localizada entre a Itália e a Grécia. Destino de verão europeu para quem procura um mix de juventude, praias paradisíacas e construções medievais históricas. É, também, palco de cenários cinematográficos, incluindo a ambientação da série Game of ThronesValar Morghulis!

A influência árabe, inglesa, francesa e italiana torna essa ilha, que você acompanhou através do InstaStories do Passagens Imperdíveis, única e muito especial. Aqui, registramos para você,  dicas para tirar o melhor proveito do que a ilha tem para oferecer.

 

Como chegar à ilha de Malta?

Não há voo direto saindo do Brasil, então para chegar até Malta você tem duas opções: a primeira é voar até algum país da Europa e de lá partir para a ilha e a segunda opção é ir de Barco, saindo da Itália. Isso porque, a distância entre a ilha de Malta e a região da Sicília (que fica ao sul) é de apenas 90 quilômetros! Ótima casadinha, não acha?

Ruas das ilhas de Malta

 


Quando ir?

Em Malta o inverno não é tão rigoroso quanto no restante da Europa, mas se você quer curtir dias de sol e calor, o ideal é ir no verão, entre junho e setembro. Isso porque, mesmo que não esteja tão frio nos outros meses, a água será extremamente gelada. Estive na ilha em junho e o mar ainda estava um pouco frio.


Onde ficar?

O país é formado por três ilhas: Malta, Gozo e Comino. O ideal é ficar na ilha de Malta, que é a maior e mais bem estruturada das ilhas. Eu fiquei hospedada em Sliema e foi uma ótima escolha. Além de ser uma região cheia de bares e restaurantes, Sliema tem um vista maravilhosa para Valeta, a capital da ilha. Por falar em Valeta, a cidade também é uma ótima opção para se hospedar, mas confesso que prefiro Sliema por conta da vista! <3

Clique aqui para ver dicas de hotéis em SliemaMalta - Valeta- Vista-de-Sliema


Que meio de transporte usar?

Quando se fala que Malta é uma ilha, logo a gente pensa que é um lugar pequeno, que nem precisa de algum meio de transporte que não sejam as pernas.

Ledo engano! Malta é uma ilha enorme, cheia de coisas para fazer e a distância a ser percorrida é grande e é por isso que indico que alugue um carro. Ter alugado um carro deu muita mobilidade e fez toda diferença para conseguir conhecer os principais pontos da ilha em apenas quatro dias.

Se tiver mais tempo por lá, aí sim vale a pena utilizar transporte público. Não testei, mas me falaram que funciona super bem e é seguro.

Entre uma ilha e outra o transporte mais usado obviamente é o barco. Os ferrys possuem vários horários e saem de Marfa e Cirkewwa. Para ir para a ilha de Gozo é possível pegar o ferry que leva o carro. O custo da travessia para o carro + duas pessoas é de 20 euros. Já o ferry para Comino leva apenas passageiros e custa 10 euros.


Quais são as principais atrações?

Café del Mar Malta

Um bar/restaurante com uma piscina de borda infinita maravilhosa especialmente posicionada para o pôr do sol. Como se isso fosse pouco, durante o verão, assim que o sol se põe o Café del Mar vira uma balada da melhor qualidade! A entrada custa 10 euros.  

Malta - Café del Mal

 

Blue Lagoon

De longe a principal atração da ilha. E não é por menos, como seu nome diz, a Blue Lagoon é praticamente uma lagoa que se formou entre as rochas, garantindo um mar turquesa e cristalino de botar inveja em qualquer destino caribenho.

O legal é que por aqui existem vários food trucks, então opção de comida e bebida é farta. Achei interessantíssimo que há um locker para deixar suas coisas seguras e sequinhas. O valor para deixar o dia todo lá é de 5 euros e você pode acessar seu locker para pegar ou deixar algo quantas vezes quiser.

Blue Lagoon - Malta

Dwejra Bay

Se você pesquisar sobre Malta na internet com certeza verá fotos da Azure Window, um portal de rochas à beira mar. O problema é que essa atração não existe mais,  já que a “janela azul” desmoronou em 2017.

Ainda assim eu indico que visite esse lugar, pois além de continuar lindo tem várias opções de mergulho como a Blue Hole, um buraco com águas cristalinas em meio às rochas!

Basta caminhar 5 minutos e estará no outro lado, onde há uma belíssima praia e opções de restaurantes. Aqui também é possível fazer um passeio de barco que custa 2 euros e dura 15 minutos. Esse passeio te leva para ver onde ficava a Azure Window e visita cavernas da região.

Dwejra Bay - Malta

 

Mdina

A impressão que tive é que voltei séculos no tempo ao cruzar o portão de entrada dessa cidade. Como toda boa cidade medieval, Mdina é uma cidade amuralhada, com prédios datados do século XV e extremamente bem preservados.

Se você é fã de Game of Thrones, então tem mais motivos ainda para conhecer Mdina, pois vários lugares da cidade foram usados como locações para a série.

Mdina - Game of Thrones cenário- GOT - Malta

 

Valeta

É a capital de Malta e também possui muita história. É a prova do quanto Malta é uma ilha multicultural e que vive extremamente bem com isso. Pelas ruas da capital não deixe de visitar o forte St Elmo, as Catedrais Anglicana e a de São João, além do Lower Barrakka, um jardim lindíssimo.

Malta - Valeta - Forte St Elmo

 

Paradise Bay

Uma das praias mais bonitas da região. Vale curtir o dia todo por aqui.

Cittadella

Uma cidade medieval amuralhada e que assim como Mdina, também tem forte influência árabe em sua arquitetura. É impossível não passar horas pensando em como era a vida por aqui séculos atrás.

A Cittadella possui vielas cheias de história, além de casas, um castelo e igreja. Também há dois ótimos restaurantes com uma vista panorâmica da melhor qualidade.

 

 

É bom para crianças?

As praias são ótimas para visitar com crianças, e as cidades como Mdina e Cittadella são maravilhosas para mostrarem na prática o que os pequenos vêem nos livros de história. Definitivamente é um lugar super tranquilo para levar a garotada.

 

Onde comer

Assim como a ilha multicultural que é, Malta possui uma gastronomia maravilhosa e com várias referências. Não deixe de almoçar no Fontanella, restaurante em Mdina famoso por sua torta de chocolate. Como se isso fosse pouco, ele tem uma vista panorâmica maravilhosa.

Se estiver em Sliema, vá até o The Brew, um restaurante com uma ótima carta de cerveja artesanal local.

 

Quanto tempo ficar?

Eu fiquei em Malta por quatro dias e com base na minha experiência, digo que é preciso ao menos 6 dias completos na ilha para conhecer o principalIsso mesmo, apenas o principal. Como falei acima, Malta é uma ilha enorme e onde há sim muita coisa a ser feita.


Quanto dinheiro levar?

O mais indicado é saber o mínimo e o máximo que você poderá gastar e dividir pelo número de dias que ficará viajando. Assim você saberá quanto será a média que poderá desembolsar por dia. Isso vai facilitar sua vida!

Como é uma ilha cheia de jovens que vão para estudar, Malta possui sim lugares onde é possível comer a partir de 8 euros. Mas tem que procurar bem, rs! Se quiser sentar nos restaurantes próximos aos burburinhos turísticos, a refeição (prato principal + bebida) fica na casa dos 20 euros.

 

Precisa de visto?

Não. O visto é concedido no momento da imigração.

Hora de descobrir Malta e suas maravilhas, não é? Mais um lugar pra você conhecer! E se você já conhece, compartilhe com a gente a sua experiência deixando seu comentário abaixo.

Tags: , , , , , , , , , , , ,

Copyright © 2014 - 2017 Passagens Imperdíveis. Todos os direitos reservados.