Salvador: roteiro de 4 dias pela capital da Bahia

pelourinho em salvador

O Pelourinho é uma das atrações turísticas mais procuradas por quem visita Salvador | Foto: Flickr

Salvador é um dos destinos turísticos mais visitados do Brasil. Conhecida não só pelas praias, mas também pelo rico patrimônio histórico e cultural, é uma das cidades mais antigas do país.

Além de ser famosa por suas belezas, ainda é considerada a capital do axé. Afinal, é impossível alguém que nunca tenha ouvido falar da maior festa popular do planeta, o Carnaval de Salvador. De uma coisa temos certeza: é um destino eclético e com muita coisa para fazer, capaz de agradar e surpreender a todos.

Para programar uma viagem, é necessário definir quantos dias passará por lá. Então prepare os óculos de sol, bote um sorriso no rosto e aproveite este roteiro de 4 dias com dicas essenciais para visitar essa cidade repleta de cores, sons, gente feliz e história para contar!

Roteiro de 4 dias em Salvador resumido

Antes de qualquer coisa, não se esqueça de que você pode remanejar o seu roteiro em Salvador como desejar, tirando ou acrescentando qualquer outro ponto turístico durante a sua viagem. O nosso objetivo é apenas apresentar possibilidades e atrações que valem a pena.

Dessa forma, você terá uma base mais sólida para organizar os seus dias pela capital baiana.

Dia 1

  • Pelourinho
  • Catedral Basílica de Salvador
  • Igreja e Convento de São Francisco
  • Elevador Lacerda
  • Mercado Modelo
  • Praia Porto da Barra
  • Farol da Barra e Museu Náutico da Bahia

Dia 2

  • Escola do Olodum
  • Fundação Casa de Jorge Amado
  • Escadaria e Igreja Santíssimo Sacramento do Passo
  • Igreja e Convento do Carmo
  • Forte de Monte Serrat

Dia 3

  • Casa do Rio Vermelho
  • Igreja do Bonfim
  • Museu de Arte Moderna da Bahia
  • Praia de Ondina

Dia 4:

  • Praia do Flamengo
  • Praia de Itapuã

Como chegar a Salvador

Salvador recebe voos diretos e conexão das mais diversas cidades do Brasil, ficando a aproximadamente 2 horas de distância das principais capitais: São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. O Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães fica na saída norte da cidade, já na divisa com o município de Lauro de Freitas.

Pra quem viaja de carro à Salvador, o acesso pelas estradas brasileiras é feito por meio das BRs-101 ou 116 (até Feira de Santana) e BR-324. A partir da região Sudeste, de cidades, como o Rio de Janeiro, o principal acesso é pela BR-116.

O que fazer em Salvador

O roteiro por Salvador deve começar, sem dúvida, pelo Centro Histórico, local que é o coração da cidade e da nossa história, com seu casario colonial colorido, dos séculos 17 e 18, ruas de pedra, ateliês, igrejas e restaurantes. Veja algumas dicas sobre o que fazer em Salvador:

Pelourinho

Declarado em Patrimônio da Humanidade em 1985, o Pelourinho é, de fato, um passeio imperdível.  Tanto para quem gosta de arte e arquitetura e quer conhecer um pouco mais do barroco português quanto para quem quer apenas tirar belas fotos.

Ficamos impressionados pela limpeza e segurança do local, que contava com muitos policiais nas ruas no dia da nossa visita, um sábado. Porém, para evitar dor de cabeça, é recomendável que você não saia do circuito turístico, entre as igrejas e conventos do Carmo e São Francisco, Casa Azul, etc. Para ajudá-lo a saber por onde andar, nós fizemos um mapinha com as principais atrações e restaurantes (disponível no final do post). Mas você também pode pegar um de papel e receber informações confiáveis no posto da Bahiatursa, na rua das Laranjeiras.

A melhor forma de circular por essa região é andando, já que carros não podem passar na maioria das ruas.

  • Entrada: gratuita
  • Endereço: Centro Histórico de Salvador

Catedral Basílica de Salvador

De lá vale a pena passar na Catedral Basílica de Salvador, no Largo do Cruzeiro, onde aos finais de semana há apresentação de capoeira. Fundada em 1552, a catedral foi a primeira do Brasil e funcionou inicialmente na Igreja da Ajuda.

As centenas de obras de arte do local têm um valor incalculável. Até porque, da maioria delas, sequer se conhece a autoria. O próprio templo é considerado barroco, mas os arquitetos identificam outros estilos também.

  • Entrada: R$ 10
  • Endereço: Largo Terreiro de Jesus, s/n, Pelourinho
  • Funcionamento: segunda-feira, das 11h às 17h e de terça a domingo, das 9h às 17h

Igreja e Convento de São Francisco

igreja e convento de são francisco na capital da bahia

A Igreja e Convento de São Francisco são importantes edificações históricas da cidade de Salvador | Foto: Wikipedia

A Igreja de Convento de São Francisco é uma das mais bonitas e impressionantes do mundo – sim, do mundo! Deslumbrante, com seus altares feitos de madeira e ouro (mais de 800 quilos), anjos barrocos e detalhes rococó. Sem falar nas pinturas feitas em mais de 50 mil azulejos, divididos em 37 painéis no claustro. Vale muito a pena separar uma horinha para apreciar com calma cada detalhe desta que é a principal construção barroca da Bahia.

Durante a visita, você pode tirar fotos, desde que sem flash – e essa regra vale para a maioria de museus e igrejas.

  • Entrada: R$ 5
  • Endereço: Rua da Ordem Terceira, s/n, Pelourinho
  • Funcionamento: Igreja e Museu de Arte Sacra, da segunda a domingo, das 8h às 12h, e das 13h às 17h

Elevador Lacerda

elevador lacerda ponto turistico salvador

Símbolo da capital baiana, o Elevador Lacerda é um dos principais elevadores do Brasil | Foto: Wikimedia

O Elevador Lacerda é o primeiro elevador urbano do mundo. Se você quer curtir Salvador sem gastar muito, visitar esse verdadeiro cartão-postal é, com toda a certeza, uma excelente escolha. De lá é possível ter uma vista incrível da Baía de Todos e, em segundos, ir da Cidade Alta para a Cidade Baixa, onde fica o Mercado Modelo.

  • Entrada: acesso ao elevador – R$ 0,15
  • Endereço: Praça Tomé de Souza, s/n, Centro
  • Funcionamento: durante a pandemia, de segunda a sexta, das 7h às 17h30 e aos sábados das 8h às 17h

Mercado Modelo

Mais uma parada obrigatória! Visite o Mercado Modelo e garanta lá suas lembrancinhas, além de lindas peças rendadas. São mais de 200 lojas de artesanato que vendem instrumentos musicais típicos da cultura afro-brasileira, cerâmicas e muito mais.

  • Entrada: gratuita
  • Endereço: Praça Visconde de Cayru, s/n, Comércio
  • Funcionamento: de segunda a sábado, das 9h às 18h e domingo das 9h às 14h

Praia Porto da Barra

A Praia Porto da Barra já se tornou um dos cartões-postais da cidade e é uma das praias mais procuradas. Queridinha dos moradores e turistas, fica localizada bem próxima ao Centro e conta com muitas coisas legais para você poder fazer e curtir o dia todo.

Com águas limpas, mar calmo e uma pequena faixa de areia, atrai inúmeros banhistas todos os dias e é um refúgio em meio à cidade. Atenção: está sempre bem cheia nos finais de semana.

Farol da Barra e Museu Náutico

pôr do sol no farol da barra

O pôr do sol do Farol da Barra é um espetáculo da natureza em Salvador | Foto: Flickr

Vale a pena assistir ao pôr do sol do Farol da Barra. É indescritível e, de tão bonito, o espetáculo costuma ser aplaudido no final. Construído no século 17, o Farol é pura história e também um dos locais mais famosos e bonitos de Salvador, além de ser um dos melhores points do verão na cidade.

Por lá, fica o Museu Náutico, que conta um pouquinho sobre as primeiras embarcações que chegaram à cidade e te dá acesso ao belíssimo terraço com vista para a praia, além do Farol – prepare-se para subir mais de 80 degraus em uma escada circular.

  • Entrada: R$ 16
  • Endereço: Largo do Farol da Barra, s/n, Barra
  • Funcionamento: terça a domingo, das 9h às 16h

Escola do Olodum

A Escola do Olodum é outro verdadeiro ponto turístico de Salvador. Os jovens ensaiam e muitas vezes se apresentam gratuitamente. A escola funciona desde outubro de 1984 e é um espaço de participação e expressão da comunidade afrodescendente, constituindo-se numa referência nacional e internacional pela inovação no trabalho com arte e educação.

  • Entrada: consulte no site do projeto
  • Endereço: Rua das Laranjeiras, 30, Pelourinho

Fundação Casa de Jorge Amado

Outra atração que vale a visita é a Fundação Casa de Jorge Amado, popularmente conhecida como Casa Azul, no Largo do Pelourinho. A instituição abriga alguns objetos pessoais de Jorge Amado, como livros, roupas, fotografias e manuscritos, entre milhares de itens que contam um pouco da história do escritor baiano. Além disso, há um café delicioso, batizado com o nome de sua esposa, a também escritora Zélia Gattai.

  • Entrada: R$ 5; às quartas-feiras, a entrada é gratuita
  • Endereço: Largo do Pelourinho, 15, Pelourinho
  • Funcionamento: segunda a sábado, das 10h às 18h e aos sábados e domingos, das 10h às 14h

Escadaria e Igreja Santíssimo Sacramento do Passo

Saindo da Casa do Jorge Amado, é possível ir andando rumo à Escadaria da Igreja do Passo, onde foi gravado o filme Pagador de Promessas. Também há um grafite lindo no local – aqui vale um adendo: a street art em Salvador é incrivelmente interessante, com painéis coloridos por toda a cidade.

Na Igreja do Passo – reaberta em 2018 após quase 2 décadas fechada – entre tantas belezas que fazem brilhar os olhos de quem visita o templo, existe uma imagem de Santa Bárbara, em gesso, que foi usada durante as locações do filme. Seus altares e retábulos, em estilo neoclássico, são de meados do século 19.

  • Entrada: visitação programada (mínimo 5 pessoas) ao Campanário da Torre e Cripta: R$ 5
  • Endereço: Rua do Passo, 52A, Santo Antônio Além do Carmo
  • Funcionamento: Missas: terças, quintas e sábados às 17h
  • Aberta de segunda a sábado, das 9h às 17h

Igreja e Convento do Carmo

Se você continuar subindo a Ladeira do Carmo, chagará até a Igreja e o Convento do Carmo. Construída no início do século XVII, em estilo neoclássico, a igreja apresenta uma das mais belas sacristias do mundo. O convento é o maior da Ordem Carmelita no mundo, possuindo 2 claustros e 80 celas.

  • Entrada: gratuita – é possível visitar os claustros e a igreja, o museu está fechado para restauração
  • Endereço: Rua do Carmo, 1, Santo Antônio Além do Carmo
  • Funcionamento: Missas: terça a sexta, e domingo às 7h; segunda e sábado às 19h30
  • Aberta de segunda a sexta, das 7h às 17h e aos sábados das 8h às 12h

Forte de Monte Serrat

Considerado uma das obras militares mais primorosas do Brasil, o Forte de Nossa Senhora Monte Serrat foi escolhido em função da enseada de águas mansas, escondidas pelos morros que encobriam a área plana limitada na parte ocidental pela Ponta de Humaitá. A construção, reformada várias vezes por causa de inovações históricas, ainda mantém a planta original.

O local oferece uma belíssima paisagem da Baía de Todos os Santos e um pôr de sol deslumbrante. Portanto, essencial nesta lista de o que fazer em Salvador. Então prepare-se para tirar fotos lindas!

  • Entrada: gratuita
  • Endereço: Rua Santa Rita Durão, Ponta de Humaitá
  • Funcionamento: segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30

Casa do Rio Vermelho

A Casa do Rio Vermelho é uma das atrações culturais mais bonitas e poéticas de Salvador. A casa de Jorge Amado e Zélia Gattai é um refúgio de passarinhos e boas histórias, o jardim é o nosso local preferido, mas dá para ver vários cômodos, a máquina de escrever do escritor, além de lindas cartas de amor.

  • Entrada: R$ 16
  • Endereço: Rua Alagoinhas, 33, Rio Vermelho
  • Funcionamento: consulte no site oficial

Igreja do Bonfim

igreja do bonfim

Amarrar uma fitinha do Senhor do Bonfim nas escadas da igreja é praticamente parada obrigatória em Salvador | Foto: Commons Wikimedia

Amarrar a fitinha com três nós no portão da igreja, fazendo os três pedidos, claro, e tirando fotos clássicas na escadaria com o colorido das fitas atrás é um passeio tradicional na cidade. A Igreja do Bonfim é um dos pontos turísticos de Salvador mais visitados, por causa de sua tradição.

Na igreja, há ainda uma curiosa salinha de agradecimento por milagres, com velas em formatos diversos.

  • Entrada: gratuita
  • Endereço: Largo do Bonfim, s/n, Bonfim
  • Funcionamento: segunda a quinta e sábado, das 7h às 18h, sexta-feira, das 5h30 às 18h e domingo das 5h15 às 18h

Museu de Arte Moderna da Bahia

Para o entardecer, uma boa pedida é ir ao Museu de Arte Moderna da Bahia. O local é considerado o principal espaço para a arte contemporânea do estado e um dos mais importantes do país, por onde passa um público aproximado de 200 mil pessoas por ano.

  • Entrada: R$ 8 (inteira), R$ 4 (meia)
  • Endereço: Avenida Lafayete Coutinho, s/n (Av. Contorno) – Comércio Salvador
  • Funcionamento: terça a domingo, das 13h às 18h

Praia de Ondina

Localizada em um dos bairros mais nobres da capital baiana, em “Ondina”, a praia é ótima para banho. Também há pedras na água que formam piscinas naturais. Rodeada de hotéis de luxo, a Praia de Ondina também possui ótimos restaurantes.

Aliás, há várias barracas do lado sul para a degustação de petiscos e refrescos. É neste bairro, inclusive, o último trecho por onde passam os trios elétricos durante o Carnaval de Salvador.

Praia do Flamengo

praia do flamengo em salvador

Em um bairro mais afastado de Salvador, a Praia do Flamengo compõe a lista das belíssimas praias que garantem belezas naturais na capital baiana | Foto: Flickr

Afastado das áreas mais movimentadas da capital baiana, a Praia do Flamengo é um dos melhores destinos turísticos de Salvador. Na divisa com a cidade de Lauro de Freitas e próxima ao aeroporto, o local dispensa comentários em termos de belezas naturais e é perfeito para se divertir, relaxar e ainda provar petiscos nos restaurantes de frente para o mar.

Há vários hotéis, pousadas e casas de veraneio e é considerado um lugar ideal para praticar kitsurf, surf e pesca de mergulho.

Praia de Itapuã

Situada ao norte da cidade, Itapuã está fora da Baía de Todos os Santos. Lá também acontece a formação de corais chamada angra – pequena baía ou enseada – fazendo do lugar uma área protegida. O bairro tem um calçadão com coqueiros ao longo de toda a orla, que foi toda requalificada.

É no calçadão que fica a famosa estátua da Sereia de Itapuã. E é exatamente ali que, na quinta-feira, antes do início do Carnaval de Salvador, é feita a lavagem de Itapuã. Baianas vestidas a caráter levam potes de cerâmica com flores e água de cheiro e lavam a escadaria da Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Itapuã.

Mapa dos pontos turísticos

Onde ficar em Salvador

Depois de estruturar todo o roteiro, é hora de decidir onde ficar em Salvador. Vamos lá? A hospedagem no Centro Histórico é recomendada se você deseja uma experiência mais profunda com atrações e vida noturna. Rio Vermelho, Ondina e Barra também são excelentes escolhas.

Há opções para todos os tipos e para todos os bolsos. Mas, não se esqueça: os preços podem sofrer alteração dependendo da época que você consultar.

Mais baratas

Opções de baixo custo para você ficar em Salvador!

Hotel Alah Mar

Com acomodações com banheiro privativo, TV a cabo, fica a menos de 25 minutos de carro da Estação Rodoviária de Salvador e o Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães. Nas imediações, você encontrará bares e restaurantes.

O hotel ainda conta com buffet de café da manhã. Para quem deseja diária para casal, há preços a partir de R$ 103.

Confira diárias e acomodações!

Salvador Mar Hotel

A apenas 300 metros da Praia Jardim da Armação, o Salvador Mar Hotel dispõe de buffet de café da manhã e acomodações com ar-condicionado.

Os quartos possuem frigobar, TV, banheiro privativo e decoração moderna em tons aconchegantes. A diária para casal custa a partir de R$ 108.

Confira diárias e comodidades!

Golden Park Hotel Salvador

golden park hotel em salvador

O Golden Park Hotel é uma acomodação mais econômica para se hospedar em Salvador | Foto: Divulgação

Hospedar-se na região do Rio Vermelho é uma boa escolha! O Golden Park Hotel Salvador está situado na Praia Pituba, próximo à agitada vida noturna do bairro e outras atrações. Conta ainda com quartos espaçosos e equipados. A diária para duas pessoas está a partir de R$ 148.

Confira diárias e comodidades!

InterCity Salvador

hotel intercity em salvador

O InterCity Salvador é uma excelente escolha de hospedagem na capital baiana | Foto: divulgação

Com decoração contemporânea, ar-condicionado, TV e banheiro privativo, o InterCity Premium Salvador conta com piscina com cobertura, sauna e academia. Também oferece buffet de café da manhã e está localizado a apenas 1 km do Shopping Iguatemi, um dos principais da capital. Para quem deseja uma diária para casal, há preços a partir de R$ 230.

Confira diárias e comodidades!

Intermediários

Foco em boa relação entre custo e benefício!

Vila Galé Salvador

Situado na famosa Praia de Ondina, a propriedade dispõe de um clube de saúde e bem-estar com academia, além de piscina elegante e um bar de coquetéis.

No Vila Galé Salvador, você pode admirar o pôr do sol no bar da piscina, além de saborear um buffet de café da manhã. A diária para quarto duplo está a partir de R$ 342.

Confira diárias e comodidades!

Monte Pascoal Praia Hotel Salvador

hotel monte pascoal em salvador

Localizado próximo ao Farol da Barra, o hotel possui espaços sofisticados e aconchegantes para hospedagem em Salvador | Foto: Divulgação

Mais uma excelente opção de hospedagem na capital baiana. O Monte Pascoal Praia Hotel está situado à beira-mar, na famosa Praia do Farol da Barra. Todos os quartos estão equipados com TV com canais a cabo, ar-condicionado e frigobar, ainda incluem varanda. A diária custa a partir de R$ 369.

Confira diárias e comodidades!

5 estrelas

O que há de mais luxuoso para hospedagem em Salvador!

Zank by Toque Hotel

hotel zank by toque em salvador

O Hotel Zank By Toque é uma dos hotéis 5 estrelas de Salvador | Foto: Divulgação

O hotel boutique oferece ambientes bem decorados, piscina com vista para o mar, além de TV a cabo e banheiro privativo. Os quartos têm decoração exclusiva, que varia de estilo clássico retrô ao moderno. Preço da diária: a partir de R$ 560.

Confira diárias e comodidades!

Wish Hotel da Bahia

Com uma localização privilegiada no centro de Salvador, o Wish Hotel oferece acomodações confortáveis e aceita animais de estimação. Ainda conta com espaços, como piscina e academia bem equipada. O Farol da Barra e o Pelourinho estão a 3 km, Igreja do Bonfim fica a 9 km de distância, além de outros pontos turísticos. O quarto duplo tem diária a partir de R$ 915.

Confira diárias e comodidades!

#DicaPI: se você deseja prolongar a temporada na Bahia, veja as nossas dicas de onde ficar na Praia do Espelho, que faz parte do distrito de Trancoso e pertence a Porto Seguro.

Onde comer em Salvador

Quando o assunto são as comidas típicas da Bahia, o cardápio é extenso. Cheia de influências, a culinária é rica, deliciosa e repleta de pratos marcantes e característicos, como bobó de camarão, tapioca, caruru, acarajé e ximxim de galinha. Veja algumas opções de onde comer em Salvador:

Paraíso Tropical

Famoso por suas moquecas com frutas e lascas de coco verde, foi premiado pelo Commanderie Des Cordons Bleus De France e eleito como melhor comida do Brasil pelo Guia 4 Rodas.

A sofisticação se revela no cardápio com a troca de produtos industrializados por ingredientes naturais e proteicos, extraídos do pomar do restaurante.

  • Endereço: Rua Edgard Loureiro, 98B, Cabula, Salvador
  • Funcionamento: de segunda a sábado, das 12h às 22h e domingos e feriados, das 12h às 17h
  • Mais informações: site oficial

Vini Figueira Gastronomia

Com o conceito de gastronomia contemporânea, o restaurante do chef Vini Figueira aposta na cozinha experimental. O cardápio reúne pratos famosos como lagosta grelhada, peixe com molho de camarão e camarões a parmegiana. A excelência no atendimento e comida de ótima qualidade cativam os clientes.

  • Endereço: Travessa Bartholomeu de Gusmão, 140, Rio Vermelho
  • Funcionamento: de terça a quinta-feira, das 19h às 23h; sextas e sábados das 12h às 16h e  19h às 23h e aos domingos das 12h às 16h
  • Mais informações: site oficial

O Cravinho

Um dos lugares mais clássicos de Salvador. Ir ao Pelourinho merece, com toda a certeza, uma parada no Cravinho para saborear sua cachaça. Entre as diversas opções da bebida, o carro-chefe é a de cravo com canela.

O bar, ao estilo taberna, é uma das sensações do Centro Histórico. Além da bebida, ainda serve uma famosa moela. Possui 4 ambientes inteiros, sendo um deles uma lojinha com vários itens para os turistas.

  • Endereço: Largo Terreiro de Jesus, 3, Pelourinho
  • Funcionamento: de segunda a sábado, das 11h às 22h e domingo das 11h às 18h
  • Mais informações: site oficial

Mariposa Pelourinho – Coffee, Food e Music

Outra opção imperdível no Centro Histórico de Salvador, conta com cardápio variado para almoço e jantar. Uma dica: para quem quer provar comida baiana, invista no bobó de camarão. Outra pedida é o risoto de gorgonzola com medalhões de filé, um dos queridinhos da casa.

Ah, e se quiser, ainda é possível encontrar uma comida japonesa em pleno Pelourinho.

  • Endereço: Largo Terreiro de Jesus, 17 – 100, Pelourinho
  • Funcionamento: todos os dias das 10h às 22h
  • Mais informações: site oficial

Sanctuarium Atelier Gourmet

Uma verdadeira experiência gastronômica em Salvador. Do chef Hugo Ribeiro, o restaurante passeia pelas diversas culinárias no mundo, em especial a asiática. A culinária, carta de vinhos, ambiente de muito bom gosto, além de excelente atendimento, merecem destaque.

  • Endereço: Rua Itabuna, 286 B, Rio Vermelho
  • Funcionamento: de quarta a sábado, das 18h às 20h
  • Mais informações: site oficial

Restaurante Barravento

O Restaurante Barravento se tornou um cartão postal da cidade de Salvador. A localização privilegiada, com vista do Farol da Barra, é um dos preferidos dos turistas. O camarão – dos mais diversos tipos, seja ao leite de coco ou empanado com risoto – é, sem dúvida, um dos pratos mais famosos do local.

O espaço conta ainda com uma brinquedoteca, ambiente exclusivo para a criançada.

  • Endereço: Avenida Oceânica, 814, Barra
  • Funcionamento: de segunda a quinta, das 11h à 0h; sextas e sábados das 11h à 1h e domingos das 11h às 19h
  • Mais informações: site oficial

The Bunker – Beer Culture

Parada obrigatória de todos os turistas que gostam de fazer aquele tour cervejeiro pela cidade de Salvador. Um local onde beber cerveja é mais que um momento de descontração, mas uma experiência completa. Este é o The Bunker – Beer Culture, focado em cervejas especiais do Brasil e da Bélgica.

O cardápio de comidas abre espaço para ingredientes de pequenos produtores, o que confere mais originalidade ao paladar.

  • Endereço: Rua Alexandre Herculano, 45. 1º andar, Pituba
  • Funcionamento: de terça a sábado, das 17h à 0h e domingo das 12h às 20h
  • Mais informações: site oficial

Onde comer acarajé em Salvador

No Rio Vermelho, há 2 dos acarajés mais famosos de Salvador: 

  • Acarajé da Dinha.
  • Acarajé da Regina.

Ambos ficam no Largo de Santana!

Outras opções recomendadas para quem gosta do bolinho de feijão fradinho frito são:

  • Acarajé da Cira, em Itapuã.
  • Acarajé da Sônia, no Farol da Barra.

Transporte em Salvador

Existem várias formas para se locomover em Salvador, tanto saindo do aeroporto quanto dentro da cidade. Saiba quais:

Como sair do aeroporto de Salvador

O aeroporto de Salvador fica a 26 km do centro da cidade. Nesse sentido, veja os meios transporte disponíveis:

  • Metrô: é possível ir do aeroporto de Salvador ao centro da cidade de metrô. Apesar das linhas não irem até a zona hoteleira, abrange a região central de uma maneira mais econômica e rápida. O serviço funciona das 5h à 0h, diariamente, e o bilhete custa R$ 3,90.
  • Ônibus: outra opção econômica para viajar entre o aeroporto de Salvador e o centro da cidade, com duas modalidades – a linha Aeroporto Executivo (S040, S041 e S041-01) e o ônibus comum. A primeira opção custa R$ 25; já a segunda, R$ 4,20.
  • Táxi comum: não tem guichê para pré-pagamento no aeroporto de Salvador. As corridas são cobradas pelo taxímetro; a bandeira 1 custa R$ 2,42 por km rodado. Já na bandeira 2 são cobrados R$ 3,38 por km rodado. Sem muito trânsito, uma corrida ao Rio Vermelho, por exemplo, sairá aproximadamente por R$ 90, e à Barra, R$ 105.
  • Táxi especial: é pré-pago e há guichês da Coomtas e Coometas em 2 locais: junto às esteiras de bagagens e no saguão do aeroporto, depois do desembarque, perto das locadoras de carros. As tarifas são fixas, dia e noite.
  • Uber: há 2 categorias de carros na cidade – UberX, de carros pequenos, e Uber Comfort, de carros mais confortáveis. Para as principais zonas de interesses dos turistas, como Rio Vermelho, Barra, Pelourinho, Terminal Náutico do Mercado Modelo e Terminal de Ferry-boat, a corrida sai a partir de R$ 50.
  • Carro alugado: outra forma de sair do aeroporto de Salvador e se locomover pela cidade é alugando um carro, embora a maneira mais prática de explorar o centro histórico seja a pé. De todo modo, se esta for a sua decisão, leia o nosso guia e saiba como alugar para a sua viagem.

Transporte dentro da cidade

Salvador não é apenas orla, a maioria dos deslocamentos na cidade é feita por uma rede de vias expressas. Se for dirigir na cidade, é preciso cuidado e paciência, principalmente no Centro Histórico. As ruas ainda são de pedra e você vai ter que deixar o carro de lado para caminhar lentamente e desfrutar aos poucos a diversidade baiana.

Então, talvez o carro não seja a melhor opção de transporte dentro da cidade. Confira!

  • A pé: boa parte das atrações do Centro Histórico é possível visitar a pé.
  • Salvador Bus: o ônibus turístico de dois andares de Salvador proporciona um dia de utilização do roteiro turístico. O valor é de R$ 70, já para passageiros de 3 a 12 e a partir de 60 anos, custa R$ 55. Saiba mais!
  • Ônibus: o aplicativo de mobilidade urbana Moovit pode ajudar e muito no momento de traçar as rotas pelo transporte público. A frota de ônibus da cidade ainda roda com cobradores, então é possível pagar no local. A passagem custa R$ 4,20.
  • Táxi: outra forma de se locomover na capital baiana; a bandeira 1 custa R$ 2,42 por km rodado e na bandeira 2 são cobrados R$ 3,38. As corridas variam entre R$ 10 a 20 reais em pontos mais próximos, podendo chegar a R$ 50 para as praias mais distantes.
  • Uber: média de R$ 24 para andar dentro da cidade. O aplicativo leva em todas as regiões e é muito fácil pedir.
  • Metrô: o metrô Bahia opera duas linhas, com 20 estações. O valor da passagem é R$ 3,90.

#DicaPI: o Google Maps e o Waze podem te ajudar a se deslocar melhor por Salvador, mostrando as melhores rotas.

Melhor época para viajar

A Bahia é conhecida como a terra da alegria, devido às inúmeras festas que acontecem em Salvador. Com um clima tropical, pode-se dizer que quase o ano inteiro a cidade é quente.

No verão, as temperaturas médias são de 27 °C, mas em outras ocasiões podem passar dos 30 °C. Já no inverno, a média é de 24 ºC, mas frentes frias podem diminuir alguns graus.

A época do ano em que mais chove: abril a julho.

Sendo assim, setembro a janeiro são os mais indicados para viajar. O que não significa, porém, que não terá chuva, já que são comuns o ano inteiro na capital baiana.

Mais dicas do Nordeste

Confira outras dicas que separamos para você viajar pelo estado da Alegria, a amada Bahia, e Nordeste do Brasil!