Salvador: roteiro de 4 dias pela capital da Bahia

pelourinho em salvador

O Pelourinho é uma das atrações turísticas mais procuradas por quem visita Salvador | Foto: Flickr

Salvador é um dos destinos turísticos mais visitados do Brasil. Conhecida não só pelas praias, mas também pelo rico patrimônio histórico e cultural, é uma das cidades mais antigas do país.

Além de ser famosa por suas belezas, ainda é considerada a capital do axé. Afinal, é impossível alguém que nunca tenha ouvido falar da maior festa popular do planeta, o Carnaval de Salvador. De uma coisa temos certeza: é um destino eclético e com muita coisa para fazer, capaz de agradar e surpreender a todos.

Para programar uma viagem, é necessário definir quantos dias passará por lá. Então prepare os óculos de sol, bote um sorriso no rosto e aproveite este roteiro de 4 dias com dicas essenciais para visitar essa cidade repleta de cores, sons, gente feliz e história para contar!

Roteiro de 4 dias em Salvador resumido

Antes de qualquer coisa, não se esqueça de que você pode remanejar o seu roteiro em Salvador como desejar, tirando ou acrescentando qualquer outro ponto turístico durante a sua viagem. O nosso objetivo é apenas apresentar possibilidades e atrações que valem a pena.

Dessa forma, você terá uma base mais sólida para organizar os seus dias pela capital baiana.

Dia 1

  • Pelourinho
  • Catedral Basílica de Salvador
  • Igreja e Convento de São Francisco
  • Elevador Lacerda
  • Mercado Modelo
  • Praia Porto da Barra
  • Farol da Barra e Museu Náutico da Bahia

Dia 2

  • Escola do Olodum
  • Fundação Casa de Jorge Amado
  • Escadaria e Igreja Santíssimo Sacramento do Passo
  • Igreja e Convento do Carmo
  • Forte de Monte Serrat

Dia 3

  • Casa do Rio Vermelho
  • Igreja do Bonfim
  • Museu de Arte Moderna da Bahia
  • Praia de Ondina

Dia 4:

  • Praia do Flamengo
  • Praia de Itapuã

Como chegar a Salvador

Salvador recebe voos diretos e conexão das mais diversas cidades do Brasil, ficando a aproximadamente 2 horas de distância das principais capitais: São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. O Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães fica na saída norte da cidade, já na divisa com o município de Lauro de Freitas.

Pra quem viaja de carro à Salvador, o acesso pelas estradas brasileiras é feito por meio das BRs-101 ou 116 (até Feira de Santana) e BR-324. A partir da região Sudeste, de cidades, como o Rio de Janeiro, o principal acesso é pela BR-116.

Encontre passagens aéreas baratas para Salvador

O que fazer em Salvador

O roteiro por Salvador deve começar, sem dúvida, pelo Centro Histórico, local que é o coração da cidade e da nossa história, com seu casario colonial colorido, dos séculos 17 e 18, ruas de pedra, ateliês, igrejas e restaurantes. Veja algumas dicas sobre o que fazer em Salvador:

Pelourinho

Declarado em Patrimônio da Humanidade em 1985, o Pelourinho é, de fato, um passeio imperdível.  Tanto para quem gosta de arte e arquitetura e quer conhecer um pouco mais do barroco português quanto para quem quer apenas tirar belas fotos.

Ficamos impressionados pela limpeza e segurança do local, que contava com muitos policiais nas ruas no dia da nossa visita, um sábado. Porém, para evitar dor de cabeça, é recomendável que você não saia do circuito turístico, entre as igrejas e conventos do Carmo e São Francisco, Casa Azul, etc. Para ajudá-lo a saber por onde andar, nós fizemos um mapinha com as principais atrações e restaurantes (disponível no final do post). Mas você também pode pegar um de papel e receber informações confiáveis no posto da Bahiatursa, na rua das Laranjeiras.

A melhor forma de circular por essa região é andando, já que carros não podem passar na maioria das ruas.

  • Entrada: gratuita
  • Endereço: Centro Histórico de Salvador

Catedral Basílica de Salvador

De lá vale a pena passar na Catedral Basílica de Salvador, no Largo do Cruzeiro, onde aos finais de semana há apresentação de capoeira. Fundada em 1552, a catedral foi a primeira do Brasil e funcionou inicialmente na Igreja da Ajuda.

As centenas de obras de arte do local têm um valor incalculável. Até porque, da maioria delas, sequer se conhece a autoria. O próprio templo é considerado barroco, mas os arquitetos identificam outros estilos também.

  • Entrada: R$ 10
  • Endereço: Largo Terreiro de Jesus, s/n, Pelourinho
  • Funcionamento: segunda-feira, das 11h às 17h e de terça a domingo, das 9h às 17h

Igreja e Convento de São Francisco

igreja e convento de são francisco na capital da bahia

A Igreja e Convento de São Francisco são importantes edificações históricas da cidade de Salvador | Foto: Wikipedia

A Igreja de Convento de São Francisco é uma das mais bonitas e impressionantes do mundo – sim, do mundo! Deslumbrante, com seus altares feitos de madeira e ouro (mais de 800 quilos), anjos barrocos e detalhes rococó. Sem falar nas pinturas feitas em mais de 50 mil azulejos, divididos em 37 painéis no claustro. Vale muito a pena separar uma horinha para apreciar com calma cada detalhe desta que é a principal construção barroca da Bahia.

Durante a visita, você pode tirar fotos, desde que sem flash – e essa regra vale para a maioria de museus e igrejas.

  • Entrada: R$ 5
  • Endereço: Rua da Ordem Terceira, s/n, Pelourinho
  • Funcionamento: Igreja e Museu de Arte Sacra, da segunda a domingo, das 8h às 12h, e das 13h às 17h

Elevador Lacerda

elevador lacerda ponto turistico salvador

Símbolo da capital baiana, o Elevador Lacerda é um dos principais elevadores do Brasil | Foto: Wikimedia

O Elevador Lacerda é o primeiro elevador urbano do mundo. Se você quer curtir Salvador sem gastar muito, visitar esse verdadeiro cartão-postal é, com toda a certeza, uma excelente escolha. De lá é possível ter uma vista incrível da Baía de Todos e, em segundos, ir da Cidade Alta para a Cidade Baixa, onde fica o Mercado Modelo.

  • Entrada: acesso ao elevador – R$ 0,15
  • Endereço: Praça Tomé de Souza, s/n, Centro
  • Funcionamento: durante a pandemia, de segunda a sexta, das 7h às 17h30 e aos sábados das 8h às 17h

Mercado Modelo

Mais uma parada obrigatória! Visite o Mercado Modelo e garanta lá suas lembrancinhas, além de lindas peças rendadas. São mais de 200 lojas de artesanato que vendem instrumentos musicais típicos da cultura afro-brasileira, cerâmicas e muito mais.

  • Entrada: gratuita
  • Endereço: Praça Visconde de Cayru, s/n, Comércio
  • Funcionamento: de segunda a sábado, das 9h às 18h e domingo das 9h às 14h

Praia Porto da Barra

A Praia Porto da Barra já se tornou um dos cartões-postais da cidade e é uma das praias mais procuradas. Queridinha dos moradores e turistas, fica localizada bem próxima ao Centro e conta com muitas coisas legais para você poder fazer e curtir o dia todo.

Com águas limpas, mar calmo e uma pequena faixa de areia, atrai inúmeros banhistas todos os dias e é um refúgio em meio à cidade. Atenção: está sempre bem cheia nos finais de semana.

Farol da Barra e Museu Náutico

pôr do sol no farol da barra

O pôr do sol do Farol da Barra é um espetáculo da natureza em Salvador | Foto: Flickr

Vale a pena assistir ao pôr do sol do Farol da Barra. É indescritível e, de tão bonito, o espetáculo costuma ser aplaudido no final. Construído no século 17, o Farol é pura história e também um dos locais mais famosos e bonitos de Salvador, além de ser um dos melhores points do verão na cidade.

Por lá, fica o Museu Náutico, que conta um pouquinho sobre as primeiras embarcações que chegaram à cidade e te dá acesso ao belíssimo terraço com vista para a praia, além do Farol – prepare-se para subir mais de 80 degraus em uma escada circular.

  • Entrada: R$ 16
  • Endereço: Largo do Farol da Barra, s/n, Barra
  • Funcionamento: terça a domingo, das 9h às 16h

Escola do Olodum

A Escola do Olodum é outro verdadeiro ponto turístico de Salvador. Os jovens ensaiam e muitas vezes se apresentam gratuitamente. A escola funciona desde outubro de 1984 e é um espaço de participação e expressão da comunidade afrodescendente, constituindo-se numa referência nacional e internacional pela inovação no trabalho com arte e educação.

  • Entrada: consulte no site do projeto
  • Endereço: Rua das Laranjeiras, 30, Pelourinho

Fundação Casa de Jorge Amado

Outra atração que vale a visita é a Fundação Casa de Jorge Amado, popularmente conhecida como Casa Azul, no Largo do Pelourinho. A instituição abriga alguns objetos pessoais de Jorge Amado, como livros, roupas, fotografias e manuscritos, entre milhares de itens que contam um pouco da história do escritor baiano. Além disso, há um café delicioso, batizado com o nome de sua esposa, a também escritora Zélia Gattai.

  • Entrada: R$ 5; às quartas-feiras, a entrada é gratuita
  • Endereço: Largo do Pelourinho, 15, Pelourinho
  • Funcionamento: segunda a sábado, das 10h às 18h e aos sábados e domingos, das 10h às 14h

Escadaria e Igreja Santíssimo Sacramento do Passo

Saindo da Casa do Jorge Amado, é possível ir andando rumo à Escadaria da Igreja do Passo, onde foi gravado o filme Pagador de Promessas. Também há um grafite lindo no local – aqui vale um adendo: a street art em Salvador é incrivelmente interessante, com painéis coloridos por toda a cidade.

Na Igreja do Passo – reaberta em 2018 após quase 2 décadas fechada – entre tantas belezas que fazem brilhar os olhos de quem visita o templo, existe uma imagem de Santa Bárbara, em gesso, que foi usada durante as locações do filme. Seus altares e retábulos, em estilo neoclássico, são de meados do século 19.

  • Entrada: visitação programada (mínimo 5 pessoas) ao Campanário da Torre e Cripta: R$ 5
  • Endereço: Rua do Passo, 52A, Santo Antônio Além do Carmo
  • Funcionamento: Missas: terças, quintas e sábados às 17h
  • Aberta de segunda a sábado, das 9h às 17h

Igreja e Convento do Carmo

Se você continuar subindo a Ladeira do Carmo, chagará até a Igreja e o Convento do Carmo. Construída no início do século XVII, em estilo neoclássico, a igreja apresenta uma das mais belas sacristias do mundo. O convento é o maior da Ordem Carmelita no mundo, possuindo 2 claustros e 80 celas.

  • Entrada: gratuita – é possível visitar os claustros e a igreja, o museu está fechado para restauração
  • Endereço: Rua do Carmo, 1, Santo Antônio Além do Carmo
  • Funcionamento: Missas: terça a sexta, e domingo às 7h; segunda e sábado às 19h30
  • Aberta de segunda a sexta, das 7h às 17h e aos sábados das 8h às 12h

Forte de Monte Serrat

Considerado uma das obras militares mais primorosas do Brasil, o Forte de Nossa Senhora Monte Serrat foi escolhido em função da enseada de águas mansas, escondidas pelos morros que encobriam a área plana limitada na parte ocidental pela Ponta de Humaitá. A construção, reformada várias vezes por causa de inovações históricas, ainda mantém a planta original.

O local oferece uma belíssima paisagem da Baía de Todos os Santos e um pôr de sol deslumbrante. Portanto, essencial nesta lista de o que fazer em Salvador. Então prepare-se para tirar fotos lindas!

  • Entrada: gratuita
  • Endereço: Rua Santa Rita Durão, Ponta de Humaitá
  • Funcionamento: segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30

Casa do Rio Vermelho

A Casa do Rio Vermelho é uma das atrações culturais mais bonitas e poéticas de Salvador. A casa de Jorge Amado e Zélia Gattai é um refúgio de passarinhos e boas histórias, o jardim é o nosso local preferido, mas dá para ver vários cômodos, a máquina de escrever do escritor, além de lindas cartas de amor.

  • Entrada: R$ 16
  • Endereço: Rua Alagoinhas, 33, Rio Vermelho
  • Funcionamento: consulte no site oficial

Igreja do Bonfim

igreja do bonfim

Amarrar uma fitinha do Senhor do Bonfim nas escadas da igreja é praticamente parada obrigatória em Salvador | Foto: Commons Wikimedia

Amarrar a fitinha com três nós no portão da igreja, fazendo os três pedidos, claro, e tirando fotos clássicas na escadaria com o colorido das fitas atrás é um passeio tradicional na cidade. A Igreja do Bonfim é um dos pontos turísticos de Salvador mais visitados, por causa de sua tradição.

Na igreja, há ainda uma curiosa salinha de agradecimento por milagres, com velas em formatos diversos.

  • Entrada: gratuita
  • Endereço: Largo do Bonfim, s/n, Bonfim
  • Funcionamento: segunda a quinta e sábado, das 7h às 18h, sexta-feira, das 5h30 às 18h e domingo das 5h15 às 18h

Museu de Arte Moderna da Bahia

Para o entardecer, uma boa pedida é ir ao Museu de Arte Moderna da Bahia. O local é considerado o principal espaço para a arte contemporânea do estado e um dos mais importantes do país, por onde passa um público aproximado de 200 mil pessoas por ano.

  • Entrada: R$ 8 (inteira), R$ 4 (meia)
  • Endereço: Avenida Lafayete Coutinho, s/n (Av. Contorno) – Comércio Salvador
  • Funcionamento: terça a domingo, das 13h às 18h

Praia de Ondina

Localizada em um dos bairros mais nobres da capital baiana, em “Ondina”, a praia é ótima para banho. Também há pedras na água que formam piscinas naturais. Rodeada de hotéis de luxo, a Praia de Ondina também possui ótimos restaurantes.

Aliás, há várias barracas do lado sul para a degustação de petiscos e refrescos. É neste bairro, inclusive, o último trecho por onde passam os trios elétricos durante o Carnaval de Salvador.

Praia do Flamengo

praia do flamengo em salvador

Em um bairro mais afastado de Salvador, a Praia do Flamengo compõe a lista das belíssimas praias que garantem belezas naturais na capital baiana | Foto: Flickr

Afastado das áreas mais movimentadas da capital baiana, a Praia do Flamengo é um dos melhores destinos turísticos de Salvador. Na divisa com a cidade de Lauro de Freitas e próxima ao aeroporto, o local dispensa comentários em termos de belezas naturais e é perfeito para se divertir, relaxar e ainda provar petiscos nos restaurantes de frente para o mar.

Há vários hotéis, pousadas e casas de veraneio e é considerado um lugar ideal para praticar kitsurf, surf e pesca de mergulho.

Praia de Itapuã

Situada ao norte da cidade, Itapuã está fora da Baía de Todos os Santos. Lá também acontece a formação de corais chamada angra – pequena baía ou enseada – fazendo do lugar uma área protegida. O bairro tem um calçadão com coqueiros ao longo de toda a orla, que foi toda requalificada.

É no calçadão que fica a famosa estátua da Sereia de Itapuã. E é exatamente ali que, na quinta-feira, antes do início do Carnaval de Salvador, é feita a lavagem de Itapuã. Baianas vestidas a caráter levam potes de cerâmica com flores e água de cheiro e lavam a escadaria da Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Itapuã.

#DicaPI: Confira em nosso parceiro pacotes promocionais para realizar passeios em Salvador!

Mapa dos pontos turísticos

Onde ficar em Salvador

Depois de estruturar todo o roteiro, é hora de decidir onde ficar em Salvador. Vamos lá? A hospedagem no Centro Histórico é recomendada se você deseja uma experiência mais profunda com atrações e vida noturna. Rio Vermelho, Ondina e Barra também são excelentes escolhas.

Há opções para todos os tipos e para todos os bolsos. Mas, não se esqueça: os preços podem sofrer alteração dependendo da época que você consultar.

Mais baratas

Opções de baixo custo para você ficar em Salvador!

Hotel Alah Mar

Com acomodações com banheiro privativo, TV a cabo, fica a menos de 25 minutos de carro da Estação Rodoviária de Salvador e o Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães. Nas imediações, você encontrará bares e restaurantes.

O hotel ainda conta com buffet de café da manhã. Para quem deseja diária para casal, há preços a partir de R$ 103.

Confira diárias e acomodações!

Salvador Mar Hotel

A apenas 300 metros da Praia Jardim da Armação, o Salvador Mar Hotel dispõe de buffet de café da manhã e acomodações com ar-condicionado.

Os quartos possuem frigobar, TV, banheiro privativo e decoração moderna em tons aconchegantes. A diária para casal custa a partir de R$ 108.

Confira diárias e comodidades!

Golden Park Hotel Salvador

golden park hotel em salvador

O Golden Park Hotel é uma acomodação mais econômica para se hospedar em Salvador | Foto: Divulgação

Hospedar-se na região do Rio Vermelho é uma boa escolha! O Golden Park Hotel Salvador está situado na Praia Pituba, próximo à agitada vida noturna do bairro e outras atrações. Conta ainda com quartos espaçosos e equipados. A diária para duas pessoas está a partir de R$ 148.

Confira diárias e comodidades!

InterCity Salvador

hotel intercity em salvador

O InterCity Salvador é uma excelente escolha de hospedagem na capital baiana | Foto: divulgação

Com decoração contemporânea, ar-condicionado, TV e banheiro privativo, o InterCity Premium Salvador conta com piscina com cobertura, sauna e academia. Também oferece buffet de café da manhã e está localizado a apenas 1 km do Shopping Iguatemi, um dos principais da capital. Para quem deseja uma diária para casal, há preços a partir de R$ 230.

Confira diárias e comodidades!

Intermediários

Foco em boa relação entre custo e benefício!

Vila Galé Salvador

Situado na famosa Praia de Ondina, a propriedade dispõe de um clube de saúde e bem-estar com academia, além de piscina elegante e um bar de coquetéis.

No Vila Galé Salvador, você pode admirar o pôr do sol no bar da piscina, além de saborear um buffet de café da manhã. A diária para quarto duplo está a partir de R$ 342.

Confira diárias e comodidades!

Monte Pascoal Praia Hotel Salvador

hotel monte pascoal em salvador

Localizado próximo ao Farol da Barra, o hotel possui espaços sofisticados e aconchegantes para hospedagem em Salvador | Foto: Divulgação

Mais uma excelente opção de hospedagem na capital baiana. O Monte Pascoal Praia Hotel está situado à beira-mar, na famosa Praia do Farol da Barra. Todos os quartos estão equipados com TV com canais a cabo, ar-condicionado e frigobar, ainda incluem varanda. A diária custa a partir de R$ 369.

Confira diárias e comodidades!

5 estrelas

O que há de mais luxuoso para hospedagem em Salvador!

Zank by Toque Hotel

hotel zank by toque em salvador

O Hotel Zank By Toque é uma dos hotéis 5 estrelas de Salvador | Foto: Divulgação

O hotel boutique oferece ambientes bem decorados, piscina com vista para o mar, além de TV a cabo e banheiro privativo. Os quartos têm decoração exclusiva, que varia de estilo clássico retrô ao moderno. Preço da diária: a partir de R$ 560.

Confira diárias e comodidades!

Wish Hotel da Bahia

Com uma localização privilegiada no centro de Salvador, o Wish Hotel oferece acomodações confortáveis e aceita animais de estimação. Ainda conta com espaços, como piscina e academia bem equipada. O Farol da Barra e o Pelourinho estão a 3 km, Igreja do Bonfim fica a 9 km de distância, além de outros pontos turísticos. O quarto duplo tem diária a partir de R$ 915.

Confira diárias e comodidades!

#DicaPI: se você deseja prolongar a temporada na Bahia, veja as nossas dicas de onde ficar na Praia do Espelho, que faz parte do distrito de Trancoso e pertence a Porto Seguro.

Encontre passagens aéreas baratas para Salvador

Comidas típicas e restaurantes de Salvador

comida típica da bahia

O acarajé e vatapá são dois dos principais pratos típicos da culinária baiana | Foto: Pixabay

Quando o assunto são as comidas típicas da Bahia, o cardápio é extenso. Cheia de influências, a culinária é rica, deliciosa e repleta de pratos marcantes e característicos, como bobó de camarão, tapioca, vatapá, acarajé e ximxim de galinha.

Conheça algumas comidas tradicionais baianas que são, se dúvida, de dar água na boca:

  • Acarajé: provavelmente quando você pensa em pratos típicos da Bahia logo vem à mente o acarajé, acertamos? A comida é, sem dúvida, icônica e não pode deixar de aparecer em listas sobre o melhor da culinária baiana.
  • Moqueca baiana: outra receita de comida baiana irresistível, por sinal. “Moqueca sem dendê não é moqueca”, essa é a principal diferença entre a moqueca baiana para a capixaba. Aliás, na Bahia, além de dendê, não pode faltar leite de coco na receita.
  • Bobó de camarão: mais um dos principais pratos da culinária regional baiana. Trata-se basicamente de camarões refogados com mandiocas (ou aipim e macaxeira, dependendo de como se referem na sua região). O aspecto final lembra uma moqueca, porém mais densa e saborosa.
  • Cururu: a iguaria é um cozido de quiabos que costuma ser servido acompanhado de acarajé ou arabá, pedaços de carne, frango ou peixe, camarões secos, azeite dendê e pimenta. O prato evidencia as influências africanas e indígenas da nossa gastronomia.
  • Vatapá: ainda mais cremoso do que o Cururu, é mais uma das comidas baianas que chegaram ao Brasil por intermédio dos africanos. Os principais ingredientes são o leite de coco, amendoim, pão francês, farinha de mandioca, castanha de caju, gengibre e camarão.
  • Tapioca: um dos pratos típicos mais comuns na Bahia, onde também é conhecido como “beijú”. Se come no café da manhã, almoço, jantar ou qualquer hora do dia. A mais simples é feita com manteiga, mas existe uma infinidade de opções para recheio
  • Ximxim de galinha: também de origem africana, é mais um dos pratos típicos da Bahia. Geralmente consumido com outros acompanhamentos, além de galinha ou frango, conta com amendoim, castanha, camarão e muito tempero!

Restaurantes em Salvador

Veja a seleção de restaurantes em Salvador que fizemos pra te ajudar quando viajar para a capital baiana. Para todos os estilos e bolsos, escolha o seu preferido:

Paraíso Tropical

Famoso por suas moquecas com frutas e lascas de coco verde, foi premiado pelo Commanderie Des Cordons Bleus De France e eleito como melhor comida do Brasil pelo Guia 4 Rodas.

A sofisticação se revela no cardápio com a troca de produtos industrializados por ingredientes naturais e proteicos, extraídos do pomar do restaurante.

  • Endereço: Rua Edgard Loureiro, 98B, Cabula, Salvador
  • Funcionamento: de segunda a sábado, das 12h às 22h e domingos e feriados, das 12h às 17h
  • Mais informações: site oficial

Vini Figueira Gastronomia

Com o conceito de gastronomia contemporânea, o restaurante do chef Vini Figueira aposta na cozinha experimental. O cardápio reúne pratos famosos como lagosta grelhada, peixe com molho de camarão e camarões a parmegiana. A excelência no atendimento e comida de ótima qualidade cativam os clientes.

  • Endereço: Travessa Bartholomeu de Gusmão, 140, Rio Vermelho
  • Funcionamento: de terça a quinta-feira, das 19h às 23h; sextas e sábados das 12h às 16h e  19h às 23h e aos domingos das 12h às 16h
  • Mais informações: site oficial

O Cravinho

Um dos lugares mais clássicos de Salvador. Ir ao Pelourinho merece, com toda a certeza, uma parada no Cravinho para saborear sua cachaça. Entre as diversas opções da bebida, o carro-chefe é a de cravo com canela.

O bar, ao estilo taberna, é uma das sensações do Centro Histórico. Além da bebida, ainda serve uma famosa moela. Possui 4 ambientes inteiros, sendo um deles uma lojinha com vários itens para os turistas.

  • Endereço: Largo Terreiro de Jesus, 3, Pelourinho
  • Funcionamento: de segunda a sábado, das 11h às 22h e domingo das 11h às 18h
  • Mais informações: site oficial

Mariposa Pelourinho – Coffee, Food e Music

Outra opção imperdível no Centro Histórico de Salvador, conta com cardápio variado para almoço e jantar. Uma dica: para quem quer provar comida baiana, invista no bobó de camarão. Outra pedida é o risoto de gorgonzola com medalhões de filé, um dos queridinhos da casa.

Ah, e se quiser, ainda é possível encontrar uma comida japonesa em pleno Pelourinho.

  • Endereço: Largo Terreiro de Jesus, 17 – 100, Pelourinho
  • Funcionamento: todos os dias das 10h às 22h
  • Mais informações: site oficial

Sanctuarium Atelier Gourmet

Uma verdadeira experiência gastronômica em Salvador. Do chef Hugo Ribeiro, o restaurante passeia pelas diversas culinárias no mundo, em especial a asiática. A culinária, carta de vinhos, ambiente de muito bom gosto, além de excelente atendimento, merecem destaque.

  • Endereço: Rua Itabuna, 286 B, Rio Vermelho
  • Funcionamento: de quarta a sábado, das 18h às 20h
  • Mais informações: site oficial

Restaurante Barravento

O Restaurante Barravento se tornou um cartão postal da cidade de Salvador. A localização privilegiada, com vista do Farol da Barra, é um dos preferidos dos turistas. O camarão – dos mais diversos tipos, seja ao leite de coco ou empanado com risoto – é, sem dúvida, um dos pratos mais famosos do local.

O espaço conta ainda com uma brinquedoteca, ambiente exclusivo para a criançada.

  • Endereço: Avenida Oceânica, 814, Barra
  • Funcionamento: de segunda a quinta, das 11h à 0h; sextas e sábados das 11h à 1h e domingos das 11h às 19h
  • Mais informações: site oficial

The Bunker – Beer Culture

Parada obrigatória de todos os turistas que gostam de fazer aquele tour cervejeiro pela cidade de Salvador. Um local onde beber cerveja é mais que um momento de descontração, mas uma experiência completa. Este é o The Bunker – Beer Culture, focado em cervejas especiais do Brasil e da Bélgica.

O cardápio de comidas abre espaço para ingredientes de pequenos produtores, o que confere mais originalidade ao paladar.

  • Endereço: Rua Alexandre Herculano, 45. 1º andar, Pituba
  • Funcionamento: de terça a sábado, das 17h à 0h e domingo das 12h às 20h
  • Mais informações: site oficial

Onde comer acarajé em Salvador

No Rio Vermelho, há 2 dos acarajés mais famosos de Salvador: 

  • Acarajé da Dinha.
  • Acarajé da Regina.

Ambos ficam no Largo de Santana!

Outras opções recomendadas para quem gosta do bolinho de feijão fradinho frito são:

  • Acarajé da Cira, em Itapuã.
  • Acarajé da Sônia, no Farol da Barra.

Encontre passagens aéreas baratas para Salvador

Transporte em Salvador

Existem várias formas para se locomover em Salvador, tanto saindo do aeroporto quanto dentro da cidade. Saiba quais:

Como sair do aeroporto de Salvador

O aeroporto de Salvador fica a 26 km do centro da cidade. Nesse sentido, veja os meios transporte disponíveis:

  • Metrô: é possível ir do aeroporto de Salvador ao centro da cidade de metrô. Apesar das linhas não irem até a zona hoteleira, abrange a região central de uma maneira mais econômica e rápida. O serviço funciona das 5h à 0h, diariamente, e o bilhete custa R$ 3,90.
  • Ônibus: outra opção econômica para viajar entre o aeroporto de Salvador e o centro da cidade, com duas modalidades – a linha Aeroporto Executivo (S040, S041 e S041-01) e o ônibus comum. A primeira opção custa R$ 25; já a segunda, R$ 4,20.
  • Táxi comum: não tem guichê para pré-pagamento no aeroporto de Salvador. As corridas são cobradas pelo taxímetro; a bandeira 1 custa R$ 2,42 por km rodado. Já na bandeira 2 são cobrados R$ 3,38 por km rodado. Sem muito trânsito, uma corrida ao Rio Vermelho, por exemplo, sairá aproximadamente por R$ 90, e à Barra, R$ 105.
  • Táxi especial: é pré-pago e há guichês da Coomtas e Coometas em 2 locais: junto às esteiras de bagagens e no saguão do aeroporto, depois do desembarque, perto das locadoras de carros. As tarifas são fixas, dia e noite.
  • Uber: há 2 categorias de carros na cidade – UberX, de carros pequenos, e Uber Comfort, de carros mais confortáveis. Para as principais zonas de interesses dos turistas, como Rio Vermelho, Barra, Pelourinho, Terminal Náutico do Mercado Modelo e Terminal de Ferry-boat, a corrida sai a partir de R$ 50.
  • Carro alugado: outra forma de sair do aeroporto de Salvador e se locomover pela cidade é alugando um carro, embora a maneira mais prática de explorar o centro histórico seja a pé. De todo modo, se esta for a sua decisão, leia o nosso guia e saiba como alugar para a sua viagem.

Transporte dentro da cidade

Salvador não é apenas orla, a maioria dos deslocamentos na cidade é feita por uma rede de vias expressas. Se for dirigir na cidade, é preciso cuidado e paciência, principalmente no Centro Histórico. As ruas ainda são de pedra e você vai ter que deixar o carro de lado para caminhar lentamente e desfrutar aos poucos a diversidade baiana.

Então, talvez o carro não seja a melhor opção de transporte dentro da cidade. Confira!

  • A pé: boa parte das atrações do Centro Histórico é possível visitar a pé.
  • Salvador Bus: o ônibus turístico de dois andares de Salvador proporciona um dia de utilização do roteiro turístico. O valor é de R$ 70, já para passageiros de 3 a 12 e a partir de 60 anos, custa R$ 55. Saiba mais!
  • Ônibus: o aplicativo de mobilidade urbana Moovit pode ajudar e muito no momento de traçar as rotas pelo transporte público. A frota de ônibus da cidade ainda roda com cobradores, então é possível pagar no local. A passagem custa R$ 4,20.
  • Táxi: outra forma de se locomover na capital baiana; a bandeira 1 custa R$ 2,42 por km rodado e na bandeira 2 são cobrados R$ 3,38. As corridas variam entre R$ 10 a 20 reais em pontos mais próximos, podendo chegar a R$ 50 para as praias mais distantes.
  • Uber: média de R$ 24 para andar dentro da cidade. O aplicativo leva em todas as regiões e é muito fácil pedir.
  • Metrô: o metrô Bahia opera duas linhas, com 20 estações. O valor da passagem é R$ 3,90.

#DicaPI: o Google Maps e o Waze podem te ajudar a se deslocar melhor por Salvador, mostrando as melhores rotas.

Melhor época para viajar

A Bahia é conhecida como a terra da alegria, devido às inúmeras festas que acontecem em Salvador. Com um clima tropical, pode-se dizer que quase o ano inteiro a cidade é quente.

No verão, as temperaturas médias são de 27 °C, mas em outras ocasiões podem passar dos 30 °C. Já no inverno, a média é de 24 ºC, mas frentes frias podem diminuir alguns graus.

A época do ano em que mais chove: abril a julho.

Sendo assim, setembro a janeiro são os mais indicados para viajar. O que não significa, porém, que não terá chuva, já que são comuns o ano inteiro na capital baiana.

Encontre passagens aéreas baratas para Salvador

Mais dicas do Nordeste

praia de itapuã em salvador

A Praia de Itapuã, em Salvador, é uma das praias mais procuradas pelos turistas | Foto: Flickr

Confira outras dicas que separamos para você viajar pelo estado da Alegria, a amada Bahia, e Nordeste do Brasil!