Home > Dicas de viagem > Ilhas gregas: como montar seu roteiro (dicas, nomes e mapa)

Ilhas gregas: como montar seu roteiro (dicas, nomes e mapa)

Se antes as ilhas gregas eram só um sonho, agora farão parte da sua realidade. Afinal, aqui está você efetivamente pesquisando como montar um roteiro por elas!

cefalonia- ilhas gregas

Praia na Kefalonia, uma das ilhas gregas | Foto: Pixabay

Por isso, organizamos as principais informações para você se planejar com folga: dicas práticas, nomes e mapa, visando ao seu roteiro pelas ilhas gregas. Então prepare-se, porque sua viagem vai começar!

#DicaPI: para sua viagem toda ser um grande sucesso, anote estas dicas de turismo na Grécia!

Navegue como quiser:

Planejando seu roteiro pelas ilhas gregas

Antes da prática, vem a teoria. Antes da viagem, vem o planejamento! Então atente-se às informações para organizar o seu roteiro!

Melhor época para visitar as ilhas gregas

O verão europeu traz consigo milhares de turistas às ilhas gregas, afinal é a combinação perfeita de praia, calor e dias longos, com pôr do sol beirando as 21h.

Sendo assim, a alta temporada nas ilhas gregas é de junho a agosto, no auge do verão.

Visando fugir do grande público, mas ainda curtir o melhor do clima, os meses mais apropriados são abril, maio e setembro.

Quanto dinheiro levar

Essa é uma questão muito subjetiva, uma vez que os gastos variam de acordo com o seu estilo de viagem. Mas, para você ter uma noção, faça o seguinte: comece anotando o que gastará com transporte.

Assim, terá uma noção inicial de quanto gastará. Por exemplo, uma viagem de balsa tende a ser mais barata que de avião. O aluguel de carro sai mais caro dentro das ilhas que o uso de ônibus. Já os hotéis, naturalmente, variam dos mais econômicos aos mais luxuosos. Com os restaurantes, ocorre o mesmo.

Mesmo nas praias, o seu gasto pode variar. Se alugar uma espreguiçadeira, pode desembolsar até € 30, ao passo que se estender uma toalha na areia, será gratuito.

Outro gasto a se adicionar é o do voo. Entretanto, você pode viajar para a Grécia comprando passagem aérea barata. Isso porque o Passagens Imperdíveis sempre divulga promoções para esse país. Veja um exemplo:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Passagens Imperdíveis (@passagensimperdiveis) em

Para aproveitar as próximas oportunidades como esta (ou até melhores), siga a gente nas redes sociais (Instagram, Facebook e Twitter) e baixe o aplicativo gratuito.

Quanto tempo para visitar as ilhas gregas?

Tenha em mente que, para curtir o básico de cada ilha, são necessários ao menos 3 dias inteiros. Desse modo, o tempo total da viagem para a Grécia vai variar segundo a quantidade de ilhas gregas que pretende visitar. Isso, é claro, incluindo Atenas, caso resolva fazer um roteiro pela capital grega.

Aplicado à prática, imagine um roteiro pelas ilhas gregas passando por:

  • Atenas: 3 dias
  • Zakynthos: 3 dias
  • Mykonos: 3 dias
  • Santorini: 3 dias

No total, ficam, no mínimo, 12 dias de viagem, podendo incluir ou não o deslocamento entre as ilhas. Caso separe 1 dia para cada translado, esse roteiro de exemplo chegaria a 16 dias.

Como chegar às ilhas gregas

ferry ilhas gregas

Ferry para Santorini | Foto: Passagens Imperdíveis

Há basicamente 2 maneiras para se transportar entre as ilhas gregas:

  • Avião: Olympic Air, Sky Express, Volotea, etc.
  • Balsa (ferry): Seajets, Golden Star Ferries, Ionian Group, etc.
  • Cruzeiro: SeaDream Yatch Club, Windstar Cruises, Crystal Cruises, etc.

Algumas ilhas gregas têm aeroporto, o que facilita a viagem a partir de Atenas. E, naturalmente, todas recebem balsas. Considere uma média de € 80 o trecho, seja de avião, seja de balsa. Tome esses valores como referência, já que variam.

Para escolher o melhor meio de transporte entre uma ilha e outra, consideramos, sobretudo, o tempo.

Nesse sentido, se a viagem dura menos de 4 horas de balsa, escolhemos esse meio em vez do avião. Isso porque, entre as ilhas gregas, os voos costumam fazer conexão em Atenas, o que eleva o tempo total de viagem, fora os demorados trâmites de segurança dos aeroportos.

Com relação aos cruzeiros, via de regra eles navegam de noite e ancoram nas ilhas durante o dia. Logo, você tem cerca de 8 horas para aproveitar cada uma. Embora o ritmo seja acelerado, é uma maneira de visitar mais ilhas gregas em menos tempo. Daí a escolha vai do seu gosto.

Transporte dentro das ilhas gregas

quadriciclo transporte ilhas gregas

Quadriciclo nas ilhas gregas | Foto: Passagens Imperdíveis

Diversos critérios entram no momento de escolher o seu meio de transporte, como o roteiro, o tempo disponível e o orçamento.

Em todas as ilhas gregas, é bem comum o aluguel de veículos, como carro, quadriciclo ou moto. Leve a sua Permissão Internacional para Dirigir (PID), pois as agências solicitam esse documento. Para alugar moto, você precisa ter habilitação categoria A, já para os demais veículos (inclusive quadriciclo), a B é suficiente.

A vantagem do aluguel é a total liberdade de locomoção dentro da ilha. Contudo, na alta temporada pode ter dificuldade para estacionar. Sobre o preço, separe cerca de € 60 diários, fora a gasolina.

Outra forma confortável de transporte são os táxis. Só não espere chamá-los por aplicativos de carro, porque não existem nas ilhas gregas. As corridas chegam a custar até € 20.

Por sua vez, o transporte público nas ilhas gregas consiste em ônibus que conectam os principais pontos turísticos. Esta é, de longe, a alternativa mais barata, com passagens custando na média de € 3. Porém, se você deseja explorar diversos lugares no mesmo dia, a demora na espera pode te prejudicar.

Considere, também, a grande oferta de passeios de barco, que podem durar meio dia ou o dia todo. Portanto, se for contratar um tour assim, não vale a pena alugar carro naquela data. É por isso que a escolha do transporte vai depender de diversos fatores.

De tudo, uma coisa é certa quanto ao transporte nas ilhas gregas: há mais soluções do que problemas!

Sugestões de ilhas gregas

A esta altura, você poderia até prestar consultoria em roteiro nas ilhas gregas, visto que anotou os elementos-chave para organizar a viagem. Dessa forma, vamos à parte mais emocionante do processo, a escolha das ilhas em si!

Verdade seja dita: quanto mais opções, mais difícil a escolha. Por isso, focamos nas ilhas gregas mais populares para turismo, de modo a facilitar o seu roteiro. Então lembre-se de que estas são apenas algumas entre as dezenas existentes.

Ilhas Jônicas

Banhadas pelo mar Jônico, essas ilhas são atrativas por diversas razões, entre elas:

  • Mais econômicas
  • Maior contato com a natureza

Considerando tais características, vamos às sugestões!

Zakynthos

mirante navagio beach

Mirante da Navagio Beach tem uma vista surreal da praia | Foto: Passagens Imperdíveis

A marca registrada dessa ilha grega é a Navagio Beach (Shipwreck), uma das praias mais bonitas da Grécia (quiçá do mundo). Mas nem só desse ponto turístico vive o local, tanto que escrevemos várias sugestões de roteiro em Zakynthos.

Kefalonia (Cefalônia)

cefalonia lago melissani

Caverna de Melissani é um dos cartões-postais da Kefalonia | Foto: Unsplash

Praias exóticas, cavernas místicas e vistas maravilhosas são só alguns dos presentes dessa ilha para o mundo. O mais legal é que, se você quiser aproveitar ao máximo seu tempo, pode fazer um bate-volta na Kefalonia a partir de Zakynthos!

Ilhas Cíclades

Geograficamente, o mar Egeu é o que une as ilhas Cíclades, cuja fama se dá por serem:

  • Mais caras
  • Badaladas, com festas e DJs famosos mundialmente
  • Mais conhecidas entre os turistas (e no Instagram!)

Por essas e outras, é certo que a maioria das imagens das ilhas gregas que você já viu seja de uma destas apresentadas a seguir.

Mykonos

moinhos vento mykonos ilha grega

Mykonos: marca registrada de Mykonos | Foto: Passagens Imperdíveis

Além das intermináveis festas regadas a muita música eletrônica, você encontrará agradáveis surpresas. Uma delas é o sítio arqueológico na vizinha ilha de Delos, com milhares de anos de existência e hoje patrimônio mundial da humanidade. Como aproveitar isso e muito mais? Veja este roteiro por Mykonos!

Santorini

por do sol santorini

Quase na hora do pôr do sol em Santorini | Foto: Passagens Imperdíveis

Alguém disse paredes brancas e teto azul? Sim, esta é a imagem padrão que ilustra tantos cartões-postais seja da Grécia, seja das ilhas gregas. Para conhecer de perto e tirar suas próprias fotos do majestoso vilarejo de Óia, também conhecido pelo lindo pôr do sol, confira estas dicas de o que fazer em Santorini!

Paros

paros grecia

Águas cristalinas convidam para um mergulho em Paros | Foto: Pixabay

Aqui você aproveitará o que as ilhas gregas têm de melhor: belas praias, arquitetura charmosa e história. Todavia, fugirá dos grandes públicos, porque, se comparada às vizinhas anteriores, Paros é bem menos movimentada. Uma das referências turísticas são as pedreiras de mármore, utilizado como matéria-prima em obras famosíssimas, como a Vênus de Milo, em exposição em Paris, no Museu do Louvre.

Rhodes

rhodes ilha na grecia

Rhodes tem paisagens deslumbrantes | Foto: Pixabay

Polo multiétnico e cultural, Rhodes é habitada há milhares de anos, portanto já recebeu povos e imperadores de diversos pontos do globo. Outro atrativo dessa ilha grega é o clima, pois faz sol praticamente o ano inteiro. Logo, o seu único trabalho será escolher onde ficar entre os centenas de quilômetros de praia com águas cristalinas!

Milos

klefiko milos grecia

Passeio de barco em Milos | Foto: Wikimedia Commons, sob CC 2.0

Se antes os estudiosos encontraram diversas estátuas de deuses gregos, hoje você encontrará um pedaço do paraíso. Por exemplo, o passeio até Kleftiko leva a essa indescritível praia. Mais uma boa razão para incluir Milos no seu roteiro é a economia. Tanto que até a citamos neste post com destinos para o verão europeu.

Mapa das ilhas gregas

Para ajudar na criação do seu roteiro pelas ilhas gregas, marcamos neste mapa todas as citadas, bem como Atenas. Dessa maneira, você terá uma ideia visual da distância e da localização delas.

Siga sua viagem com as dicas do nosso blog e, em breve, com vídeos no canal do YouTube!