Home > Dicas de viagem > Enoturismo: dicas de vinícolas no Brasil e no mundo

Enoturismo: dicas de vinícolas no Brasil e no mundo

Há 5 mil anos, os egípcios foram os primeiros a registrar, em pinturas e documentos, as experiências que tinham com o vinho. Agora, milhares de anos depois, é a sua vez de aproveitar essa herança e fazer enoturismo – turismo especializado em vinhos – pelas vinícolas no Brasil e no mundo!

Para tanto, este guia de enoturismo não só indicará vinícolas, como também dará dicas de melhor época para visitar, além de transporte. Assim, você evitará problemas com bebida e direção, garantido excelentes lembranças das sessões de degustação mundo afora!

Como são as visitas

vinicola ruperth rothschild franschhoek

Vinho na África do Sul | Foto: Passagens Imperdíveis

Via de regra, os passeios em vinícolas consistem em visitação guiada pelas plantações e armazéns, com degustação de  vinhos. Entretanto, alguns detalhes variam conforme o lugar ou mesmo a sua disponibilidade. Por exemplo, poder só degustar a bebida, sem andar pelas instalações.

Então, as visitas costumam durar, em média, de 1 a 3 horas. Assim, o comum é colocar, no máximo, 3 vinícolas por dia, num roteiro mais acelerado. Dessa forma, a respeito de quantos dias ficar nessas regiões, a média é de, pelo menos, 2 dias.

Para complementar a experiência de enoturismo, é grande a oferta de hotéis em vinícolas. Com isso, você pode sentir por mais tempo o clima, a calmaria e o romantismo típicos desse tipo de ambiente.

#DicaPI: para reservar hotéis no Brasil e no mundo, usamos o site Booking.com!

Vinícolas no Vale dos Vinhedos (Brasil)

vale dos vinhedos regiao sul brasil

Vale dos Vinhedos | Foto: Wikimedia Commons

Na Serra Gaúcha (Rio Grande do Sul), fica o Vale dos Vinhedos. Assim, essa região vinícola se estende entre as cidades de Bento Gonçalves, Monte Belo do Sul e Garibaldi – bem próximo de Gramado!

São mais de 80 km² de paisagens exuberantes, onde se produzem os únicos vinhos com certificação de origem no Brasil. Assim, isso significa que seguem rigorosos padrões de qualidade e fabricação exclusivos da região. Por essas e outras, boa pedida para enoturismo no Brasil.

Então anote estas dicas de vinícolas no Brasil para visitar no Vale dos Vinhedos:

  • Casa Valduga: centenária, é bem tradicional na região (site oficial)
  • Pizzato: mais recente, tem certificação de origem (site oficial)
  • Marco Luigi: entre as mais populares do vale (site oficial)

Foto por Germano Roberto Schüür, na Wikimedia Commons, sob Creative Commons 4.0.

Quando ir

Com clima agradável ao longo de todo ano, o que muda é o tipo de beleza que encontrará. Por exemplo, de janeiro a março, é período de colheita, com cachos cheios. De junho a agosto é inverno, trazendo, então, um clima mais frio e romântico.

#DicaPI: na busca de clima frio e romântico? Veja esta lista de lugares frios para viajar na América do Sul!

Transporte no Vale dos Vinhedos

Você pode desembarcar na capital gaúcha Porto Alegre ou em Caxias do Sul, de onde seguirá por terra até uma das cidades que compõem o Vale dos Vinhedos. Assim, as opções incluem táxi, Uber, ônibus e carro alugado.

Para visitar as vinícolas, somam-se as opções acima os passeios de agência. Em todos os casos, não misture bebida e direção. No caminho, aprecie a belíssima rodovia RS-444, também conhecida como rota dos vinhos.

Vinícolas em Santiago (Chile)

Nesta viagem a Santiago, te levamos para saber como são feitos os passeios nas vinícolas chilenas.

Aos pés da Cordilheira dos Andes, a capital chilena Santiago tem vinícolas próximas do centro da cidade, portanto fáceis de visitar. Sendo assim, seu roteiro de enoturismo no Chile pode incluir ao menos estas três opções:

  • Viña Aquitania: destaque para o atendimento intimista (site oficial)
  • Viña Cousiño Macul: chama a atenção pelo belíssimo visual (site oficial)
  • Concha y Toro: a mais famosa, logo a mais procurada (site oficial)

Nessas três vinícolas em Santiago, você deve agendar sua visita com antecedência, a fim de garantir sua vaga.

Os tours costumam ser bilíngues, em espanhol e inglês.

Quando ir

Abertas o ano todo, você pode visitar as vinícolas em Santiago conforme o seu gosto: março e abril são meses de colheita, logo com as parreiras cheias.

Transporte para as vinícolas de Santiago

Em Santiago, tanto o transporte público (ônibus e metrô) quanto aplicativos de carro (Uber e Cabify) funcionam muito bem. Dessa forma, você não precisa alugar carro para visitar essas vinícolas, localizadas a menos de 1 hora de distância do centro.

Vinícolas em Mendoza (Argentina)

enoturismo vinicola em mendoza argentina

Vinícola aos pés dos Andes em Mendoza | Foto: Flickr

Sua dificuldade em Mendoza será decidir entre as centenas de vinícolas (bodegas) abertas ao público. Por isso, os roteiros nessa cidade argentina costumam se dividir em diferentes regiões para cada dia.

Desse modo, você pode visitar as áreas de Maipú, Luján de Cuyo, Valle de Uco e San Rafael. Cada uma tem características distintas, que influenciam diretamente a produção e o tipo dos vinhos. Algumas vinícolas famosas:

  • La Rural: entre as mais antigas, fica em Maipú (site oficial)
  • Catena Zapata: com sede inspirada na arquitetura Maia, fica em Luján de Cuyo (site oficial)
  • O’Fournier: uma das mais destacadas no Valle de Uco (site oficial)

Foto por Tony Bailey, no Flickr, sob Creative Commons 2.0.

Quando ir

As bodegas de Mendoza funcionam o ano todo. Porém, se você quiser ver as plantações cheias de uvas, vá no verão, entre março e abril.

Transporte nas vinícolas em Mendoza

São variados os meios de transporte entre essas vinícolas argentinas: bicicleta, ônibus, carro alugado, táxi e agência. Aqui também vale a regra de evitar bebida e direção, pela segurança e pelo respeito à lei, visto que essa combinação é proibida no país.

Vinícolas no Douro (Portugal)

enoturismo vinicolas douro portugal

Vinícolas no Douro | Foto: Passagens Imperdíveis

Que tal visitar a única região do mundo a produzir vinho do porto? Das vinícolas em Portugal, certamente merecem destaque aquelas do Douro, justamente pela exclusividade desse tipo de vinho.

No que diz respeito a enoturismo, o único problema que você terá ali será se decidir sobre o que te encantará mais: a paisagem ou o vinho. Isso porque as vinícolas da região do Douro se instalam em terraços, semelhantes a grandes degraus, às margens do rio de mesmo nome. Já o vinho, forte e adocicado, tem sabor único, digno de toda a fama.

Algumas sugestões de vinícolas no Douro:

  • Quinta do Vallado: há mais de 300 anos sob a mesma família (site oficial)
  • Quinta do Tedo: produz as uvas mais bem avaliadas da região (site oficial)
  • Quinta da Pacheca: oferece quartos em forma de barril (site oficial)

Para seu roteiro de enoturismo sair sem imprevistos, reserve com antecedência o seu tour em cada vinícola.

Quando ir

As vinícolas do Douro abrem o ano inteiro. Contudo, se quiser garantir tempo agradável para atividades ao ar livre, vá de maio a outubro, pois são os meses com temperatura mais amena e com menos chuvas.

Transporte para as vinícolas do Douro

Diversas cidades, incluindo Peso da Régua e Pinhão, formam a região do Douro, localizada a menos de 2 horas de Porto. Você pode chegar à área de carro alugado, ônibus ou passeio bate-volta de agência.

Entre as vinícolas, como não tem Uber nem app semelhante, vá de táxi ou eleja um motorista da rodada. Afinal, é proibido beber e dirigir em Portugal (além de perigoso, claro).

Vinícolas na Toscana (Itália)

Sobre a Toscana, com todos os detalhes deste destino (assim como hotéis, vinícolas, restaurantes, ingressos, etc.)

Essa romântica região italiana é daquelas que, até você conhecer pessoalmente, só pensaria ser possível existir em filmes. As casinhas, as serras, as plantações, o céu, os vinhos. Tudo é tão charmoso e harmônico que parece ter sido concebido para se apaixonar.

Como vinho e romantismo têm tudo a ver, você pode visitar diversas vinícolas na Toscana, entre elas:

  • Castello de Verrazzano: segue os padrões para produzir a variação Chianti Classico (site oficial)
  • Podere Le Ripi: pequena e intimista, produz vinho Brunello di Montalcino (site oficial)
  • Poggio Antico: também produtora do cobiçado vinho Brunello di Montalcino (site oficial)

Em todas essas vinícolas na Toscana, é fundamental reservar com antecedência a sua visita.

Quando ir

Ao longo de todo o ano você pode visitar as vinícolas na região da Toscana. Porém, se quiser temperaturas amenas e céu aberto, procure ir entre abril e setembro.

Transporte na região da Toscana

Por se tratar de um roteiro em que, geralmente, se visitam diversas cidades na região da Toscana, o mais comum é fazer o trajeto de carro alugado. Nesse caso, uma alternativa é eleger o motorista da rodada, para não misturar bebida e direção.

Caso esteja viajando sozinho, verifique a possibilidade de deslocamento de táxi ou transfer do hotel até as vinícolas e entre elas. Sendo assim, você só vai dirigir entre uma cidade e outra, e não durante as degustações de vinho!

Vinícolas em Napa Valley (Estados Unidos)

Uma das paradas foi Napa Valley, em Napa, conhecida por ser a região dos vinhos californianos. Nesse vídeo, te mostramos um tour por algumas vinícolas de lá e muito mais! Olha só:

Essa região na Califórnia é o principal destino de enoturismo nos Estados Unidos. Ali se reúnem centenas de vinícolas administradas por famílias, o que dá um certo charme às plantações – pequenas, se comparadas às demais citadas neste post.

Algumas dicas de vinícolas em Napa Valley para você visitar:

  • Robert Mondavi: uma das mais famosas e disputadas (site oficial)
  • V Sattui Winery: oferece espaço para piquenique e churrasco (site oficial)
  • Chimney Rock: excelente relação entre custo e benefício (site oficial)

Nessas vinícolas e nas outras da região, recomendamos reservar sua visita com antecedência.

Quando ir

Você pode visitar Napa Valley o ano inteiro. Entretanto, se deseja pegar a época de colheita, com as parreiras cheias, vá entre setembro e novembro, na primavera.

Transporte nas vinícolas em Napa Valley

As forma mais usual de chegar até a região é de carro alugado, pela rodovia 29, sobretudo se você estiver fazendo uma roadtrip pela Califórnia. Por sua vez, o transporte entre as vinícolas é ideal de Uber, a fim de evitar a perigosa (e proibida) combinação de álcool e direção.

Nós até fizemos um post especial com um roteiro de 2 dias nas vinícolas de Napa Valley, para ajudar no seu planejamento!

Vinícolas em Cape Town (África do Sul)

Viajamos para a Cidade do Cabo, na África do Sul, e fizemos um tour pelas vinícolas da Cidade do Cabo, em Stellenbosch e Franschhoek!

Talvez seja surpresa para você, talvez não. Mas o fato é que a África do Sul guarda vinícolas de cair o queixo. Por isso, uma excelente opção para enoturismo, tanto pelos vinhos quanto pelas serras ao redor.

Nesse sentido, no seu roteiro você pode combinar três cidades, que ficam bem próximas: Cape Town, Stellenbosch e Franschhoek. Eis algumas:

  • Tokara: uma das mais famosas vinícolas de Stellenbosch (site oficial)
  • Rupert & Rothschild: opção alternativa, de ótima qualidade (site oficial)
  • Groot Constantia: a mais antiga vinícola de Cape Town (site oficial)

Ainda sobre os lugares para visitar, são tantos que até fizemos uma lista de 10 vinícolas sul-africanas.

Quando ir

As vinícolas na África do Sul funcionam o ano todo. De dezembro a abril, faz sol e calor; de maio a agosto, chove um pouco e faz frio; já de setembro a novembro, volta o sol e o clima fica ameno.

Transporte nas vinícolas de Cape Town

Embora muitos visitantes aluguem carro em Cape Town, se você deseja focar em enoturismo, vá de Uber. Isso porque é proibido dirigir sob efeito de álcool na África do Sul. O aplicativo serve para viajar entre as cidades e também entre as vinícolas, portanto facilita a sua vida a todo o momento!

E por falar em vida fácil, confira mais essas dicas para montar seu roteiro pelas vinícolas de Cape Town.

Passagem aérea barata para enoturismo

Seja qual for o destino escolhido por você para fazer enoturismo, é possível viajar barato aproveitando promoção de passagem aérea. Sabe como? Veja um exemplo que compartilhamos em nosso Instagram:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Passagens Imperdíveis (@passagensimperdiveis) em

O Passagens Imperdíveis divulga passagens aéreas promocionais para destinos no Brasil e no mundo, incluindo todos esses citados. Dessa forma, você economizará no voo e sobrará mais para investir nas degustações!

Então siga a gente nas redes sociais (Instagram, Facebook e Twitter) e baixe o aplicativo gratuito. Assim, você receberá notificações de passagem aérea barata primeiro e conseguirá aproveitar o desconto antes que acabe!