Home > Dicas de viagem > Aurora Boreal: dicas para visualização do fenômeno

Aurora Boreal: dicas para visualização do fenômeno

Se você sonha em conhecer a Aurora Boreal, um dos fenômeno naturais mais admirado do mundo, este post é para você. O Passagens Imperdíveis preparou um conteúdo especial sobre esse jogo de luzes e cores impressionantes que pintam o céu e contrastam com o branco da neve polar durante o inverno.

O efeito ocorre durante os meses frios e é extremamente difícil de prever e ser visto ao vivo. Por isso, exige um bom planejamento (e, digamos, uma certa sorte).

Contudo, existem alguns lugares que aumentam a probabilidade de se encontrar com essa fascinante atração.

Então, para conferir, basta ler o texto completo ou ir direto à sua opção desejada!

O que é a Aurora Boreal?

Você, com certeza, já ouviu falar sobre ela. Aquelas luzes verdes que aparecem no céu em determinados lugares do mundo e são fenômenos procurados por diversos viajantes. O fato ocorre durante tempestades solares, quando um gás plasma, que é eletrizado por partículas de elétrons e prótons, parte do Sol.

O plasma entra em contato com a atmosfera e com o campo magnético da Terra, que funciona como um escudo contra essas partículas vindas da nossa Estrela-Mãe.

Seu aparecimento depende de explosões solares, que acontecem por acaso. Dois tipos de Aurora podem ser encontrados pelo mundo: no hemisfério Norte conhecemos como Aurora Boreal, enquanto no hemisfério Sul leva o nome de Aurora Austral.

Onde ver

Um dos espetáculos mais bonitos da natureza costuma atrair milhares de turistas à Noruega, todos insaciáveis para ver o céu repleto de cores brilhantes. O país tem ainda diversas outras atrações para quem gosta de natureza, como o sol da meia-noite e os famosos fiordes.

Porém, também é possível encontrar a Aurora Boreal nos seguintes destinos: Escócia, Alasca, Suécia, Finlândia, Rússia, Canadá e Groenlândia.

Aurora Boreal na Noruega

aurora boreal na noruega

A Aurora boreal costuma atrair milhares de turistas a Noruega, curiosos para ver o céu repleto de cores brilhantes | Foto: Pixabay

Tromsø é um dos lugares preferidos para assistir ao indescritível “evento”. A cidade está localizada no norte da Noruega, na latitude 70N, dentro do Círculo Polar Ártico e é conhecida como a “capital da Aurora Boreal”. Um dos principais motivos é o seu clima frio, onde as temperaturas atingem os -10º C, algo comum no país.

As chances para ver o fenômeno em Tromsø são maiores entre 21h e 23h, se o tempo não estiver nublado e se você estiver longe das luzes da cidade.

Para chegar até lá, não é difícil: existem voos diretos desde Oslo, a capital norueguesa e Estocolmo, capital da Suécia. É possível encontrar uma grande variedade de hotéis e restaurantes, com opções para todos os gostos.

Veja, a seguir, algumas localizações indicadas para ver a Aurora Boreal: as Ilhas Lofoten, no Mar da Noruega, bem ao norte do Círculo Polar Ártico; Senja, ilha no norte do país; a cidade de Alta; o Cabo Norte (Nordkapp); Narvik, situado no norte; e Svalbard, uma grande ilha entre a costa da Noruega e o Polo Norte.

Escócia

A Escócia é mais um país perfeito para quem gosta de construções perdidas em meio a vales verdes. As paisagens também são pintadas pelas auroras boreais, principalmente na Ilha de Skye, nas terras altas do Norte.

Alasca

aurora boreal no alasca

O Alasca está entre os destinos muito procurados para ver a Aurora Boreal | Foto: Pixabay

Apreciar a Aurora Boreal no Alasca é, sem dúvida, uma experiência que jamais será esquecida. A região proporciona cenários privilegiados e, além disso, suas paisagens são, de fato, de cair o queixo.

Mesmo o Alasca não sendo um país, e sim um estado norte-americano, tornou-se um dos destinos mais tradicionais quando o objetivo é comtemplar tal fenômeno, especialmente durante o inverno. O Parque Nacional de Denali é o melhor lugar para se encontrar as condições ideais para ver a Aurora Boreal.

E de uma coisa você pode ter certeza: será uma viagem que garantirá registros incríveis, tanto à noite, quanto de dia.

Suécia

Dificilmente será possível ver a Aurora Boreal em todos os lugares da Suécia. Mas o pequeno vilarejo de Abisko, situado na região da Lapônia, costuma receber centenas de turistas fascinados pelo microclima típico do local, que o torna perfeito para admirar diferentes auroras boreais.

Finlândia

aurora boreal na finlândia

Também é possível visualizar o fenômeno na Finlândia | Foto: Pixabay

Ver a Aurora Boreal na Finlândia é, com toda a certeza, mais barato e menos disputado do que na Noruega, por exemplo. Com paisagens de contos de fadas, é possível optar por ficar em Kilpisjarvi ou Rovaniemi, esta última conhecida como a cidade do Papai Noel.

Em Lousto e em outras cidades do norte do país, o céu claro garante um dos melhores momentos diante do fenômeno. A região conta ainda com serviços do Centro de Investigação de Auroras Boreais e muitos estabelecimentos recebem alertas assim que um novo espetáculo está prestes a começar.

Rússia

O inverno russo é conhecido, principalmente, por ser um dos mais rigorosos e intensos do mundo. Mas, mesmo com as baixas temperaturas, a estação do país tem muito a oferecer.

Quando o assunto é lugares para quem quer ver a Aurora Boreal, Kola, península acima do Círculo Polar Ártico, é o destino mais procurado pelos turistas.

Canadá

Graças ao tamanho do seu território e às suas numerosas áreas naturais, o Canadá oferece alguns dos melhores lugares do mundo para se presenciar a Aurora Boreal. Nem sempre é fácil chegar até esses locais, pois eles ficam em uma latitude mais ao norte das principais cidades turísticas canadenses, porém, não é impossível.

No extremo norte de Quebec, ficam os preferidos dos turistas.

Groenlândia

A Groelândia, paraíso dos aventureiros, também é um dos cenários onde ocorre a Aurora Boreal. As cidades que servem como parada para quem quer ver de perto o show de luzes, são Kulusuk e Ammassalik (Tasiilaq), no sul e no leste do país.

#DicaPI: Antes de embarcar para visualizar esse fenômeno, é necessário se certificar da necessidade de tirar o Seguro Viagem que é obrigatório em muitos dos destinos citados, como Noruega, Alasca, Canadá, Finlândia e Groênlandia. Então, confira o nosso texto sobre essa contratação e quais os benefícios da cobertura.

Quando ir

A escolha certa da data para ver a Aurora Boreal é essencial para que sua viagem dê certo, uma vez que só pode ser vista com céu escuro – o que não ocorre, por exemplo, no verão norueguês. É importante saber que durante essa estação há o chamado “sol da meia-noite” e os dias não escurecem em momento algum.

Para ver as luzes do norte, é recomendado ir de setembro a março, dando preferência aos meses em que as noites são mais longas, como dezembro e janeiro (esses, inclusive, são bem mais frios, com temperaturas batendo na casa dos vinte graus celsius negativos – o que acaba afastando algumas pessoas).

Quanto tempo dura

O tempo do espetáculo também é imprevisível. Depois que a Aurora Boreal aparece, ela pode ficar no céu de 5 a 10 minutos, ou por horas consecutivas. Algumas vezes, a atividade acaba completamente e, depois de cerca de 30 minutos a uma hora, retorna.

Condições para ver

É necessário se preparar para ver a Aurora Boreal: estudar o clima, usar a roupa adequada, ajustar o equipamento fotográfico para registrar o momento são fatores indispensáveis. A nossa dica é planejar bastante o que será feito.

Outro ponto importante é se dedicar, pelo menos, por uma semana para a sua caça à Aurora Boreal. Como já dissemos, não é possível prever o fenômeno natural com muita antecedência. Então é recomendável ter um espaço maior de dias para conhecê-la. Um período maior dará, com toda a certeza, uma grande probabilidade de sucesso.

#DicaPI: Alugar um carro é uma ótima opção para quem deseja ver a Aurora Boreal, já que te possibilita fazer suas próprias caças ao fenômeno. Para isso, confira valores no nosso parceiro!

Hospedagem

Avistar a Aurora Boreal está no topo da bucket list de milhares de pessoas ao redor do mundo. E para quem vai ficar mais tempo em busca do fenômeno é importante saber que existem, sim, opções para se hospedar em lugares bem próximos.

Em Tromsø, por exemplo, durante o inverno, é possível ter a chance de contemplá-la da ponte de vidro de um de seus hotéis.

#DicaPI: Depois da escolha de qual local vai ver a Aurora Boreal, é hora de definir a hospedagem. Assim, confira e compare as escolhas em dois parceiros: Hoteis.com Booking.

Passagem aérea em promoção, para ver a Aurora Boreal, é aqui!

Siga a gente nas redes sociais (InstagramFacebook e Twitter) e fique de olho nas nossas ofertas! Você também pode baixar o nosso aplicativo, que é gratuito, e te notifica em tempo real. Bora viajar!