Quais são as principais atrações de Nova York?

30-03-17 às 3:05 pm Nenhum comentário

Só museus, há quase 100 na cidade! Por isso, antes de sair selecionando tudo, vale a pena avaliar o que você mais gosta em uma viagem. Se é arte, história, parques, restaurantes, compras, espetáculos…

Com isso em mente, você consegue selecionar as atrações que deseja. Sem se preocupar em fazer tudo o que as outras pessoas sempre fazem. Lembre-se, a viagem é sua e o mais importante é que você aproveite ao máximo 🙂

Dito isso, nós temos algumas sugestões de atrações incríveis na cidade:

Museus

Se você só puder ou quiser ir a um museu, recomendamos que seja o The Metropolitan Museum of Art (MET), que reune em sua coleção obras muito diversificadas, com peças que vão desde o Egito antigo até quadros de artistas super famosos, como Picasso e Renoir.

Outro que é super conhecido – serviu de cenário para o filme Uma noite no museu -, e as crianças amam, é o Museu de História Natural. Se você gosta de ciência, história e biologia, esse é o seu lugar.

A boa notícia é que tanto no Metropolitan quanto no Museu de História Natural você pode pagar o quanto quiser pela entrada, isso é, se comprar o seu ticket no local e não na internet. Ambos sugerem valores, porém, é você quem define quanto vai pagar por cada um.

O Brooklyn Museum tem uma coleção incrível também para quem gosta de história e arte, com peças do Egito, China, México, países da África, entre outros.

Outros museus que recomendamos muito para quem gosta de história são: Intrepid Sea Air & Space Museum, que fica em um navio porta-aviões, o 9/11 Memorial Museum, que conta a triste história dos atentados de 11 de setembro, e o The Morgan Library, que tem uma das bíblias impressas por Gutenberg.

Para quem prefere ver obras de arte, vale a pena colocar na lista: MoMA, com seus lindos quadros, esculturas e instalações de arte moderna, Guggenheim, cuja arquitetura do prédio já vale a visita, The Frick Collection, que tem um jardim de inverno incrível e exposições interessantes de arte clássica europeia, e o Whitney Museum, com obras de arte contemporânea.

Com crianças, vale a pena ver a programação do Children’s Museum of Manhattan, do The Children’s Museum of the Arts e do The Brooklyn Children’s Museum.

Há muitos outros museus e galerias de arte na cidade – principalmente no Soho e no Chelsea -, então, se você tiver algum interesse específico, vale fazer uma busca.

Além disso, quase todos os museus oferecem dias e/ou horários em que a entrada é mais barata ou gratuita. Vale a pena ver no site dos que você quer visitar se há essa opção. E, claro, se preparar para chegar mais cedo e encarar uma fila considerável para entrar.

Parques e passeios a céu aberto

O Central Park é incrível e obrigatório para quem visita Nova York pela primeira vez (e segunda, terceira…), como ele é muito grande, vale a pena programar o que você quer ver.

A maioria dos turistas fica só na parte sul do parque, próximo a entrada da Quinta Avenida, onde há um dos lagos, o zoológico e, no inverno, a pista de patinação do gelo.

A nossa parte favorita, porém fica próxima a entrada da 72th Street, onde está a belíssima fonte de Betesda e o Strawberry Field, em homenagem à John Lenon. Mais ao norte, no Harlem, há bem menos turistas e mais locais, além de um conservatório que fica muito bonito na primavera.

No Brooklyn, o Prospect Park também vale a visita, com seu Jardim Botânico cheio de cerejeiras, no lindo jardim japonês, e tantas outras flores. É lá também que está o zoológico do Brooklyn, com Leões Marinhos, Lhamas…

Falando em Jardim Botânico, o de Nova York fica no Bronx e recebe sempre exposições temáticas de flores, inspiradas em artistas ou países. Se quiser economizar o ingresso, que custa US$ 25, vá na terça-feira ou no sábado, das 10h às 12h, quando a entrada é grátis.

E claro, o High Line, no Chelsea, que é um parque suspenso em antigos trilhos de trem, que hoje são ocupados por flores e também algumas obras de arte.

Entre as mais de mil áreas verdes da cidade há ainda outros parques bem clássicos como: Washington Square Park, Union Square, Bryan Park e Madison Square Park. Você pode ver a lista completa aqui.

Outro passeio clássico e gratuito a céu aberto é cruzar a ponte do Brooklyn andando – não recomendo que o faça de bicicleta, principalmente aos finais de semana, porque você vai querer tirar fotos e nem sempre é fácil ficar parando com a Bike.

Se você fizer o passeio indo de Manhattan para o Brooklyn, descerá pertinho do parque do Dumbo, uma área com um skyline incrível da cidade, especialmente bonito ao pôr do sol.

Se quiser fazer um passeio de bicicleta, pode alugar uma do citibike (ou outro serviço de aluguel) e percorrer o East River Park, bem do ladinho do Rio Hudson.

Em dias quentes, você também pode conhecer a “praia” de Nova York, – entre muitas aspas porque o mar é gelado e venta demais. Em Coney Island há ainda parques de diversões e um dos locais mais clássicos para comer Hot Dog, o Nathan’s, mas isso é assunto para outro tópico 😉

Times Square

Sim, a Times Square dá excelentes fotos, ainda mais se você for a noite, de preferência, a partir das 19h30, já que a maioria dos espetáculos da Broadway começam às 19h e isso tende a deixar a praça um pouquinho mais tranquila.

O melhor jeito de chegar até ela é de metrô, já que o trânsito na região costuma ser bem travado. Além dos telões luminosos, ao redor da Times há inúmeras lojas interessantes, como da Disney, então, vale a pena se programar para ficar um tempinho a mais.

Cuidado com as pessoas fantasiadas, porque, se você tirar fotos com elas, terá que contribuir financeiramente e muitas exigem um valor mínimo, nem sempre amigável!

Rockefeller Center

Esse é um dos lugares que com certeza você já viu em filmes, seja com a famosa pista de patinação no gelo, durante o inverno, ou com a gigantesca árvore de natal.

Você pode ver gratuitamente a praça entre os prédios, onde há uma clássica loja da LEGO. Ou fazer um tour com um guia por US$ 25, para saber mais sobre a história e detalhes da arquitetura dos prédios.

Outra opção é subir até o Top of the Rock para ver uma das melhores vistas da cidade, no 70 andar, pagando a partir de US$ 35 – esse passeio é especialmente bonito no pôr do sol.

Ali pertinho está também a St Patrick’s Cathedral, com sua belíssima arquitetura neogótica. E uma das unidades da Magnolia Bakery… Mas isso a gente conta em outro tópico!

Grand Central
A estação de trem e ônibus que já serviu de cenário para vários filmes, tem lustres impressionantes, uma constelação pintada no teto, janelas gigantescas, abriga várias lojinhas e restaurantes e recebe mais de 20 milhões de pessoas. É dela que saem os trens da Amtrak para outras cidades, como Washington. Você pode fazer tours pela estação com audioguias ou em grupo.

Dá para combinar esse passeio com uma visita a incrível Biblioteca Pública de Nova York, que fica no Bryan Park e tem um audio tour gratuito por suas salas históricas.

Estátua da Liberdade

A forma mais econômica de chegar pertinho dela e tirar algumas fotos é pegando a barca gratuita para Staten Island, que sai do Whitehall Terminal. Porém, se você quiser descer aos pés da estátua e até mesmo “subir dentro da cabeça dela” terá que pegar um dos passeios organizados pela Statue Cruises, que custam desde US$ 18,50.

Para ver a cidade do alto

Além do Top of the Rock, no Rockefeller Center, você pode subir no observatório do One World, que, além da vista incrível a partir do 100 andar, conta um elevador que “te conta” a história do desenvolvimento da cidade e é interessantíssimo. O passeio custa a partir de US$ 34.

Outra opção é o Empire State, que é “só” o prédio que o King Kong sobe no filme e tem uma arquitetura incrível, que já vale a visita. E você pode escolher entre ver a cidade pelo observatório do 86 andar ou subir até o 102 pagando um pouco a mais pelo ingresso, que custa a partir de US$ 34.

Bem mais baixos e um pouco mais baratos, os roof tops com bares na cidade são uma boa opção, já que não cobram a entrada, mas podem exigir consumação mínima. Nesse link você pode conferir uma lista atualizada dos melhores rooftops, com a faixa de preço e também uma pequena descrição (em inglês).

Outros passeios

Sabia que há bondinho em Nova York e que para entrar nele basta usar o seu MetroCard? Pois é, esse é um dos passeios mais baratos e diferentes da cidade e conecta Roosevelt Island com Manhattan.

Nova York é cenário de muuuitas séries e filmes, por isso, se você é fã de alguma, vale a pena dar uma olhadinha em alguns sites, como o Movie Maps, que compartilham onde estão as principais locações. No nosso mapinha grátis, há algumas indicações também 🙂

Mapa gratuito

Nós montamos um mapinha gratuito com as principais atrações, restaurantes e lojas da cidade para você. E ele é dividido por cores, de acordo com a nossa predileção:
– rosa/vermelho o que consideramos imperdível
– laranja e amarelo o que é muito legal
– verde e azul o que também é interessante visitar se você tiver mais tempo

Tags: , , ,

Copyright © 2014 - 2017 Passagens Imperdíveis. Todos os direitos reservados.